quarta-feira, março 21, 2012

Garrote


Nos primeiros dois meses do ano o défice do estado quase triplicou em relação ao mesmo período de 2011 e atingiu quase 800 milhões de euros. Receita está em queda e despesa sobe.
Do lado das receitas, o destaque vai para a diminuição do valor arrecadado em impostos, que caiu mais de 5 %, com diminuições em quase todas as contribuições, com destaque para o IRC. O imposto sobre os lucros das empresas está em queda livre com um recuo de 46 %. Quando aos impostos são somadas as outras fontes de receita, o resultado é uma queda na receita efetiva de 4,3 %.
No capítulo da despesa a história tem um desfecho semelhante com um aumento da despesa efectiva de 3,5 %.

Com o BCE a prever para 2011 uma recessão de 5%, muito acima dos aldrabados 2,8% previstos no Orçamento de Estado e com os dados das receitas e despesas do Estado a confirmarem o que muitos já previam, com a redução das receitas dos impostos e o aumento da despesa para esconder a pobreza criada. Com as falências, os despedimentos e o aumento dos impostos, reduz-se o consumo condenando muitos pequenos negócios a falirem criando ainda mais desemprego. Menos IRC e menos IRS com um aumento da despesa com a segurança social. A renegociação da divida e um novo empréstimo são inevitáveis pelo caminho escolhido por este assassino governo. Um país com um atarantado em Belém e um governo comandado por um politico incapaz e com um Ministro das Finanças que tudo quer controlar impondo uma politica de empobrecimento desastrosa que só podem conduzir a mais miséria. Se não travamos esta gente onde está o futuro? Não o deles, que esse está garantido, mas o de muitos milhões para o qual ele não existe.

6 comentários:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=Xb40eEU2wd8

    ResponderEliminar
  2. O laço devia ter sido posto junto do pescoço deste anormalzinho!
    Mais fácil seria puxar e içá-lo até perder o pé!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  3. sem querer ser empata-fodAS

    é que o empréstimo da RTP de uns centos de milhões a pagar sabe-se lá quando

    custava 1% o que dava uns 8 ou 12 milhões de juros

    agora a 5% todos os empréstimos contraídos por empresas púbicas custam mais

    40 e 60 milhões é só multiplicar por 5

    agora multiplique-se 180 mil milhões que pagavam uns 3 mil milhões em juros

    e agora pagam quase tanto como os romenos por acaso hoje baixou para os 4,...% o que dá uns quantos % de diferença

    mesmo assis são 8 mil milhões e tal

    são 5 mil milhões de diferença

    e ódespois fazem-se obras para reparar paredes com azulejos

    e partem-se os azulejos todos no processo

    é capaz da dívida aumentar assis

    uma obra só com 230% de desvio nã é natural...com restaurador olex é que é...

    ResponderEliminar
  4. e tirando palermas como eu que deixaram o $ nos certificados de aforro...(e subsidiam o estado com juros quase nulos e imposto em cima) sairam
    uns 5 mil milhões que só custavam
    uns 100 milhões de juros por ano
    e com 20,5% de IRS em cima

    ora pedir emprestado mesmo a 4,...%
    fica no mínimo a 200 milhões extra por ano...

    é só somar umas dezenas destas cousas

    e bocemecê vê para onde bai o $

    o meu ex-bizinho procurador de qualquer cousa na justiça

    transformou os certificados num casinhoto no ceará...a 3ª mulher dele aparentemente é de lá
    50 anos de diferençA em terra de cornel fax mal nã....

    ResponderEliminar
  5. vá pró Brasil...cagente fica por cá...afazer greves

    ResponderEliminar
  6. ordenados da rtp como a furtado a ganhar 1000 MIL €/dia e ainda vai passear á India a coberto das NU (estes querem erradicar a pobreza até 2015 só deve ser para rir) mas a reportagem deve ser paga pela rtp diz que vai falar dos pobres bem podia dar uma volta pelo país se calhar levava era nas trombas Todos os dias no diario da republica (das e dos bananas) é gabinetes institutos etc...SÓ TAXOS.
    UMA LAÇO COM CORDÃO DETONANTE Á VOLTA DELES TODOS

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo