domingo, setembro 09, 2012

DEMO cRATO


Foi a minha amiga Margarida AZ quem me chamou a atenção para o nome de Crato poder ser lido como cRATO. Já antes lhe chamava DEMOCRATO por ideia sua  e creio que DEMO cRATO o define muito melhor. Quanto à razão do boneco é para pedir a todos que não deixem que a afirmação deste cRATO, de que estava convencido que os professores não irão contestar os 40 mil despedimentos feitos este ano e os outros que já promete para o futuro, passar sem irem para as ruas contestar e contestar como o fizeram contra a sinistra ministra. Uns porque já perderam o trabalho, outros porque o vão perder, outros por solidariedade com os que o perderam e todos em defesa de uma verdadeira escola pública e democrática. Já chega de resignação, de bovinidade e de falta de solidariedade. É hora de agir, de abanar o sistema e de o derrotar. É disso que depende o nosso futuro. Se os sindicatos não o querem ou sabem fazer que o façam os professores. Eu estarei lá com eles.

7 comentários:

  1. Anónimo9/9/12 23:01

    se o lema actual é "oh tempo volta para trás"

    aliás sempre foi mesmo foi o lema dos fachos

    interessa manter o povinho entupido, rtp2 acabe-se com isso, acabe-se com os professores = acabar com o ensino e num futuro próximo só quem tem eurito é que tem canudito.

    ResponderEliminar
  2. A MimMe Parece10/9/12 00:06

    Para que queres tu o "canudito"?Não é num futuro próximo, já hoje. É para justificares a tua indisposição para "ofícios mecânicos", para meteres a mão na massa, para dobrares a espinha? Um verdadeiro calão não necessita de recorrer a essas bengalas.

    ResponderEliminar
  3. Vamos lá a repor a verdade: dos professores que estavam contratados em 2011/2012, 5147 deixaram de o ser. Muito longe dos 20 000 que a FENPROF anunciava. Os outros 38 mil candidatos não eram contratados. Uns eram desempregados, outros recém licenciados que concorriam pela primeira vez. Não há ninguém que confronte o aldrabão do Mário Nogueira com estes números??
    Mas o que interessa é isto: estes professores fazem falta? Fazem tanta falta como os 40 generais que temos, mais os 600 coronéis e por aí fora...
    É com esquerdas destas que o país está completamente na merda. A vaca não dá leite para todos.
    Uma esquerda que propagandeia aldrabices destas não se distingue da direita, é tudo farinha do mesmo saco.

    ResponderEliminar
  4. Lá no meu modesto blog sempre foi tratado por (C)rato! Que é o que ele é um RATO de matemateca...

    ResponderEliminar
  5. MJB

    Senhor anónimo "Mas o que interessa é isto: estes professores fazem falta? Fazem tanta falta como os 40 generais que temos, mais os 600 coronéis e por aí fora..."
    Não fale do que não sabe!! E com esta leviandade! É claro que muitos destes professores fazem falta. Estão no desemprego porque houve diminuição da carga horária das disciplinas, a abolição de outras, o aumento de alunos por turma,a abolição de turnos em certas disciplinas de carater prático... O problema não é só o desemprego, é a diminuição da qualidade do ensino em Portugal. Sou professora efetiva, tenho horário, não sou de esquerda. Como cidadã não posso concordar com esta política.

    ResponderEliminar
  6. as maravilhosas politicas de educacao que tivemos nos ultimos 20 anos produziram as nossas actuais elites politicas sra professora. Se isso nao chega para corar de vergonha ao menos que sirva para reflexao - ate porque o preco que os contribuintes pagaram está à mostra

    ResponderEliminar
  7. matemateca,?! termo engraçado que revelador dum nível cultural pequenino ou mesmo piquinino... ou simplesmente de uma inteligência de galinácea. Foi por saberem tão pouca matemática que os nossos governantes nos meteram onde estamos. Junte-se ao Mário Soares que ele também nunca gostou de contas.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo