terça-feira, fevereiro 19, 2013

CDIAP Lava mais branco


Ia falar aqui um pouco sobre a demissão e correspondente processo disciplinar da Procuradora do DCIAP, Cândida Almeida, mas prefiro só referir um ou dois factos. O primeiro a de que a Senhora há algum tempo referiu que não existia corrupção na política portuguesa e depois os casos que tinha entre mãos e que não andavam nem desandavam como sejam como vários inquéritos por suspeitas de branqueamento de capitais que envolvem altas figuras do Estado angolano, duas megafraudes fiscais (o caso Monte Branco e a operação Furacão), vários processos sobre a bancarrota do Banco Português de Negócios e uma investigação às privatizações da EDP e da REN. 


4 comentários:

  1. http://estante-passosperdidos.blogspot.pt/2010_10_01_archive.html

    ResponderEliminar
  2. ISTO ESTÁ A TORNAR-SE MUITO QUENTE A BOLHA ESTÁ PRESTES A REBENTAR ,DIA MENOS DIA VAI ACONTECER ALGO ,ESTE DESGOVERNO QUE SE PONHA A PAU ,NÃO HÁ FUMO SEM FOGO ....E MAIS NÃO DIGO ......


    http://expresso.sapo.pt/militares-agitam-se=f788338

    ResponderEliminar
  3. Ah pois nas redes sociais anda tudo agitado contra o governo ,basta um descontrole de alguem para começar o inferno ,anda algo a pairar no ar e não é coisa boa será .........acho que o povo já perdeu o medo ............

    ResponderEliminar
  4. Relvas teve, no ISCTE, a praxe a que se safou na Lusófona...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo