quinta-feira, maio 17, 2012

O êxito de um governo


Durante muito tempo tenho chamado a este governo de incompetente mas hoje tenho de dar a mão à palmatória e dizer que estou errado. Quando vi os números do desemprego atingem novos recordes todos os dias e os desempregados já vão em mais de um milhão e para os jovens atinge os 36,2% e revi as declarações do Passos Coelho tenho de concluir que está a atingir todos os seus objectivos. O primeiro foi o de tornar os portugueses mais pobres, o segundo o de possibilitar às pessoas a oportunidade para mudarem de vida e se tornarem mais móveis e finalmente o de promover a emigração dos nossos jovens mais qualificados. Os meus parabéns ao Passos Coelho e sua trupe pelo êxito das suas politicas.

9 comentários:

  1. Ámen!
    Não nos admiremos se voltarem a ganhar as eleições - perante tantos êxitos!

    ResponderEliminar
  2. Há bem pouo tempo, recebia eu o email de um amigo, que dizia que este governo refundou a doutrina pedagógica de Salazar, pois há pessoas que morrem, mas permanecem no imaginarário de alguns, e tal doutrina defendia, agora, o seguinte: (A)Deus, Pátria e família. Errar é humano, permanecer no erro, ou recusar-se a assumir o erro, é intolerável. Na verdade, os números das estatísticas do desemprego, até nem expressam a realidade. Com efeito, há mais desempregados do que se possa eventualmante imaginar. Há aqueles que vêem no desemprego não um sinal negativo, um estigma, mas uma oportunidade, a este propósito, já encomendei uns óculos com 15 dioptrias, na iminência de melhor visualizar a realidade à minha volta. Só não vê, quem não quer...Eu faço parte irremediavelmente daquele grande grupo de portugueses que vê o país no seu melhor e que não existem problemas. À minha casa, já se dirijiram um conjunto de humildes peregrinos e peregrinas, buscar uma mensagem de conforto e de encorajamento para enfrentar os tempos difíceis desta terrível austeridade...

    ResponderEliminar
  3. Se deitarem uma olhadela ao Serviço Nacional de Saúde...é de fugir !
    Estes aldrabões irão deixar o país completamente destroçado.
    E ainda se gabam disso !

    Mas enfim, temos de ir pedir à "Virgem" que nos salve .

    ResponderEliminar
  4. Conhecem algum país na Europa onde o desemprego não esteja a aumentar? Se conhecem digam qual e se possível expliquem as razões de tal sucesso.

    Dizer que este governo refundou a doutrina de Salazar, é para rir? O Sócrates governou este país como quis durante muitos anos, levou-nos à ruína, já há quem lhe chame delinquente politico e vocês nada? Tirem lá as palas dos olhos e alarguem o vosso horizonte visual. Já agora Amén também. Andar a enganar o povo e ganhar eleições foi o que se passou com o PS.

    ResponderEliminar
  5. Quanto ao Kaos é melhor mudar de tática ou então de bonecos. É que quanto mais lhes bate...pior estamos!

    ResponderEliminar
  6. Ricardo B17/5/12 20:34

    linko-me ao kaos porque gosto de me rir e de saber o que vai acontecendo...
    bem q me ri agora com o comentário do anónimo defensor do gov. das 2 últimas msns...

    ENTÃO AGORA A CULPA DE ESTARMOS MAL É DO KAOS?!?
    se fosse um apreciador genuino da verdade teria 1º consultado os ficheiros e teria a noção clara de que, aqui sempre foi afirmado que Socrates e seus cúmplices tb eram culpados assim como o facto de que ele próprio provinha da JSD...

    ResponderEliminar
  7. "O ajustamento da economia está correr mais rápido que o previsto" dizem os comentadores do dinheiro. quanto mais desemprego, mais ´pressão sobre os salários de quem trabalho... e só com uma recessessão de muitos anos se destruirá o SNS, a Segurança Social, a Escola Publica. Eles sabem isso,não são incompetentes, é o seu projecto!

    ResponderEliminar
  8. Este Vítor Gaspar é uma espécie de Vasco Gonçalves da extremismo conservador e neoliberal. Está a tentar fazer passar a lei o máximo que pode do neoliberalismo, antes do seu governo levar o providencial e inevitável chuto.

    ResponderEliminar
  9. joaopft
    E o pior é que como sempre tem acontecido com as medidas que nos roubam direitos nunca são repostos pelos governos que os sucedem (talvez por também serem sempre novos governos de direita, enquanto as poucas boas (ou menos más) medidas tomadas pelos governos são imediatamente revogadas pelos novos.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo