terça-feira, março 06, 2012

Presunção não lhe falta


O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, frisou que cabe ao seu partido e ao Governo a tarefa "histórica" de recuperar Portugal e considerou que o futuro do país está ligado ao sucesso da governação e da sua liderança.

Já a minha avó dizia que "presunção e água benta cada um toma a que quer". Esta incompetente personagem acredita que vai ficar na história por bons motivos mas tudo o que deixará como legado será um país mais pobre, com menos capacidade para se desenvolver e com a sua soberania a valer menos que nada. A miséria que já criou e a destruição da economia que já produziu já custou o emprego e a miséria a muitos e cada dia que o deixarmos continuar a governar só agravará o que já está muito mau. Está mais que na hora de sair pela porta ou pela janela, mas de sair rapidamente.

1 comentário:

  1. Anónimo6/3/12 11:43

    Pois,que é para depois entrar o garçon da Goldman$Sachs,antónio borges ,num governo de bailout 'nacional'.Já vimos esse filme na Grécia e Itália.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo