quinta-feira, outubro 04, 2012

O roubo continua


Vítor Gaspar admitiu um enorme aumento de impostos e anunciou novas medidas de austeridade. A grande novidade é a sobretaxa de 4% no IRS. As mexidas no IRS não ficam por aqui e o número de escalões vai diminuir dos actuais 8 para apenas 5. Também se mantêm o corte de um subsidio para os trabalhadores da função pública e reformados.
 
Já não vamos pagar na TSU mais 7% mas vamos pagar mais que isso em IRS. Não rouba com uma mão, rouba com a outra. A questão está que, se já havia muitos a quem a austeridade estava a atirar para a miséria, muitos outros acabarão inevitavelmente por lá cair. Não se compreende que haja um governo que governe para os números esquecendo os cidadãos e acabe por mostrar sempre números muito piores. Os números do défice, recessão e desemprego são corrigidos para pior de dois em dois meses e servem para justificar mais e mais austeridade. Porra, já chega. Só espero que os portugueses não se calem e corram urgentemente com esta canalha. Se a economia do país não aguente os portugueses muito menos. Já não há guito.

7 comentários:

  1. Alguém me pode indicar onde fica o páteo da Galé?

    ResponderEliminar
  2. Comentaram na SIC que os deputados trabalhavam na AR de manhã e eram advogados dos grupos que depenaram o País à tarde. Isto está errado. Não é bem assim, os deputados não trabalham na AR de manhã! 2ª feira não bulem, 3ª, 4ª e 5ª a partir das 14h, 6ª feira, 9h.. que deve ser para começarem o fim de semana a seguir ao almoço

    ResponderEliminar
  3. Alguém quem leia este comentário e tenha conta na facebook, tente explorar a ideia de se organizar outra grande marcha como foi a do dia 15 de Setembro, para novamente chamar a estes governantes (e especialmente o Gasparzinho incompetente) aquilo que são: uns gatunos!

    É que parece que estes miseráveis não entenderam a mensagem e até já clamam que o povo português é o melhor do mundo, pelo facto de ter participado naquela manifestação (do dia 15 de setembro).

    Por favor, tentem o dia 13 de Outubro ou o dia 20. Terá de ser um protesto nacional, igual ou melhor que o dia 15.

    Já não há paciência para ouvir o Gasparzinho, nem aquele gordo chamado Carlos Abreu de Amorim.

    ResponderEliminar
  4. UMA TOMATADA no páteo da Galé (diga-se RALÉ que é mais justo) está fora de questão os gajos do SIS leram 2 post atrás e declararam cerimónia perigosa então vão botar discurso mas é vedado á população e assim os tomates não chegam lá e no fim lá vão todos comemorar o ultimo feriado da republica com uma brutal almoçarada em Belém que este ano também deve estar interdito á população afinal aquilo é del-rei cavaco e a partir do ano vão criar um feriado que é o del-rei dom cavaco e sua pobreza (de reforma) dona maria de belém (do palácio)

    liguem na rtp1 que lá está a dita a subsidiar com €uros publicos mais uns toureiros ganadeiros e outros paneleiros onde até as mulas (de 4 patas) são picadas nos 4ºos traseiros pois é tradição sairem em corrida da arena se fossem picar mas era as nalgas do relvas e do borges isso é que era de homem.

    ResponderEliminar
  5. Antigamente quando começamos a ter a liberdade de ter o direito á greve um gajo ia para o trabalho cruzava os braços e dizia não faço nenhum estou de greve ou levamos os comboios servimos a população mas não picamos ou cobramos bilhetes agora não têm um fundo para os dias de greve a populaça que se foda a gente até faz as greves mas nem meta cá os penantes e até as fazemos junto aos fins-de semana e se tiverem feriado antes melhor (não sei se já repararam mas quando tem feriado a sexta ou segunda é certinho greve quarta e quinta ou terça e quarta nunca viram isso? e são gajos que ganham bons oredenados com transportes gratuitos para eles e familia uma empresa de luxo sempre com prejuizo por isso será que nunca ouvi dizer ao governo que iriam privatizar a CP. 'SE DÁ PREJUÍZO FICA P´RO ESTADO PAGA O POVINHO' E MAIS NÃO DIGO SOBRE ISTO!!!

    ResponderEliminar
  6. Agora andam nos a gabar para ver se recobram confiança...
    Esses porcos nojentos!
    Somos nós que lhe deitamos a comida para as pias onde eles se lambuzam todos,e se nós não quisermos esses javardos ficam sem mama!FsDP!
    Não nos deixemos enganar por esses paninhos quentes e graxa mal cheirosa que eles usam!

    ResponderEliminar
  7. Equidade fiscal

    Era uma vez dez amigos que se reuniam todos os dias numa cervejaria para beber e a factura era sempre de 100 euros. Solidários, e aplicando a teoria da equidade fiscal, resolveram o seguinte:

    - os quatro amigos mais pobres não pagariam nada;
    ...- o quinto pagaria 1 euro;
    - o sexto pagaria 3;
    - o sétimo pagaria 7;
    - o oitavo pagaria 12;
    - o nono pagaria 18;
    ...- e o décimo, o mais rico, pagaria 59 euros.

    Satisfeitos, continuaram a juntar-se e a beber, até ao dia em que o dono da cervejaria, atendendo à fidelidade dos clientes, resolveu fazer-lhes um desconto de 20 euros, reduzindo assim a factura para 80 euros.

    Como dividir os 20 euros por todos?

    Decidiram então continuar com a teoria da equidade fiscal, dividindo os 20 euros igualmente pelos 6 que pagavam, cabendo 3,33 euros a cada um. Depressa verificaram que o quinto e sexto amigos ainda receberia para beber.

    Gerada alguma discussão, o dono da cervejaria propôs a seguinte modalidade que começou por ser aceite:
    - os cinco amigos mais pobres não pagariam nada;
    - o sexto pagaria 2 euros, em vez de 3, poupança de 33%;
    - o sétimo pagaria 5, em vez de 7, poupança de 28%;
    - o oitavo pagaria 9, em vez de 12, poupança de 25%;
    - o nono pagaria 15 euros, em vez de 18.
    - o décimo, o mais rico, pagaria 49 euros, em vez de 59 euros, poupança de16%.
    Cada um dos seis ficava melhor do que antes e continuaram a beber.

    No entanto, à saída da cervejaria, começaram a comparar as poupanças.
    -Eu apenas poupei 1 euro, disse o sexto amigo, enquanto tu, apontando para o décimo, poupaste 10!... Não é justo que tenhas poupado 10 vezes mais...
    - E eu apenas poupei 2 euros, disse o sétimo amigo, enquanto tu, apontando para o décimo, poupaste 10!...Não é justo que tenhas poupado 5 vezes mais!...

    E os 9 em uníssono gritaram que praticamente nada pouparam com o desconto do dono da cervejaria.

    "Deixámo-nos explorar pelo sistema e o sistema explora os pobres", disseram. E rodearam o amigo rico e maltrataram-no por os explorar.

    No dia seguinte, o ex-amigo rico "emigrou" para outra cervejaria e não compareceu, deixando os nove amigos a beber a dose do costume.
    Mas quando chegou a altura do pagamento, verificaram que só tinham 31euros, que não dava sequer para pagar metade da factura!...
    Aí está o sistema de impostos e a equidade fiscal.
    Os que pagam taxas mais elevadas fartam-se e vão começar a beber noutra cervejaria, noutro país, onde a atmosfera seja mais amigável!..."

    [David R. Kamerschen, Ph.D. -Professor of Economics, University of Georgia

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo