terça-feira, abril 10, 2012

Os Artistas da mentira


O primeiro-ministro admitiu, numa entrevista ao jornal alemão “Die Welt”, que Portugal pode não regressar aos mercados em 2013 e lembrou que se for necessário está garantida a ajuda financeira do FMI e da União Europeia.

O ministro-Adjunto dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, garantiu que “Portugal está e vai conseguir cumprir o programa” da troika e que “em Setembro de 2013 voltará aos mercados”.

Há o discurso para estrangeiro ouvir e outro para enganar os portugueses. Embora tentem continuar a atirar areia para os olhos de todos nós, já é evidente que Portugal vai receber uma nova ajuda e com ela um novo acordo com a Troika o que equivale a mais sacrifícios, mais austeridade e mais perda de direitos . Podemos por isso esperar mais pobreza, desemprego, precariedade e miséria se nada for feito e os únicos que o podem fazer somos todos nós. Vem aí o 25 de Abril, o 1ºMaio e a Primavera Global com o dia 12 como epicentro de todos os protestos e todas as alternativas. Só com todos a ocuparem as ruas e os espaços públicos poderemos correr com esta canalha e derrubar este sistema e implantar uma democracia verdadeira em que a nossa palavra e os nossos desejos sejam respeitados.

7 comentários:

  1. Adoro. É com muito gosto que aqui venho e vou divulgando por amigos com pouco tempo.Acho esta moderna arte do melhor que tenho visto
    Clotilde

    ResponderEliminar
  2. Que este 25 de Abril seja de uma vez por todas de unidade à esquerda, entre todos aqueles que combatem o estado a que isto chegou.
    A democracia, a liberdade e a luta anti-facista não é monopólio de ninguém.

    ResponderEliminar
  3. ontem já era tarde

    ResponderEliminar
  4. Excelente video!

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=D_v5qyvLh68

    ResponderEliminar
  5. Não nos esqueçamos que ele, o Passos Coelho, só foi pró poleiro à custa das mentiras que proferiu durante a campanha eleitoral! Por que razão haveria de parar agora que ninguém lhe pode tocar?

    ResponderEliminar
  6. cartaz das próximas festividades:

    Alterar a constituição onde desaparece o capitulo dos direitos dos cidadãos excepto o de pagar impostos

    Exonerar os sindicatos

    Fechar todas as maternidades, hospitais publicos e escolas publicas

    privatizar todas as empresas publicas especialmente se forem rentaveis

    enviar o ouro do banco de portugal para a mamã merkel, se é que ainda lá existe algum, se houver deve ser algum "LAPSO"

    oferecer os bens do estado a moçambique e angola e vender outros para ajudar cavaco silva

    alterar o CIRS onde os membros do governo deixam de pagar impostos podem apadrinhar grupos de cidadãos a fim desses mesmos serem coagidos a pagar esses tais impostos em falta

    Alterar idade da reforma para no dia em que o trabalhador falece (morre a trabalhar assim sendo não gasta €€€€ á seg social.

    acabar com os feriados ferias e natal afinal se não há dinheiro também não são necessários os dias já ninguém acredita no pai natal mas pelos vistos ainda acreditam no coelho da páscoa durante e fora do periodo da páscoa.

    ResponderEliminar
  7. cartaz das próximas festividades:

    Alterar a constituição onde desaparece o capitulo dos direitos dos cidadãos excepto o de pagar impostos

    Exonerar os sindicatos

    Fechar todas as maternidades, hospitais publicos e escolas publicas

    privatizar todas as empresas publicas especialmente se forem rentaveis

    enviar o ouro do banco de portugal para a mamã merkel, se é que ainda lá existe algum, se houver deve ser algum "LAPSO"

    oferecer os bens do estado a moçambique e angola e vender outros para ajudar cavaco silva

    alterar o CIRS onde os membros do governo deixam de pagar impostos podem apadrinhar grupos de cidadãos a fim desses mesmos serem coagidos a pagar esses tais impostos em falta

    Alterar idade da reforma para no dia em que o trabalhador falece (morre a trabalhar assim sendo não gasta €€€€ á seg social.

    acabar com os feriados ferias e natal afinal se não há dinheiro também não são necessários os dias já ninguém acredita no pai natal mas pelos vistos ainda acreditam no coelho da páscoa durante e fora do periodo da páscoa.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo