quinta-feira, julho 05, 2012

Mais uma licenciatura à pressão


Relvas entrou para o curso da Lusófona em Outubro de 2006, já depois de ter sido secretário de Estado da Administração Local no Governo de Durão Barroso, e obteve o diploma em Dezembro de 2007.
"Tirei o curso de Ciência Política e Relações Internacionais na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Lisboa, depois de ter frequentado, na década de 80, os cursos de Direito e História".
Contudo, que apesar de Relvas ter anteriormente frequentado os referidos cursos, apenas tinha concluído uma cadeira, com a classificação de 10 valores. Felciano Barreiras Duarte, atual secretário de Estado de Relvas, era professor do curso de Relvas na Lusófona.

Muito se falou da licenciatura, (com inglês técnico e tudo feita por fax), do Sócrates e agora chegou a vez de se saber que afinal não foi o único a licenciar-se de forma estranha. O Relvas, fez num ano aquilo que outros não conseguem fazer em três anos. Justifica-se falando da sua experiência e do seu percurso académico anterior, mas em duas estadas na faculdade ter feito uma única cadeira com 10 valores não é grande currículo. Por mim um governante até podia só ter a quarta classe se fosse um bom governante, mas esta espécie de gente gosta muito de ser tratado por doutores, nem que seja da mula russa.
Foi o caso da espionagem, depois o dos jornalistas do Público, mais o metro do Porto e agora a Licenciatura. Este Relvas é um cadáver politico que só não foi ainda enterrado porque o Passos Coelho é um Primeiro-ministro sem qualquer qualidade. Demita-se.

7 comentários:

  1. Anónimo5/7/12 00:29

    Kaos, sou por norma um critico das tuas montagens......mas esta gostei....muito boa e a merecer mais desenvolvimentos.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo5/7/12 06:51

    Nesta nação de burros e idiotas, este dr.está muito bem,para o povo que tem.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo5/7/12 09:28

    Pode considerar-se que esta anedota tem o diploma pelas "novas
    oportunidades"!
    Sendo assim muitos outros também deviam ter direito pelo bom trabalho que prestam!
    As TETAS são tantas que também quero mamar!
    Aldrabões, mentirosos, corruptos!
    Poucos ou nenhuns escapam!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo5/7/12 10:52

    VOCES BEM QUEREM AGARRAR O RELVAS ATÉ O FAZER TOMBAR!
    MAS PARA ISSO EVENTUALMENTE PODER VIR A ACONTECER VÃO TER QUE QUE O AGARRAR PELOS "TOMATES" PORQUE ELE É MUITO DURO DE ROER!

    PREOCUPEM-SE COM COISAS BEM MAIS IMPORTANTES

    ResponderEliminar
  5. Anónimo5/7/12 12:06

    Isto é só a ponta do icebergue.
    Toda esta gente do governo, AR, câmaras, juntas, colaboradores, secretários, deveriam ser avaliados permanentemente e prestarem provas como os restantes para que não andem por aí sem trela a fazer o que lhes dá na cabeça.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo5/7/12 19:31

    Concordo com o anónimo das 12.06.

    E vamos vêr quanto tempo vai durar este governo que entrou com dentes de leão e, espero, vá acabar em breve, corno mansinho!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo9/7/12 20:39

    Não tenho palavras para descrever a revolta que sinto com estas licenciaturas de um ano. Tive que estudar 6 anos, exigidos pelo ministério da educação (e nunca chumbei ano nenhum) para tirar uma licenciatura em Educação de Infância,para a qual tive de trabalhar muitas horas para conseguir pagá-la.É uma vergonha... e mais não digo embora me apeteça, só por uma questão de educação.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo