domingo, dezembro 25, 2011

O Gaspar odeia o Natal


Já me convenci que o Vitor Gaspar não gosta do Natal. Este ano, à revelia da Troika resolveu cortar metade do subsidio e já nos disse que para os próximos anos nem o de férias nem o de Natal. Acaba-se com isso de dar dinheiro às pessoas para gastarem além do mínimo essencial para sobreviverem. Descanso, prendas, festas, família, lazer são benefícios que devem acabar. Bom mesmo é trabalhar, trabalhar, trabalhar. Acredita certamente que esse é o segredo da vida, a razão pelo qual Deus nos criou. Trabalho, tudo o resto é acessório e desejavelmente dispensável. Os patrões aplaudem, mas parecem esquecer que na sua ânsia de tudo ganharem, muitos deles acabarão falidos por uma austeridade criadora de recessão que levará a mais austeridade, com mais desemprego, mais falências e menos dinheiro agravando a recessão que voltará a a criar a mais austeridade. Quando vai isto parar? Ou melhor, até quando estamos dispostos a deixar?

4 comentários:

  1. A grande diferença é que no fim Grinch reconhece os seus erros e torna-se num personagem extremamente simpáticc.

    ResponderEliminar
  2. eh eh pro ano não há ferias de virão pois também não há 13 mês acaba-se o feriado do 25dez pois não há 14º mês

    ResponderEliminar
  3. Isso! O Grinch! :))
    Esse mesmo!
    Bjo

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo