segunda-feira, dezembro 26, 2011

Porque é Natal


«O ministro da Saúde, Paulo Macedo, afirmou hoje que gostaria que em 2012 todos os portugueses tivessem acesso a um Serviço Nacional de Saúde universal e com qualidade. O desejo foi assumido na cerimónia, esta manhã, em que o presidente do grupo Controlinveste Media, Joaquim Oliveira, ofereceu aos hospitais públicos portugueses a possibilidade de passarem a ver gratuitamente a SportTV.»

Com o governo já de "tolerância de ponto", deixaram ao Paulo Macedo a responsabilidade de "abrir a porta" e lá foi ele numa acção de promoção a uma empresa privada, fingir que se defende o SNS universal e de qualidade, quando todos sabemos que a sua missão passa pelo seu desmembramento e pela entrega dos serviços de saúde aos interesses privados e às seguradoras. Quem fecha urgências, serviços de saúde, hospitais, reduz médicos e enfermeiros, aumenta as taxas moderadoras em mais de 100%, vir falar de qualidade e universalidade não passa de uma triste campanha de propaganda carregada de hipocrisia. Quem deixa de ira a consultas ou não compra todos os medicamentos que necessita por não ter dinheiro sabe que é a sua saúde, ou seja a vida, que é colocada em causa.

2 comentários:

  1. Este paneleirão já teve uma trombose enquanto director geral dos impostos e finanças, agora bem podia ter um cancro no cú....

    ResponderEliminar
  2. Com atraso mas sentidos, os meus votos de Boas Festas, Kaos.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo