quinta-feira, outubro 24, 2013

Um Coelho sem amigos


Passos Coelho repudiou a acusação de Jerónimo de Sousa, que disse que o Governo só tem mãos largas para os amigos ao criticar as políticas do Governo que só “servem os grandes”, dando como exemplo as ajudas à banca, em especial ao Banif. “Ó sr. deputado, eu não tenho amigos”, replicou, em resposta, o primeiro-ministro. “Não admira!”, exclamou de imediato o líder da bancada comunista, num aparte bem audível no plenário. 

Este Passos Coelho é mesmo mentiroso. É claro que tem amigos e muitos que enquanto for Primeiro-ministro é coisa que mão lhe vai faltar. Quando sair de lá é possível que esses amigos nem o telefone lhe atendam e lhe virem as costas se o virem na rua mas até lá não há banqueiro, corrupto, aldrabão ou boy que não o tenha na lista dos amigos especiais e queridos. Mas, como bem disse o Jerónimo "não admira", afinal aquele sorriso hipócrita, a desgraça que causou a tantos milhões de portugueses e a sua total falta de humanidade e moral o justificam claramente. Muitos, até dos que agora lhe sorriem, um dia se puderem ainda lhe vão mijar na sepultura.

4 comentários:

  1. Anónino 9924/10/13 19:15

    É verdade é triste não ter amigos!
    Salta logo, da ponte que é muito mais prático e fica aí mais à mão!
    Espetáculo!!

    ResponderEliminar
  2. Este não é dos que saltam a ponte!
    Este é insensível, prepotente, duro demais para uma coisa dessas!
    Mas sempre deve ter um qualquer calcanhar de aquiles que ainda não conhecemos!
    De qualquer modo, se estiver um dia aflitinho da vida sempre vai ter um qualquer corrupto que lhe dá (não digo a mão) mas o pé!....
    Têm todos os "políticos" desta era!...

    ResponderEliminar
  3. Passos rouba os pobres e mata os velhos! É mentiroso e gatuno,foi drogado e só começou a "trabalhar" aos 40.Só uma negra poderia querer algum tipo de amizade com um gajo assim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Demais!!!! Fabuloso comentário,

      Eliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo