segunda-feira, fevereiro 06, 2012

O Guardião da Lingua oficial do CCB


Contrariando a prática adoptada desde Setembro de 2011 pelo governo, o novo presidente do Centro Cultural de Belém, Vasco Graça Moura, ordenou aos serviços internos que não apliquem mais o Acordo Ortográfico. A decisão foi dada a conhecer através de uma circular interna e engloba a desinstalação do software que tem vindo a ser usado para converter automaticamente a grafia dos textos, em conformidade com as regras do Acordo Ortográfico.


O governo deu razão a Vasco Graça Moura e não pode fazer nada para alterar a decisão do novo presidente do Centro Cultural de Belém em não aplicar o novo acordo ortográfico, de acordo com o jornal i. Isto porque, o CCB como «instituição de direito privado, não está sob administração directa ou indirecta» do governo.

Embora concorde que o novo acordo ortográfico é um aborto que vai contra a natural evolução da língua, não posso estranhar que este país tenha tantos outros paísesinhos no seu interior. É o Banco de Portugal que assim evita a austeridade e agora as "instituições de direito privado", seja lá o que isso for, que podem não cumprir com ordens emanadas do governo. Isto tendo sido o Vasco Graça Moura recentemente nomeado por esse mesmo governo.


5 comentários:

  1. Anónimo6/2/12 07:42

    Não contentes com o ir-nos aos bolsos todos os dias ainda nos tomam por asnos...bom quem votou neles não merece outro nome...

    ResponderEliminar
  2. O Vidreiro6/2/12 12:21

    Este País para esta gentalha,é uma quinta deles e os outros são os os servos.Por isso fazem todos os desmandos e os serventuarios só têm que obedecer.Assim vai o povo do politicamente correto.Eu quero ver onde estão os contestatarios no proximo sabado,se ficam em casa a caprir,ou vão para a manif.no Terreiro do Paço.

    ResponderEliminar
  3. Quem manda aqui sou eu, não discuto opiniões, está bem ?!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo6/2/12 23:55

    então e o garfunkel simão ?

    ResponderEliminar
  5. "Paísesinhos?" Tu nem com acordo ortográfico vas lá...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo