domingo, setembro 09, 2012

Nem santo, nem honesto, nem sério


Antes de ir para o governo o CDS criticava qualquer aumento de impostos, no governo sempre votou a favor do seu brutal aumento e até tem contribuído com ideias e acções para o agravamento do IRS. Agora que as contas começam a correr mal veio, qual santinho dizer que não aceitaria mais qualquer aumento. Agora que o Passos Coelho veio à televisão anunciar mais um brutal aumento de impostos que pensa fazer o CDS? Tentar disfarçar dizendo que não foram impostos o que foi aumentado ou baixar a cabeça e aceitar?
Muito gosta o Paulinho das Feiras de se fazer de bonzinho, que quer ajudar os mais pobres e os pensionistas, mas não é nem santo , nem honesto, nem é sério. Est aumento de imposto é mais uma prova da sua hipocrisia.


10 comentários:

  1. Portas está mas é agarrado pelos submarinos, não é por acaso que se calaram, os do CDS, quando a história foi desenterrada. Há uns documentos que a Alemanha só manda para cá se o Portas não fizer a vontade a Merkel...

    E é apenas por isso que Portas não pode agora fazer aquilo que planeou fazer, quando disse, no ano passado, que assinava o memorando condicionalmente. O que Portas planeou fazer foi dar uma punhalada pelas costas a Coelho, quando a assombrada barca governamental começasse a meter água.

    Mas agora não pode. Coitadinho! Vai ao fundo, vai, junto com o resto da coelheira...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/9/12 00:47

    Deixa-te de merdas e conversas de ir ao cú pá!
    Estou farto de ser roubado pelos políticos, e pela esquerda, e pela direita!
    O país tem regiões autónomas, distritos, áreas urbanas, comunidades intermunicipais, comissões de coordenação e desenvolvimento regional, concelhos, freguesias, empresas municipais, empresas intermunicipais, empresas do estado, RTPs, RDPs... mais de 100.000 gajos da política a mamar na puta da porca e eu a pagar! Foda-se! Se cada cabrão destes custar 1.000 €/mês são mais de 100.000.000 €/mês, 1.200.000.000 €/ano. Se juntarmos a isto as putas das obras que não servem para nada excepto para roubarem dinheiro através das empreitadas nem sei onde o número vai parar....
    Estou farto de pagar para sustentar subsidiados que nunca pagaram um caralho em descontos para o Estado, e que ainda têm a puta da lata de dizerem que ganham pouco em vez de dizerem OBRIGADO!
    Estou farto de sustentar os Mexias, os Belmiros, os Amorins, os Espíritos Santos, e agora mais os CHINESES!
    O país é governado como se para levar uma informação do Terreiro do Paço a Bragança fosse preciso mandar alguém a cavalo, e em caso de urgência um pombo correio... meia dúzia de distritos para governar 10.000.000 de gajos é mais do que suficiente! 50 deputados chegam e sobram! Os Ministérios e a Função Pública têm de trabalhar e com competência! Quem não quer, putas! Caralho que o foda e vá-se embora!
    Baixem-se os impostos, cruzem-se as bases de dados, e ponham-se todos a pagar duma vez por todas! Foda-se!!!!
    Quem não quer trabalhar, que não trabalhe! Mas não recebe um cêntimo de subsídio!
    Golpadas com SCUTS, autoestradas, concessões, empréstimos bancários, nacionalize-se o património dos cabrões e encanem-nos a todos!!!!!
    Porra! porra! porra! Foda-se, foda-se! foda-se!!!! estou farto desta merda toda caralho que os foda a todos!!!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo9/9/12 05:40

    Com tanta caralhada, já deves ter pelo menos 2 subsídios de Natal...!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo9/9/12 08:56

    A indignação do anónimo das 00.47 é a minha e a de milhões de portugueses que neste momento estão a caminho do precipício!
    É também a de Kaos que pelos seus admiráveis post, e sem medo, (segundo se consta o SIS anda em força talvez pior que a PIDE),só que uns exprimem-se de uma maneira, outros de outra e outros engolem e assim sendo estes últimos nem por isso!
    O que era urgente, ontem já era tarde, era que se começasse a "guerra" necessária, todos unidos num só (a exemplo dos Espanhois e Gregos que muito admiro), que CORRESSE com toda esta CANALHA que nos domina a cada dia que passa, não se vislumbrando a médio ou longo prazo uma saída!
    Apesar disto, quero querer que a vida tem ciclos que se cumprem naturalmente e que tem que haver uma SAÍDA para todos NÓS os pagantes e lógicamente os que mais sofremos com todo o desvario desta maldita gente que nos domina "custe o que custar"!...
    ÂNIMO ATÉ À VITÓRIA FINAL!
    OS TRISTES DERROTADOS VÃO SER "ELES"!...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo9/9/12 09:18

    Este incoerente oportunista aqui transformado em "esta" e a gozar o panorama no Brasil (que se está cagando, desde sempre, para os eternos subservientes), não quiz comentar o "discurso directo" do MESTRE que condenava o País a mais miséria!
    Não era altura própria,dizia "ela"
    o que lhe interessou, naquele momento, foi aproveitar as comemorações naquele país, com aquela carinha de parvo alegre (BEM DIFERENTE DO FALECIDO IRMÃO) para mais uma vez se "promover" e viajar à custa da nossa "cara", passando para segundo, terceiro ou quarto os PROBLEMAS REAIS deste País!
    Está este CHEIO DE IMBECIS como ele ou ela , como lhe queiram chamar!...
    Resta-nos, de momento, o protesto e a indignação bem como O VÓMITO E A CAGADEIRA!...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo9/9/12 09:51

    LUÍS SILVA
    O Povo ainda não reparou que isto não é um Governo mas sim uma SEITA GOVERNAMENTAL ???
    É certo que estamos a pagar o que foi destruído no governo de Aníbal Cavaco Silva como 1º. ministro, em que Mira Amaral foi ministro da industria, agricultura e pescas. Acabando assim com a produção do nosso País.
    Não contentes ainda, estão a acabar com o resto da economia, no caso do BPN e outros.
    Mas a culpa é dos ignorantes e «cegos» eleitores que votaram neles, indo na cantiga dos falsos e prometedores discursos mentirosos e ardilosos desta seita que nos governa.
    Democraticamente temos de os aguentar até novas eleições. Caso contrário teremos de agir como foi em 24/25 de Abril de 1974, mas desta vez SEM CRAVOS.
    ABRAM OS OLHOS... Já é tempo a mais.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo9/9/12 11:33

    Começa a ser absolutamente impossível comentar o que se passa à nossa volta, e assistir ao assalto perpetrado pelos agentes do estado (ou seja TODA a escumalhada da política incluindo os da quinta da Atalia) ao nosso bolso, sem usar muito calão para dizer o que nos vai na alma.
    Quem sofre de hipersensibilidade a alguns textos, ou é completamente parvo, ou tem interesses neste estado de coisas. É evidente que comem todos da mesma panela: até há consensos instantâneos quando o assunto são os menus do restaurante da assembleia da república.
    Não tenho paciência para moços de recados de capitalistas, nem «operários» que não sabem o que é sujar as mãos há 40 anos, os sindicalistas aqui na empresa (com uma única excepção!) são os maiores calões e parasitas que conheci.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo9/9/12 12:48

    Eh, nem santo nem honesto, e mais o travesti ...

    ResponderEliminar
  9. Em resposta ao anónimo das 9/9/12 00:47:

    Deixa-te de lamentos e, queres mudar alguma coisa, vota em quem nunca esteve no poder: BE e PCP. Vocês andaram estes anos todos a votar nestes ladrões e corruptos, e agora vêm para aqui derramar lágrimas e dizer que a culpa é dos políticos. Alguém os pôs lá, e quem os pôs lá que ponha a mão na consciência e assuma a sua quota parte de culpa.

    E se não concordam com a ideologia do BE e do PCP, em vez de votarem sempre nos mesmos criem um novo partido e deixem-se de tretas!

    ResponderEliminar
  10. Há uns gajos que têm mesmo de trabalhar, educar os filhos, e ainda dar assistência aos velhotes. Por isso como não têm tempo, nem têm herança para poder andar na moinice, não conseguem formar um novo partido político.
    Percebeste pá?

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo