quinta-feira, novembro 15, 2012

Escolher um lado da Barricada


Ontem a CGTP fez o seu comício em frente da Assembleia da Republica e depois de cantar o hino, coisa que me parecia desnecessária sobretudo num dia em que a greve geral afectou mais seis países da Europa, mandou todos para casa. Foi um ver as bandeirinhas vermelhas a correr para a saída. Não Gostei.
Já na conferencia de Imprensa, o Arménio Carlos, depois de demarcar a CGTP da violência que aconteceu, esteve bem quando lamentou os factos ocorridos mas não condenou os manifestantes, afirmando que embora não concorde com esse tipo de luta não lhe compete a ele criticá-la.
Já pior esteve o Ministro Miguel mkacedo, primeiro garantindo à CGTP que conta com eles e que não lhe atribui nenhuma responsabilidade naquilo que aconteceu. Depois quando falou que os problemas existiram porque estavam na Assembleia cinco ou seis profissionais da violência e dá os parabéns à polícia que correu à bastonada milhares de manifestantes. Porque permitiu que a situação do arremesso de pedras durasse todos aquele tempo? Porque não deteve esses cinco ou seis e preferiu bater em milhares que não praticaram qualquer acto de violência? É isto a boa e competente actuação policial? Porque andaram pelas ruas de Lisboa a deter pessoas mesmo que nem tenham estado na manifestação? Porque cercaram grupos de pessoas em esplanadas mesmo não tendo qualquer razão para os deter? Porque, no dia seguinte à visita da Frau Merkel houve actos de violência num protesto dos estivadores e outra vez ontem?
O mal não está só nos homens que nos governam, o mal está no sistema corrupto e que trabalha a soldo dos grandes grupos económicos e dos mercados. Não há dois lugares para se estar, dentro do sistema a pactuar com ele, ou fora recusando servir os seus interesses. Há que escolher. Quando as posições se extremam há que escolher a barricada onde queremos estar. A CGTP brevemente vai ter de optar.

19 comentários:

  1. Sim, desmarcar-se daquela vergonha de polícias à bastonada em pessoas que estavam apenas a ver, é uma estupidez. Quanto muito poderia ter dito que a actuação da polícia foi dura e provocou violência desnecessária e gratuita.
    Pior foi ver o mesmo corpo de intervenção a desfilar na Rua de São Paulo, do estilo «Robocop - Parte VI» e o ministro Goebbels de Braga a dizer-se chocado por mencionarem o facto de estarem polícias à paisana no meio dos manifestantes.

    CGTP não poderá controlar o desespero e a vontade de atirar com tudo ao corpo de intervenção, nem a vontade de acabar fisicamente com qualquer ministro ou membro do governo, ou mesmo deputado da coligação. Ou param de vez com a representação teatral de má política ou sofrem as consequências.

    ResponderEliminar
  2. E porque é que os manifestantes não impediram que do seu seio se atirassem pedras? Anjinhos? Nem no céu. Vai dar música a outro.

    ResponderEliminar
  3. OOOO Bardamerkel, eu estava lá e achas que tenho de ser eu a fazer o trabalho dos choques ?

    Porque não foste lá tu, impedir que se atirassem pedras ?

    ResponderEliminar
  4. Zé da esquina15/11/12 17:12

    ...e enquanto a "coisa" for com pedras.....
    Falta pouco para passar à bastonada de um lado e outro e algo mais, os 10% de aumento às polícias estão a surtir efeito. Continuem a dar-lhes beijinhos e abraços. A coisa promete, ai promete promete.....

    ResponderEliminar
  5. ISTO JÁ FALTOU MAIS, EM BREVE A POLICIA FOGE DO POVO, ELES NÃO DEVERIAM ACTUAR COMO ACTUARAM, NÃO ESQUEÇAM QUE VÃO SER AUMENTADOS 11%

    ResponderEliminar
  6. Zé da esquina15/11/12 17:16

    Quanto ao Arménio e por muito que custe a muito boa gente, isto não vai lá com parlapié. Uma coisa vi eu, o Otelo também por lá andou, BOAAAAAAAAAAA.

    ResponderEliminar
  7. Ainda estou para saber onde há mais violência. Se nos que mandam pedras, se nos que mandam bastonadas ou se naqueles que nos esmifram até ao tutano...
    Estou mais inclinado para os últimos, que efectivamente são quem nos bate mais. Os outros só reagem, e esta reacção não me parece assim tão mal, pois se não há dinheiro para dar de comer aos filhos...
    Mas os que lá vi a atirarem pedras eram uns putos. Estudantes, talvez, que sentem os sacrifícios dos pais para os manterem lá a estudar. E fartaram-se de palavras. Que por muito bonitas que sejam, não alteram em nada o que pensam os que nos desgovernam, porque a intenção deles é mesmo e apenas, esmifrar-nos. Por isso, e sabendo-se que para uma acção há sempre uma reacção, parece-me tudo normal para uma manifestação.

    ResponderEliminar
  8. É o fascismo aí no seu esplendor...
    Lá no meio da multidão há policias que estão lá para iniciar o ataque aos proprios policias,para depois dizerem que houve individuos a fazer e a acontecer...

    ResponderEliminar

  9. Teoria da conspiração... poupe-nos ao seu comentário.

    O QUE EU VI COM OS MEUS OLHOS FOI UMA CAMBADA DE ARRUACEIROS DE CARA TAPADA, MEMBROS DE ALGUMA CLAQUE FUTEBOLISTICA A ATIRAR PEDRAS, GARRAFAS INCENDIARIAS, INSULTOS, PROVOCAÇÕES AO POLICIAS QUE PACIFICAMENTE DURANTE 2 HORAS AGUENTARAM AQUILO TUDO.

    E QUANDO AVANÇARAM DERAM PRIMEIRO O AVISO, QUEM QUIS CONTINUAR APANHOU.

    FASCISMO E QUERER IMPOR OS SEUS IDEAIS ATRAVES DA VIOLENCIA, E ALGUNS COMENTADORES DESTE BLOGUE ESTAO A CONTRIBUIR MUITO PARA ISSO

    ResponderEliminar
  10. Não foi nada disso!
    Eu acredito nas palavras da Fátima Campos Ferreira que «lá no fundo, no fundo»... como ela diz, as coisas acabam como no seu programa «Prós e Contras»... ou seja, os manifestantes despem a farda de manifestantes e vestem as armaduras dos polícias de choque; e a polícia faz o mesmo.
    A Fátima Campos Ferreira é que tem razão. É uma senhora!

    ResponderEliminar
  11. A canalhada levou nos kornos e ponto final.....parabéns P.S.P..........da próxima levam mais .......

    ResponderEliminar
  12. as contradições são tramadas: por este blogue já se leu que a CGTP gosta é de manifestações ordeiras e tal, e agora acusa-se a CGTP de demacar-se dos acontecimentos.
    é a ideologia do descaramento.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo das 19:56, não é preciso muito para saber que levas da tua mulher e que ela anda metida com o padeiro. Eu sei que é uma grande desconsideração, mas por favor... aquela de falar com o polícia, só porque queres dar boa pala de engraxador, essa é demasiado forçada.
    Da próxima vez que a tua mulher te ameaçar, age como um homem e sê como um bom PSP.

    ResponderEliminar
  14. a questão que coloco é esta: são os policias os autores desta politica? Não, é o governo, isso é básico. Depois volto a afirmar que há pessoal que está ali como a assistir a um espetáculo ( de violencia). depois pergunto: quantas pessoas pensam que apoiam este tipo de acções? Veremos o número de pessoas a participar. Que escalada vai ser a seguir? Incendiar carros? Depois fica claro para mim que á aposta na rasicalização vai acabar em confrontos entre manifestantes ( já sucedeu nesta), mas há gente que gosta é disso. ficam felizes na sua miséria mental. Já percebi onde irão parar os protestos inorganicos e vão mesmo acabar mal, e mal para quem quer protestar sem atirar pedras. Talvez alguns fiquem felizes com isso. Parabéns.

    ResponderEliminar
  15. com muito neura tive que assistir na televisao pois estou na terra da gorda a viver, nunca desejei tanto conseguir-me teleportar no 14 nov nem nos tempos de puto quando via o dragonball ...para ser mais um a mandar pedras.

    a gente tem que comecar a inovar e a criar estrategias de fuga para momentos como aquele miseria da bofia a dar sarrafadas em pessoas inocentes

    ResponderEliminar
  16. Não gosto deste (des)Governo. Mas ainda gosto menos dos gajos que andam à pedrada a partir o que depois tenho de pagar. E se os gajos que andam à pedrada se abeirarem do poder, arranjo uma arma para lhes dar caça e ferrar uns tiros nos cornos. E 'tá tudo certo, porque também tenho o direito de foder os cornos a quem não gosto, tal e qual como eles fazem.

    ResponderEliminar
  17. O8:33...

    ...e os gajos que andam à pedrada à polícia de choque?

    ResponderEliminar
  18. A policia está comprada ...tiveram agora um aumento de 11%,enquanto que o resto dos trabalhadores ainda lhe descontaram no salário...são uns broncos vendidos é o q são!

    ResponderEliminar
  19. 18:04... não entendi muito bem a tua lógica, mas tudo bem. See you in Mars!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo