sábado, junho 02, 2012

Pacto de Redenção


Portugal pode ter de entregar as reservas de ouro como penhor em futuros empréstimos europeus. O "Pacto de Redenção" é uma ideia que está a ganhar adeptos na Alemanha.
O nome em si já é suficientemente humilhante (Pacto de Redenção). Para agravar a situação, existe a perda da segurança psicológica criada na mente de gerações de portugueses com a pilha de ouro aforrada durante a guerra e a ditadura de Salazar.
Para vencer as actuais dificuldades, os países endividados do Sul da Europa, Portugal, Espanha, França e Itália, poderão ser convidados/obrigados a pôr as reservas de ouro e os tesouros nacionais como garantia de um plano de assistência e estabilização financeira de 3 mil milhões de euros que está a ganhar forma na Alemanha, em alternativa à criação de eurobonds e a chanceler Angela Merkel já prefere este pacto à criação de eurobonds.

Estranha forma esta de nos fazerem expiar os nossos pecados através da redenção ao Deus Merkle da ganancia, com ouro e tesouros. Mandar a senhora à merda não será boa ideia?

11 comentários:

  1. É uma afronta!
    por muito menos, países declararam guerra.
    Felizmente (para já) ainda vigora uma norma Europeia que proibe os países da Europa de empenharem as suas reservas de ouro para as suas despesas orçamentais e correntes. Por aí estamos salvaguardados, se não houver mais traições barrosescas ou outras.
    O preocupante também é que os defensores deste nojento "Pacto de Redenção" acham que nessa "redenção" devem também ser incluídos os tesouros nacionais (artísticos, ertc)
    Ou seja, já não bastam estarem a perder-se para sempre os tesouros particularesm fundindo-se para barras de ouro e "exportando" a ourivesaria insubstituível dos haveres das famílias,desaparecendo para sempre obras de arte e de tradição imemorial, querem agora lançar as garras aos tesouros colectivos dos países do Sul. Os instintos nazis e totalitários afinal ficaram sempre latentes. Simplesmente a pilhagem quer-se agora de foro aparentemente "legalizado"!
    Mas aposto que o nosso obediente amestrado ainda vai dizer que sim a mais esta aberração!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Anónimo2/6/12 15:50

    E ainda por cima, temos de usar bandeirinha na lapela... que isto de ser facholas tem os seus portantos...
    Querem ver, que ainda me obrigam a andar com bandeirinha na lapela...
    Balha_me Nossa Senhora...

    ResponderEliminar
  3. Eu sugiro que em vez do ouro (segundo alguns está guardado no cofre-forte da reserva federal americana) os alemães levem o Cristiano Ronaldo e sua puta amestrada, o Mourinho e sua arrogância, a Marisa (já não temos Amália) e o cabrão do marido, o Passos Coelho e sua camarilha de bandalhos (pode também levar as Doce), podem também levar (não fazem cá falta nenhuma) as igrejas e outros monumentos pertencentes ao clero, a estátua do Eusébio (o dito de carne e osso ainda dá lições de humildade a muitos craques, por isso não prescindimos dele), podem levar também o Rui Rio e o Meneses e respectivas vacas, e já agora levem também o Palácio de Belém e S.Bento. Este espólio todo e mais algum que agora não me recordo, dava, tenho a certeza, para colmatar a hipoteca. Mas por favor, deixem o ouro em paz.

    Abraço a todos, bom fim de semana e dêem umas valentes quecas.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo2/6/12 17:03

    Cada vez é mais evidente que há uma verdadeira guerra de saque. Os governos que aceitam tais submissões passam a ser marionetas nas mãos destes vampiros.
    E ainda dizem que o capital não tem pátria...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo2/6/12 17:45

    NAO HA NINGUEM QUE ORGANIZE UM ABAIXO ASSINADO PARA EXIGIR A COMUNIDADE EUROPEIA UMA INDEMNIZACAO A PORTUGAL, PELA DESTRUICAO E DESORGANIZACAO DO SEU TECIDO PRODUTIVO: INDUSTRIA, AGRICULTURA, PESCAS, ETC.? DEVERIAMOS CONTRAPOR A DIVIDA A INDEMNIZACAO QUE NOS E DEVIDA, E SAIRMOS DO EURO E RESTABELECER O ESCUDO COM A COTACAO EM RELACAO AO EURO QUE TINHA A DATA DA ADESAO.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo2/6/12 20:37

    Quem não tem dinheiro não tem vícios.......não sabemos criar riqueza...gastamos mais do que o que produzimos.....estamos falidos......somos uns desgovernados..os credores estão no seu pleno direito de exigir as garantias que entenderem para continuar a manter desgovernados e caloteiros....o ouro foi herança do Sr. Salazar, o ultimo grande governante e defensor da pátria.

    ResponderEliminar
  7. Que afronta! E o pessoal deixa? Nós é que somos uns merdas!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo3/6/12 01:58

    sol nascente é ke tem razão
    pois e o mais certo é nem haver ouro pois já o devem ter levado (já la foram ver para crer ou só se fiam nos papeis?) levem o mario soares e o almeida santos a selecção que só serve para gastar € O CHERNE ESSE TRAIDOR DO CARALHO DEVIA-LHE NASCER UM PINHEIRO NO CU PARA VENDER PINHAS Á MERKEL

    ResponderEliminar
  9. Anónimo3/6/12 01:58

    ENTREGUEM O VATICANO E O PAPA Á MERKEL ESSE ESTÁ CHEIO DE OURO ATÉ O CARALHO

    ResponderEliminar
  10. Anónimo3/6/12 05:16

    Estou completamente siderada com tudo isto! Todos os dias mais uma dose de indignação... Li os comentários e concordo também com todos. Há tanto dinheiro desperdiçado na máquina do Estado... Há tanto graúdo a roubar e a fazer de nós parvos. Mas os processos contra eles arrastam-se até que prescrevam. Saem deles frescos e fofos quais donuts gordos e redondos! Vendeste a casa que tanto te custou a comprar e que já estava paga com muito suor do teu esforço? Azar o teu... Pagas uma pipa de mais-valias que te consolas. Não queres pagar? Os pequeninos com dívidas ao Físco? São loucos? Penhoram-te tudo, desde o carro ao gato. Só te safas se roubares vários milhões, já sabes! Ai Portugal, Portugal... Venderam-te à Europa por um prato de lentilhas, como ao outro das Escrituras...

    ResponderEliminar
  11. Anónimo3/6/12 20:01

    Se o dinheiro veio do Salazar e da Guerra então não é nosso. É ouro fascista. Entreguemos o ouro aos alemães.

    Palhaço!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo