quinta-feira, novembro 24, 2011

BLOG EM GREVE

11 comentários:

  1. Muito bem CAmarada,ou não, esse é o dever da cada Trabalhador , Desempregado ou Reformado POrtuguês.

    ResponderEliminar
  2. Joao Lemos24/11/11 22:24

    No seu trabalho não devem ter notado a diferença, pois deve ser daqueles que é empregado mas näo faz nada!

    ResponderEliminar
  3. Fernando Castelo24/11/11 22:30

    Temos o dever de manifestar a nosso indignação junto das diversas estruturas do poder que, traiçoeiramente, vão transformando um País de Direito em poder da Direita.

    No meu blogue - http://retalhos-de-sintra.blogspot.com - vou procurando intervir e alertar.

    Escrevi ao Primeiro-Ministro, Presidente da ARepública e todos os Grupos Parlamentares a manifestar a minha indignação (http://retalhos-de-sintra.blogspot.com/search?updated-max=2011-10-18T14:12:00%2B01:00&max-results=4).

    Deveria criar-se um movimento para exigir que se conheçam e julguem os responsáveis.

    Uma campanha "Onde pára o nosso dinheiro?" ou "Quem e como foi gasto o nosso dinheiro?" talvez pudesse ajudar a que a nossa vida colectiva mudasse.

    É urgente apurar os responsáveis.

    Desejo-lhes o maior êxito,

    Fernando Castelo
    Sintra

    ResponderEliminar
  4. blog em greve
    sinto que cada vez que venho aqui é como se fizesse um pouco de greve e fosse a uma manif

    ResponderEliminar
  5. Para o joão lemos..
    POr acaso não és irmão da joana não?Seja como for não deves valer nada dado esse comentário de xuleco.Bem , anyway, Quero só dizer-te uma coisa, o meu filho há uns dias explicou-me que hoje em dia, existem uns tipos chamados "trolls" que , pelo facto de serem pessoas muito inferiores ou desajustadas como seres humanos ,dedicam-se a mandar bocas ou fazer comentários completamente desconexados dos assuntos que circulam pela rede.Presumo que seja esse o teu caso.Já agora se fores irmão da joana lemos, ou joana mascarenhas, diz-lhe que ainda me deve aquele arranjo da motocicleta naquela oficina das cabanas.Abraço.

    ResponderEliminar
  6. João Lemos
    Já tu tenho a certeza que és imprescindível e a tua empresa fecharia se fizesses greve. Ah grande trabalhador.

    ResponderEliminar
  7. João Lemos30/11/11 21:59

    Caro Kaos,
    Mesmo que quisesse não podia fazer greve pois fui despedido. No seu blog nunca vi uma linha a incentivar a quem tem trabalho, a trabalhar mais e melhor. É só bota abaixo e as soluções apresentadas são no mínimo hilariantes. Oh homem cresça! Já agora mais um aparte para o/a anónimo/a, não tenho irmãs.

    ResponderEliminar
  8. João Lemos30/11/11 22:01

    Cont.
    Isto para não falar do primeiro comentário que incentiva os desempregados a fazerem greve. É só rir LOL

    ResponderEliminar
  9. João lemos:
    Hilariantes seriam as politicas deste governo, desta Europa e deste capitalismo se não criassem tanta miséria. Tudo o que tente impedir isso é bem vindo. Quanto a incentivar ao trabalho não me parece necessário pois nunca foi por falta de capacidade de trabalho que este país chegou onde chegou.

    ResponderEliminar
  10. João Lemos1/12/11 18:18

    Caro KAOS,
    Permita-me discordar, acho k uma das causas do país ter chegado onde chegou foi a falta de capacidade de teabalho, desde os nossos políticos, de todos os credos, até aos funcionários publicos que andaram anos e anos a coçar a micose pois tinham o ordenado sempre certo.

    ResponderEliminar
  11. Caro João lemos
    Permita-me também a mim que discorde dessa ideia diabolizadora sobre os funcionalismo público. São quem nos trata nos hospitais, ensina e cuida dos nosso filhos na escola e até quem nos envia as cartas das finanças. Não podemos confundir a falta de liderança e aceito algumas ovelhas negras com a generalidade daqueles que trabalham em Portugal. Essa é a maneira fácil de tratar o problema para não resolver nada. Como vi escrito num cartaz, o mal não é a crise, é o sistema

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo