quarta-feira, janeiro 11, 2012

Ministro de porcelana...Chinesa


Uma nota interna do Ministério das Finanças dá por oficial um défice de 5,4 por cento este ano, 0,9 pontos acima da meta traçada. (Cerca de 500 milhões de euros).
O Governo de Pedro Passos Coelho está a trabalhar num cenário de medidas adicionais este ano, para compensar um desvio orçamental decorrente do agravamento do cenário macroeconómico e do custo para a Segurança Social das pensões dos bancários, que foram transferidas para o Estado e que vai permitir que o Governo cumpra com o défice estabelecido com a troika no ano passado, mas provocando um aumento do défice deste ano.

Se o anterior Ministro das Finanças, (Teixeira dos Bancos e que chegou a ser considerado o pior Ministro das Finanças da União Europeia), não havia maneira de acertar uma previsão económica a médio prazo, o actual Vitor Gaspar parece não conseguir acertar numa curtíssimo prazo. Passaram-se 9 dias do inicio de execução do Orçamento de Estado para 2012, e já anunciam buracos de mais 0,9 por cento no défice e que todos nós vamos pagar em mais austeridade e pobreza. Se as previsões do Ministro sempre foram, para muitos, irrealistas e como não creio que seja nem burro nem ignorante em finanças, só posso concluir que foi pouco verdadeiro. Enganou as pessoas e o país com previsões erradas.
Ou o mal é do Ministro ou é do sistema, ou até pode ser dos dois. Em qualquer caso algo terá de mudar, ministro ou sistema, preferencialmente os dois. Mas, parece que nem os negócios da China vão salvar este governo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo