quarta-feira, março 14, 2012

A liberdade e os direitos são bens que temos de defender


Num só dia li uma noticia e recebi uma informação que nos devem assustar a todos e que mostra que algo não vai bem nesta democracia e na liberdade que a deve acompanhar.

«O CDS-PP quer saber quanto custaram ao país as greves realizadas no sector dos transportes nos últimos 10 anos e, para isso, enviou ao Parlamento um conjunto de perguntas que pretende ver respondidas pelo ministro da tutela. »

Hoje de manhã fui constituído único arguido, pela Polícia de Segurança Pública, pelo crime (político) de desobediência civil por, alegadamente, ter permitido que a manifestação do 15-O do passado dia 24 de Novembro se tenha realizado pelas 15h00, portanto, antes das 19h00 - horário legalmente permitido para as manifestações aos dias de semana. Este (mais um) ataque à Democracia, pelos comandos da PSP, a mando do governo de Passos Coelho, visa-me (curiosamente só à minha pessoa) na medida em que fui um dos promotores oficiais da dita manifestação, segundo a informação obrigatoriamente prestada às autoridades (ex-governador Civil de Lisboa, hoje presidente da Câmara Municipal de Lisboa).


Porque anda tão preocupado o CDS a questionar o custo de greves quando se sabe que quem perde o dia de salário é o próprio trabalhador? Será que deseja acabar com mais este "direito"? Porque não questiona quanto tem custado todas as ajudas aos bancos ou as negociatas com as privatizações ou os favorecimentos e empregos para os amigos? Quantos nos custou já o BPN? E a compra de submarinos? E as viagens do Paulinho?
Seria bom também saber porque está a PSP tão interessada e acusar um cidadão que cumpriu com o procedimento de comunicar atempadamente às autoridades o dia e hora de uma manifestação, que decorreu de forma ordeira e vigiada pela policia num dia em que se realizava uma greve geral? Também constituíram arguido algum dirigente da CGTP que convocou uma outra manifestação uma hora antes no mesmo dia? Porque teme tanto a PSP e o poder a voz e o protesto de cidadãos deste país? Porque procura amedrontar aqueles que assumem nas suas mãos a vontade de mudança e de combate às injustiças?
Se já era urgente lutar por uma democracia mais verdadeira e pela defesa das liberdades estes dois casos mostram bem que não podemos parar nem ceder ao medo. A luta é de todos e no próximo dia 22 apoiar a greve geral é essencial assim como ir para a rua mostrar o nosso descontentamento. Seja no dia 22, no 25 de Abril, no 1º de Maio ou na Primavera Portuguesa no dia 12 Maio. Para se ter direito à liberdade e à justiça temos de lutar por elas.

11 comentários:

  1. já começou...

    ResponderEliminar
  2. Isto não será um começar da famigerada lei da rolha?.Pode contar comigo para o que precisar.Silenciar nunca mais.

    ResponderEliminar
  3. Napoleão Bonaparte, durante suas batalhas usava sempre uma camisa de cor vermelha.

    Para ele era importante porque, se fosse ferido, na sua camisa vermelha não se notaria o sangue e os seus soldados não se preocupariam e também não deixariam de lutar.

    Toda uma prova de honra e valor.


    Centenas de anos mais tarde, Cavaco Silva usa sempre calças castanhas…

    ResponderEliminar
  4. Portugal e um Gulag

    ResponderEliminar
  5. Que cretinice! E ainda me espanto...
    Um grande abraço, Kaos.

    ResponderEliminar
  6. Eles nao voltaram, estiveram sempre por cá, como os lobos de falinhas mansas para nao afugentarem o rebanho. Agora que deram a volta ao rebanho e chegaram ao poder, estao pouco a pouco a implementar as unicas politicas que conhecem: o estrangulamento e a mentira, acobertados pela mordaça e pelo medo. O "unha grande" deixou descendência!....

    ResponderEliminar
  7. boa noite. eu tenho seguido este blog e até gosto de ler muitas das coisas que aqui se postam ... mas vou ter de dizer algo ao administrador do blog AS OU A POLICIA ESTÁ A SER TÃO SACRIFICADA COMO AS RESTANTES PESSOAS DA POPULAÇÃO SOMOS ESCRAVOS DAS POLITICAS DO GOVERNO SEJA QUAL FOR COR DO MESMO ... MAIS A POLICIA NAO TENTA AMEDRONTAR NINGUEM NEM AGE POR VONTADE PROPRIA..... COMPREENDAM A MISSAO DESTA.... SÓ ME RESTA DIZER QUE TB SOMOS VITIMAS DESTAS POLITICAS DESTES GOVERNOS......

    ResponderEliminar
  8. caro Kaos, benvindo ao clube das idas aos polícias...isso é muito comum em dirigentes sindicais, basta que por exemplo, se queime algo na rua ( já sucedeu, dentro de um latão), uma queima não autorizada...Atenção que não só PSD que faz estas identificações, lembro as idas da polícia aos sindicatos no tempo do Sócrates saber quantas camionetes iam, etc...Basta uma tentativa de invasão de um ministério ( aconteceu recentemente) e a pessoa responsavel fica arguida....

    ResponderEliminar
  9. Caro Anónimo das 21:35
    Não são os policias a quem aqui aponto o dedo e quando falo de PSP falo dos seus chefes e da canalha que lhes dá as ordens. Sei que também os policias passam por dificuldades e são vitimas da chamada austeridade, Sei que também se têm manifestado em defesa dos seus direitos mas acredito que está na hora de também os policias se unirem aos outros trabalhadores e desempregados para juntos exigirem a mudança. Só unidos podemos vencer. Está na hora de esta luta não encontrar barreiras policiais nas ruas mas sim vozes e força para a acompanhar. Conto convosco no dia 22, no 25 de Abril, no 1º de Maio e no 12 de Maio. Estarão dispostos a isso?
    Uma braço
    Kaos

    ResponderEliminar
  10. A editora Bubok (www.bubok.pt) e o blog Aventar (www.aventar.eu) estão a preparar a edição de um livro com os primeiros classificados do concurso "Blogs do ano 2011" para isso precisamos de contactar os bloggers por email como não temos o vosso contacto pedimos o favor de nos contactarem para o email alexandre.lemos@bubok.com.

    Obrigado e parabéns pelo blog.

    Alexandre Lemos
    (Country manager Bubok Portugal)

    ResponderEliminar
  11. A "democracia" portuguesa está-se a tornar na chamada "democracia" musculada" sendo prática comum em países como Angola, Rússia, citando apenas os mais mediáticos.

    Este tipo de regime interessa a todos os "amigos" do actual sistema, pois apesar de o denunciarem, sentem-se como peixe na água no mesmo.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo