quarta-feira, julho 25, 2012

Burro-crato


Este começou por não saber que consequência teriam as suas medidas no despedimento de professores e confessou-o no parlamento, agora que esse número se torna real até o ministério recua e dá ordem para  as escolas evitarem os horários zero. Imagino a confusão que não irá por esse país, com reformas curriculares, turmas e horários de professores num pandemónio. Se nas escolas ninguém se deve entender imagino que no Ministério a coisa deva ser ainda mais confusa.
Estava na hora de este Demo-Crato, tão acertivo sobre a avaliação, (tirando a do Relvas), fizesse a sua auto-avaliação e concluísse que estava reprovado e se demitisse. Certamente que professores e pais há muito que o chumbaram.

7 comentários:

  1. Saudades Salazarentas...

    Com colegas ministros dótores de meio exame.

    A montanha vai parindo ratos...

    ResponderEliminar
  2. Se como diz o primeiro ministro estar desempregado não tem que ser visto como um estigma e pode até representar uma nova oportunidade para uma pessoa se lançar noutra actividade, pois, também quem faz estes bonecos não tem que sentir isto como um estigma nem se sentir diminuído por causa disso. Pode até ver a situação como uma oportunidade de ganhar algum ou até de fazer carreira. Não é verdade, Kaos?!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo das 09:50

    A minha vida é outra e não ando à procura de carreira nem a tentar ganhar algum com estes bonecos. Faço-o porque é a minha forma de mostrar a face destes políticos e de como não merecem nenhum respeito da nossa parte. Nem tudo na vida é dinheiro e fama.

    ResponderEliminar
  4. ahahahaha! agora fizeste-me rir!

    ResponderEliminar
  5. Antes de de ser ministro tinha alguma estima por este personagem que aperecia em alguns programas sobre ciencia.
    Agora até a sua face mudou e pareceme um qualquer vilão de um filme de terceira categoria.

    ResponderEliminar
  6. Até podia estar lá o Dai Lai Lama, seria da mesma forma criticado. Quem é do bota abaixo, nada lhe serve!

    ResponderEliminar
  7. Eu, por mim, chumbei-o logo que li aquele miserável livro do Eduquês... Tirei-lhe logo o retrato1 Mas estes parvos deste portugueses e estes parvos destes professores gostam de ser enganados... Que se há de fazer?!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo