segunda-feira, maio 21, 2012

Uma comédia sem graça nenhuma


O chefe do Governo chamou à residência oficial o líder do principal partido da oposição antes da cimeira europeia informal que se realiza na próxima quarta-feira. “Este gesto retoma um clima de diálogo que tinha sido interrompido”, congratulou-se Seguro depois de quase duas horas reunido com Passos Coelho.

2 comentários:

  1. Lá se vão entendendo todos!
    Com o "COISO" a disparar, estando contabilizados todos os atingidos pelo "COISO" deve passar de um milhão, com a emigração a crescer (faz lembrar os anos sessenta e setenta) agora muito mais grave, com a queda abrupta do poder de compra pela brutal "desclassificação" da classe média, esta ministrada
    "actuante" e futuros candidatos
    não descem á terra, a esta "terra"
    que supostamente também é deles, ou será que vieram doutra galáxia para NOS EXPLORAR E ROUBAR???
    Tantos milhões que vão distribuindo uns pelos outros, inpunemente, tantas passeatas pela estranja, tanto bem viver e para isso há sempre e não falta!.....
    Fora o que mais se podia dizer!...
    Os "bonecos" como sempre são de excepção e não abdico da ortografia que aprendi em tempos, reconheça-se independentemente da ideologia, mais "sérios"!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  2. "Escreveu" Miguel Relvas que o Público faz "jornalismo interpretativo" que visa "construir um quadro narrativo inicial e tudo fazer depois para que a realidade se adapte a esse quadro".

    Caramba! O homem escreve bem! Com um caneco!... E ainda andam por ai a dizer as más línguas que é iletrado... O Sócrates que se ponha a pau, porque este senhor mostra que sabe botar discurso nas humanidades, enquanto o engenheiro tem que ir estudar o raciocínio filosófico para Paris.

    ;-) ... ;-)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo