terça-feira, janeiro 10, 2012

Compadres e compadrios na toca do Coelho


A assembleia geral de accionista da EDP vai escolher no próximo dia 20 de Fevereiro o conselho geral e de supervisão. Entre os novos nomeados seis têm ligação ao Governo, entre os quais o futuro presidente Eduardo Catroga e também Celeste Cardona e Paulo Teixeira Pinto, que em 2010 encabeçou a equipa que elaborou o projecto de revisão constitucional do PSD.

O Passos Coelho bem disse que com ele no governo iam acabar os cargos de nomeação partidários e o compadrio. Como até agora, desde que é Primeiro-ministro, sempre fez o contrário daquilo que disse em campanha acabou por não ser surpresa para ninguém. Há que pagar favores e nisso o Coelhinho já mostrou ser honesto, coisa que não consegue fazer em tudo o resto.

3 comentários:

  1. oh pa os filamentos de uma lampada ou melhor os pentelhos do catroga deveriam estar iluminados

    ResponderEliminar
  2. Esta gente é mesmo uma cambada de vilões da pior espécie.Aquele sr. paulo teixeira pinto, que se reformou aos 57 com uma reforma milionária depois daquilo que fez no banco, por invalidez , coitadinho tem parkinson, mas agora já não se importa de ir trabalhar para a edp,e reber a pensãozinha por invalidez ,isto é mesmo um nojo de país com um povo rabeta.Fónix!!

    ResponderEliminar
  3. deve ser da loja dos maçons inválidos pois os maçons falam dos utensílios de pedreiro mas são do tipo mais vale uma mão inchada que uma enxada na mão

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo