segunda-feira, outubro 07, 2013

E tu onde vais estar a partir de hoje?


Caros amigos por ter intensão de acompanhar o companheiro tetraplégico que vai fazer uma greve da fome em frente à Assembleia da Republica não me vai ser possível atualizar este blog nem  fazer os meus bonecos. A minha intensão é sempre que sair do trabalho ir para lá e lá permanecer até ao dia seguinte. Não sei por quanto tempo será nem quando voltarei a publicar, mas o que gostaria mesmo era de ver muitos de vós também se juntarem a este homem que, na sua deficiência, mostra uma coragem enorme e merece todo o nosso apoio. Não faz sentido nem vejo nenhuma desculpa que justifique que quem passa por tantas dificuldade lute e nós com vidas bem mais facilitadas vamos para casa jantar, ver televisão e dormir descansados nos nosso confortáveis colchões. Eu não as vou arranjar e lá ficarei o tempo que for necessário. 



4 comentários:

  1. De Aveiro faço votos para que este Ser Humano consiga "sensibilizar" estes "governantes", gente ignóbil, que todos os dias nos afronta com os mais diversos ataques à nossa dignidade!
    Coragem e força!

    ResponderEliminar
  2. peço desculpa por ser mesquinho numa causa tão nobre mas "intensão"? "ter intensão de acompanhar " faz pensar outra coisa...

    ResponderEliminar
  3. Intensão é intenção. Faz lembrar o quê idiota...tensão, tesão, vadio.

    ResponderEliminar
  4. Orlando Braga8/10/13 07:04

    O que eu penso da esquerda marxista (existe outra?):

    1. Eu tenho experiência pessoal de vivência em dois tipos de ditadura: a última fase do Estado Novo (Marcelo Caetano), e o regime marxista da FRELIMO em Moçambique.

    2. Quando eu critico o marxismo e os marxistas, faço-o com experiência própria e com tarimba sobre o assunto. Não critico o marxismo porque li umas coisas aqui e ali: falo porque tive a experiência pessoal de viver num regime marxista.

    3. Na minha opinião, existem dois tipos de marxistas: os bem-intencionados, que podem ser caracterizados pela figura do “ingénuo” da teoria de Cipolla sobre a estupidez humana, e os filhos da puta.

    Os bem intencionados serão a maioria dos marxistas ― aqueles que não fazem a mínima ideia do que é viver sob uma ditadura marxista. Geralmente são pessoas comuns que estão convencidas de que é possível construir o paraíso judaico-cristão na Terra.

    Os filhos da puta são os ideólogos e os políticos marxistas. Estes devem ser combatidos sem quartel: ideologicamente, e se necessário recorrendo a outro e qualquer tipo de armas. O marxismo e as suas derivações revolucionárias devem ser eliminadas e extirpadas em todo o mundo.

    http://espectivas.wordpress.com/

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo