segunda-feira, novembro 07, 2011

Os corvos descem à Cidade


A Câmara Municipal de Lisboa (CML) está a planear um conjunto de medidas de contenção para avançar já a partir de Janeiro.Em causa está a possibilidade de reduzir a semana de trabalho para quatro dias, com um corte salarial correspondente a 20% do vencimento base e a eliminação ou limitação da recolha do lixo na cidade ao sábado. As medidas constam de um despacho do presidente da Câmara, António Costa.

Não gosto de políticos mentirosos nem corruptos, mas irritam-me imenso os que se armam em bonzinhos e nos querem fazer passar por parvos. Depois de vir dizer que por as receitas do Município de Lisboa, só na derrama e no IRC são menos 70 milhões, iria ser obrigado a deixar de abrir alguns serviços nos cinco dias da semana passar a fazê-lo só durante quatro, o que implicaria que quem lá trabalha veria o seu vencimento reduzido em 20%, veio depois dizer, perante a indignação geral, que isto não se aplicava a ninguém que não se mostrasse interessado. “Há situações em que pode ser do interesse do próprio só trabalhar quatro dias, recebendo menos, naturalmente, mas podendo ganhar disponibilidade para outras actividades”, considerou António Costa.
Parece-me que se a medida se aplica só a quem o deseje não vejo como vai conseguir poupar os tais milhões que necessita porque duvido que, com os cortes nos salários e subsídios impostos pelo governo, perder mais 20% do salário, para quem trabalha nos serviços da câmara, seja uma opção. Atirou o barro à parede para ver se pegava. Não pegou mas fica a ideia, que certamente já fez o Victor Gaspar estar a dizer para si mesmo, "porque não me lembrei disto" e muitos privados telefonarem ao Relvas a sugerir que esta possibilidade seja acrescentada ao aumento do horário de trabalho. E, já que tantas outras medidas do governo são ou anti-constitucionais ou até ilegais, sem que ninguém se pareça importa com isso, é só mais uma.

7 comentários:

  1. Adorei o seu blog. Parabéns! Virei cá espreitar regularmente.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Michelle, aqui todos são bem vindos
    abraço

    ResponderEliminar
  3. Será que o homem também vai trabalhar só quatro dias por semana e receber menos 20%???

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  4. Como o socrates fodeu o país inteiro houve pra ai muito gajo que ficou com cornos...depois veio um coelho que...

    ResponderEliminar
  5. ...Um dia o Sócrates contratou um trabalhador e colocou-o a abrir rasgos na terra. Deu-lhe um horário de trabalho das 8:00 às 17:00 horas.
    Certo dia Sócrates observando o trabalho do seu colaborador, achou que podia ser melhor aproveitado. Sugeriu-lhe então o seguinte:
    - Ó amigo, já que você tem 2 mãos, com uma mão você cava e com a outra vai regando. Olhe e já agora começa a vir das 7:00 às 18:00 horas.
    No outro dia, Sócrates olhou outra vez para o seu colaborador e achou-o ainda pouco produtivo.
    Então sugeriu-lhe:
    - Já que você além das mãos tem também uma boca, podia enchê-la de sementes e enquanto com uma mão cava e com a outra rega podia cuspir as sementes.
    Já agora começa a trabalhar ás 6.00 e termina às 19:00 horas.
    Noutro dia Sócrates começou a pensar que o seu colaborador deveria trabalhar enquanto houvesse luz de dia.
    Portanto sugeriu-lhe que o seu trabalho passasse a ser das 5:00 até às 22:00 horas.
    E assim foi.
    Um dia quando o pobre trabalhador voltava a casa do trabalho, deparou com a sua mulher com outro homem na cama.
    O homem, chorou, chorou, chorou vezes sem conta até que a mulher e o amante desesperados com aquela situação, tentaram consola-lo, perguntando-lhe porque chorava ele assim tanto.
    Ao que ele respondeu:
    - Se o Sócrates descobre agora que eu tenho 2 cornos, coloca-me lá umas lanternas e põe-me a trabalhar a noite toda.!!!

    ResponderEliminar
  6. o socrates não descobriu mas o coelho acho que sim!!!

    ResponderEliminar
  7. na busca do google escrevam político honesto e vejam o resultado da procura

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo