sexta-feira, outubro 07, 2011

Um coiso que não serve para nada


Medina Carreira afirmou na TVI24 que ela, Constituição, "não serve para nada [porque] não paga despesa nenhuma".

Ouvir o Medina Carreira é olhar para um túnel sem luz ao fundo. Por ele, o nosso Nostradamos prendia todos os ex-governantes pelo que fizeram ao país e fazia o que eles não fizeram, transformar o trabalho assalariado em trabalho escravo e se necessário até de chicote. Felizmente quando esteve ele no governo deste país nunca fez aquilo que acusa os outros de não terem feito. Mas, há sempre uma desculpa, a Constituição. É uma chatice, só cria problemas e empecilhos. Felizmente, porque isso faz com que já sirva para muita coisa.
Mas, melhor que eu diz o Manuel António Pina no "JN" Ora a Constituição, mesmo não pagando "despesa nenhuma", serve obviamente para alguma coisa: para Medina Carreira ter sobre que falar. Dir-se-á ainda que as circunstâncias de Medina Carreira o contradizem, já que as suas prestações televisivas não servem para nada e, contudo, pagam-lhe as despesas.»

17 comentários:

  1. Eu gostava que ficasse claro que todos esses comentadores de serviço anti-estado social acumulam gordurosas reformas e mordomias desse Estado que sistematicamente atacam pelos erros que eles próprios, na vida activa, teimaram em construir.

    ResponderEliminar
  2. Eis algo que passou despercebido aos comentadores. As profecias de Medina Carreira só teriam sentido se a crise demográfica não diminuísse a mão-de-obra disponível! Seria um autêntico milagre da multiplicação dos braços! A subida (inevitável, numa economia de mercado) dos salários que a falta de mão-de-obra acarreta inviabiliza todas as suas tenebrosas profecias sobre a destruição do estado social por via demográfica.

    Aliás, há hoje um efeito de feedback negativo. O sistema tem mascarado as condições adversas mobilizando as mulheres, aumentando os horários de trabalho e, agora, reduzindo os salários. Mas, cada uma destas medidas deprime ainda mais a taxa de natalidade, fazendo que o problema da falta de mão-de-obra, quando não puder mais ser mascarado, se torne explosivo.

    ResponderEliminar
  3. Este filho de puta, deste medina, deveria ser amarrado ao cú de um submarino e enviado para o mar do norte.Que grande traste!!

    ResponderEliminar
  4. Medina Carreira tem toda a razão no que nos tem dito ao longo destes tempos. No tempo dele, a dívida não era nada comparada com a de hoje, e o golpe militar ainda tinha acontecido há pouco tempo; por outro lado ele foi apenas um ministro dum Governo demitido, não foi um primeiro! Bem-hajas, Medina!

    ResponderEliminar
  5. Zé Leitão7/10/11 19:29

    O "coiso" serve para abrir os olhos a muitas pessoas.

    ResponderEliminar
  6. António Barreto7/10/11 19:45

    Este seu artigo revela profunda ignorância ou má-fé.

    ResponderEliminar
  7. Uma constituição que é letra morta
    serve para quê?

    De resto a constituição soviética pela sua forma até era bóptima o problema é a falta de aplicação

    ResponderEliminar
  8. a má-fé ideológica é um dos piores cancros da inumana raça

    é um meme imortal e auto-reprodutível in qualquer cultura

    ResponderEliminar
  9. Só Sobrou o antónio Barreto?

    Mim inda ficou com uns dois

    ResponderEliminar
  10. Também não serve para nada
    A vida só melhorou para uns quantos apparatchiks e para as classes médias

    De resto muito semelhante à situação portuguesa

    Só falta o Bi-partidarismo

    E os Comunistas fazem opoaição mas comem da farta gamela
    de resto como cá
    basta ver as cidadelas do partido
    mais corruptas e ávidas que muitas outras
    (quiçá seja um problema dimensional)

    ResponderEliminar
  11. Também não serve para nada
    A vida só melhorou para uns quantos apparatchiks e para as classes médias

    De resto muito semelhante à situação portuguesa

    Só falta o Bi-partidarismo

    E os Comunistas fazem opoaição mas comem da farta gamela
    de resto como cá
    basta ver as cidadelas do partido
    mais corruptas e ávidas que muitas outras
    (quiçá seja um problema dimensional)

    ResponderEliminar
  12. Duplicou o bloqueio continua activex...c'est la vie

    con's titu cional

    ResponderEliminar
  13. ... "já que as suas prestações televisivas não servem para nada e, contudo, pagam-lhe as despesas".

    na mouche!

    ResponderEliminar
  14. Tadinho do Medina, que não teve culpinha de nada. Deve ser por não ter sequer lá passado, coitado, que acumula 3 reformas de cargos dirigentes.

    Vergonha na cara, meus senhores. Ignorantes são aqueles que vão com elas. Pena que nos levem todos atrás.

    ResponderEliminar
  15. Gente desta encontra-se por ai à molhada. Fazem-se santinhos de altar mas comem e vegetam que nem porcos (sem ofensa para os ditos) em pocilga caseira no inverno. Algum povo gosta desta gente, aliás na linha do demagogo Jardim, do populista Isaltino ou Fátinha das felgueiras, do parvalhão do Loureiro dos frigoríficos, do facho do Torres dos canaveses, etc.. O pessoal (algum) quando vê um tipo bem falante e que perceba o que ele diz, abre-se que nem flor na primavera, não vê que esta gente carrega montanhas de mentira, ódio e demagogia.
    Este Carreira tal como Cavaco, Catroga, Mira Amaral, Salgueiro, etc., é mais um da escola salazarista, são os seus continuadores. Só não vê quem não quer.

    ResponderEliminar
  16. Da "escola Salazarista" o Cavaco?? Salazar não gastava o que não tinha, e poupava. Cavaco foi o início do esbanjamento.. O @"Ferroadas" está equivocado. Vá lá espetar o seu ferrão noutra banda. depois de estudar primeiro a lição!

    ResponderEliminar
  17. http://brasilsexhub.com.br.tc/

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo