quarta-feira, novembro 14, 2012

O Tempo está sem tempo


O tempo sempre me fascinou. É algo que é inexaurível, constante e sobre o qual tudo o que podemos fazer é tentar medi-lo por nunca o podermos controlar. Se é que o tempo realmente existe, pois não tendo matéria pode ser simplesmente uma invenção nossa. Hoje na Assembleia vi os escudos da polícia e as escadarias serem bombardeados com pedras durante cerca de duas horas sem que nada tentassem fazer para o impedir. Depois, em 30 segundos carregar, limpar a praça, ver os que atiravam as pedras fugir, a policia a bater violentamente nos que nos muros circundantes assistiam ao que se passava e não puderam escapar. No meio das ruas circundantes caixotes de lixo a arder num jogo entre policia e gente revoltada, enquanto se procurava encontrar amigos e familiares perdidos no meio da confusão. Na televisão o Ministro desresponsabilizava a CGTP pelos incidentes, um qualquer deputado do CDS, que passava de carro, descreve o que se passava com autentica guerra urbana, qual Síria, qual Líbano, e onde viu guerrilhas organizadas e "cocktail's molotov" e só não explicou se também viu, kalashnikov's, Mig's21 ou Misseis de cruzeiro.
Vai tudo isto alterar alguma coisa? Talvez venhamos a conhecer uma diferente forma de violência contra o sistema ou praticada por ele. Certo é que este governo e este sistema estão moribundos, o seu tempo chegou ao fim. Não sei quanto tempo terão até ao fim desse tempo, mas já não é muito tempo.


20 comentários:

  1. É URGENTE!
    NÃO AGUENTAMOS MAIS!

    ResponderEliminar
  2. Ele viu um pudim ,n-ao um cocktail molotov

    ResponderEliminar
  3. generika cialis billige cialis
    prezzo cialis prezzo cialis
    cialis cialis
    commander cialis prix cialis en pharmacie

    ResponderEliminar
  4. Já não me bastava ter de pagar a estroinice dos políticos que deviam estar todos presos e com os bens nacionalizados.
    Agora também tenho de pagar as limpezas e os arranjos da destruição provocada pelas bestas que resolveram ir escoicear ali para os lados de S. Bento. Era por estes cabrões a ferros, sem pão nem água, e enquanto a merda que fizeram não estivesse toda limpa até dormiam cagavam e mijavam no passeio e nas escadarias. Puta que pariu esta merda toda.

    ResponderEliminar
  5. À pois é, a "coisa" ainda agora começou, o povo obediente e de costumes brandos andava equivocado, enganado e fodido com o seu destino. Ontem vi "velhos" e "velhas", como nunca tinha visto de cartaz em punho gritando com vozes roucas e vergados ao peso de uma crise para a qual nunca contribuíram, mandar FODER o sistema, sim, mandar FODER o sistema, porque hoje, as suas parcas pensões, têm de dar para matar a fome aos filhos e por vezes aos netos. - Que merda de sociedade estes filhos de puta fizeram..., diziam alguns, outros, veteranos das lutas anti-salazaristas, diziam: - se os mais novos não avançarem, avançamos nós, temos a experiência, falta-nos força? Sabemos disso, mas sobra-nos a CORAGEM.

    ResponderEliminar
  6. Chamas coragem a gajos de cara tapada a destruir a calçada para atirar pedras aos policias que ali estavam pacificamente a proteger o património do estado? O que é que achas que aqueles trogloditas queriam fazer? invadir a Assembleia e matar os deputados? Não... eles queriam apenas o registo jornalistico da pouca vergonha que foi esta greve. Pergunta ao Arménio se vai abdicar deste dia de salário... é o vais! Os papalvos que vão na conversa dele e que ganham o suficiente para não lhe fazer falta um dia de salario e que fizeram greve.



    ResponderEliminar
  7. EU SÓ ESPERO QUE DIA 27 SEJAMOS MAIS, EM BREVE A POLICIA VAI COMEÇAR TAMBEMA LEVAR PORRADA A SÉRIO, JÁ CHEGA DE FASCISMO

    ResponderEliminar

  8. ANÓNIMO DAS 11:53

    TENHO UM AMIGO NO CORPO DE INTERVENÇÃO E DIGO-LHE UM COISA, SE ESSE DIA CHEGAR É MELHOR FUGIR BEM PARA LONGE PORQUE ELES VÃO CARREGAR A SÉRIO.

    SABE O QUE É FASCISMO? É AQUILO QUE VOCÊ DEFENDE,... VIOLENCIA PARA OBTER O QUE CONSIDERA SER O SEU IDEAL.

    SE NÃO QUER VIVER NUM PAÍS DEMOCRATICO EMIGRE P.EX. PARA KOREIA, VENEZUELA, SIRIA,

    ResponderEliminar
  9. O Anónimo das 12:11 acabou de sair do Hospital Júlio de Matos.

    Pede-se a quem o viu que o entregue ao próximo «amigo do corpo de intervenção» mais próximo de si.

    Este senhor costuma de andar com um casaco da tropa, umas ceroulas azuis, usa botas da tropa, usa também gabardine cinzenta, com cinturão e fivela a dizer: «Comandos! Força! Mama Sume!»

    Também costuma de usar óculos escuros durante a noite.

    Quanto ao Bugs Bunny dos Passinhos curtos, não poderá viver em Massamá. Terá de emigrar para bem longe - one way ticket!

    ResponderEliminar

  10. Anónimo das 13:04

    e tu deves ser daqueles que usas uma argola no nariz e outra na ponta da gaita.

    comigo não era preciso duas horas a levar com pedras, ao fim de 2 minutos ja estavam a levar cacetada!

    ResponderEliminar
  11. Nunca tive a menor dúvida que Portugal é e sempre foi um estado policial.
    Nas ruas, em campo aberto, nunca será possível derrotar estes trogloditas couraçados e organizados, verdadeiros carros de combate humanoides. Há que estudar estratégias muito a sério, usar muito tempo elaborando planos, estudando posições e locais, equacionando diversas vias de fuga e transportes, tomando apontamentos, tirando fotos, tudo sem nunca se ser notado ou muito bem disfarçado, e nunca descurar que se deve sempre possuir dois ou mais planos alternativos, imediatamente ativados à mínima falha do plano original. Todos estes monstros têm residência e passam em qualquer lugar em alguma ocasião sozinhos, nem sempre andam juntos e couraçados. Se houver guerra a sério, espero que haja líderes temerários à altura que organizem as operações e não apenas crianças atirando pedras arrancadas da calçada e incendiando caixotes de lixo.

    ResponderEliminar

  12. Como é que se chama a tua organização terrorista?

    ResponderEliminar

  13. Será que li bem?

    Então chama Portugal um estado policial, quando vemos policias sem qualquer tipo de reacção a levarem com pedras, a serem incendiados, insultados durante 2 horas por uns quantos palhaços de cara tapada ? Diz que foram crianças... mas está a fazer de nós burros? Você é o quê? membro das FP's,(será que ainda existem)?

    Era de um como você que eu gostava de apanhar... cara a cara.


    ResponderEliminar

  14. ó palhaço arruaceiro da 16:00

    Devias era estar preso. Andas a injetar material estragado e depois só dizes asneiras

    ResponderEliminar
  15. César must die!

    ResponderEliminar
  16. passos escuta és um filho da puta!

    ResponderEliminar
  17. Há aqui anónimos que devem andar com um pin do «MAN» no casaco e um retrato do Hitler em cima da televisão. São os casos dos anónimos das 15:57, 16:11 e 16:18, autêntico dementes.
    São tipos que acordam de manhã e vão lugar prometer porrada ao dono do café da esquina, só porque este se esqueceu de servir o café sem a colher.
    São gajos asquerosos, com a mania das piadinhas sobre o cigano ou sobre o preto.
    Adoram violência e filmes com Chuck Norris e ao fim de verem «Rambo III» umas 30 vezes ainda acham que devem ver mais, porque há ali pormenores que não apanharam bem.

    Malta desgraçada; são a retaguarda da estupidez nacional, elevada ao cubo.

    ResponderEliminar
  18. Ó frustrado de merda, antes o MAN do que das FP's que deve ser onde tu pertences.

    ResponderEliminar
  19. Grande nivel. Ainda não percebi o Anónimo.

    ResponderEliminar
  20. Cuidado: Anónimo das 10:39 pertence ao grupo «MAN».
    Este grupo tem diversas particularidades: de manhã, veste de negro e usa um pin do «MAN» no casaco. Andam quase todos de cabeça rapada.
    De noite, fecham-se em casa, põe uma cuequinha cor-de-rosa de mulher e dançam nús ao som de Freddy Mercury: «I want it all! Yes, yes!»


    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo