domingo, fevereiro 26, 2012

Turismo diplomático


A representação dos Estados Unidos em Portugal anunciou que, a partir de Março, a embaixada em Lisboa e o consulado geral em Ponta Delgada (Açores) vão deixar de emitir vistos de imigração para portugueses, passando o processo a ser assegurado pela representação norte-americana em Paris (França) - deslocação que terá de ser custeada pelo próprio candidato.

«Antecipando «um impacto muito grande na comunidade» com esta alteração da política de concessão de vistos, que entra em vigor em marco, José João Morais lamentou: «Nós aqui fazemos tanto pelos americanos, pelo Governo americano e depois tratam-nos desta maneira». Mas as culpas, frisou, são mais dos diplomatas portugueses que não têm «capacidade» para lidar com um país «muito difícil» como os Estados Unidos, que dos políticos americanos. E as mesmas culpas estendem-se a figuras como o Presidente da República e o ministro dos Negócios Estrangeiros, que «a única coisa que vêm cá [aos Estados Unidos] fazer é gastar dinheiro e passear», criticou.»

2 comentários:

  1. haverá melhor maneira de conhecer portugal e o mundo? coitado do coelhinho que só viaja praticamente a "casa" da merkel e volta

    ResponderEliminar
  2. Esse Portas é bom é a ir às feiras de boné e aos lares de velhinhos nas campanhas eleitorais prometer mundos e fundos! E bem que se passeia por todo o mundo à nossa custa, o safado!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo