sexta-feira, abril 05, 2013

As gavetas sem fundo


O Relvas já se foi. Com algum atraso porque o relatório sobre a sua licenciatura andou perdido numa gaveta
do Nuno Crato por mais de dois meses. (Imagino que seja uma parecida com aquela em que o Mário Soares perdeu o Socialismo que nunca mais apareceu). Se um dia aquelas gavetas vomitarem tudo o que se tem perdido por lá ia ser uma festa, mas parece que algumas não têm fundo e cabem lá Submarinos, BPN's, e corrupção à pazada. 
Agora espera-se o que vai dizer o Tribunal Constitucional para ver se este governo vai todo com o Relvas para o Brasil. Se não forem de livre vontade, como se aproxima mais um dia 25 de Abril, podemos dar-lhes boleia na "Chaimite" até ao aeroporto.

3 comentários:

  1. Anónimo5/4/13 22:23

    http://blitz.sapo.pt/gen.pl?p=stories&op=view&m=5&fokey=bz.stories/86779

    ResponderEliminar
  2. Anónimo6/4/13 10:24

    Que vá com os "pitos" e que leve os outros atrás!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo6/4/13 17:43

    E não é que o Crato fez o que o Mariano Gago não teve colhões para fazer...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo