segunda-feira, maio 28, 2012

Um ano de desgraça

 Há um ano que este governo tomou posse com o Passos Coelho como Primeiro Ministro e a desculpa do acordo da Troika para poder impor e praticar todos os roubos aos salários e direitos. Depois do Passos Coelho nos informar que o seu objectivo era empobrecer os portugueses rapidamente se percebeu que quem mandava não era o incapaz, mentiroso e impreparado Coelho mas o falinhas mansas Vitor Gaspar. Tecnocrata, ultrapassou a Troika pela direita sem respeitar nada nem ninguém tentando passar uma imagem de honestidade e competência. Honestidade que se desvaneceu logo que se percebeu que andava a cavar falsos buracos no orçamento para impor mais medidas de austeridade  e competência que se mostrou ser falsa quando se começou a ver que as suas previsões económicas estão sempre ultrapassadas mesmo antes das medidas que as procuram justificar entrarem em vigor. Isto sem falar da incompreensível politica de aceitar destruir toda a economia em nome do défice condenando tanto o futuro do país como o próprio cumprimento do défice com mais austeridade sobre a recessão. Os quinze por cento de desemprego, as falências, o crédito mal parado, o aumento da despesa pública e a redução das receitas prova-o.

5 comentários:

  1. força. há que malhar neles...

    abraço

    ResponderEliminar
  2. "O COISO é o melhor de entre os melhores", por isso ficou ao meio!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  3. Excelente! Parabens, Kaos!

    ResponderEliminar
  4. Quem vai convidar o senhor Balsemão para a festa privada bilderberg este ano?

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo