terça-feira, novembro 28, 2006

A Virgem ofendida

Ontem, enquanto conduzia para casa ouvi a noticia de que o Tribunal de Contas, numa auditoria à empresa que gere o Metro do Porto, tinha feito várias recomendações ao governo sob a forma como o estado devia exercer a sua participação na mesma, e que considerava exagerado que administradores, não executivos e que só pertenciam à administração por inerência dos seus cargos de Presidentes de Câmara, sem nenhuma função especifica a não ser comparecer em reuniões de quinze em quinze dias, possuíssem um cartão de crédito para despesas de representação, com o saldo de 1200 euros mensais, e que somados ao vencimento que ali lhes pagavam contabilizavam uns belos 4500 euros. Os visados neste caso eram Valentim Loureiro e Narciso Miranda. Ouvi isto, chamei-lhes de chulos na minha cabeça, e nem ia ligar muito mais a isso. Mais um cargo daqueles que vão acumulando e que faz com que ao fim do mês esta gente consiga “empochar” uns cobres.

Então porque mudei de ideias e estou aqui a escrever isto? Simplesmente porque, mais tarde, apareceram na televisão os dois a justificarem-se, quais virgens ofendidas, e a dizer que não era bem assim, que depois de pagos os impostos não era tanto dinheiro tendo mesmo o honesto Valentim afirmado que isto nada mais era que um ataque às autarquias e aos Presidentes de Câmaras. Surgiu-me então a dúvida, se ao fazer aquelas afirmações, o São Valentim estava a afirmar que todos os Presidentes de Câmara têm “tachos” destes que vêm a lume de quando em vez, ou se simplesmente estava a atirar areia para o ar para assim poder passar mais despercebido no meio da confusão. Ao escrever isto surgiu-me ainda uma terceira hipótese, a de serem as duas hipóteses verdadeiras. O que pensei, e era para ficar no silêncio na minha cabeça quando guiava o carro para casa, digo-o agora bem alto: - Chulos.

PS:Já depois de escrever este post re-ouvi o Valentim e mais uma pérola saiu da sua boca, a de que temos todos de nos convencer que as pessoas têm de ser pagas não por fazem ou não fazerem, mas pela responsabilidade que têm, e o Metro do Porto mexe com muitos milhões. Só posso dizer que isso já nós tinhamos notado, Sr. Valentim.


Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

25 comentários:

  1. Estes são os tais que nem o meu vómito merecem.!
    Chulos, sim! Chulos e imorais. Numa altura em que no país só se fala de crise. Mas é sempre para os mesmos e cada vez mais!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. CHULOS!!! Eu também posso aceitar este tipo de responsabilidade. Se me pagarem 4500 euros, em vez de comparecer a reuniões de quinze em quinze dias, posso até comparecer a reuniões diárias... Eu consigo ser muito responsável...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  3. já nem tenho palavras para falar deste "major" Valentim e demais cáfila... Mas como é possível que ganhe eleições? Que as gentes de Gondomar (e de muitos outros locais) não reconhecem nele (e noutros) as bestas façanhudas que são?

    ResponderEliminar
  4. escrevemos mais ou menos o mesmo....:)

    olha, levo o teu boneco pra juntar ao meu post:)

    beijinho

    ja viste o meu brinquedo novo la no blog? passa pa dizer um alô à malta ;)

    ResponderEliminar
  5. Ó kaos, os motoristas do Metro, dos autocarros, dos barcos (enfim, para não dar mais exemplos de profissões) .... também mexem com muitos milhões .... não de euros, mas de VIDAS, as vidas que transportam.

    Será que ganham de acordo com a responsabilidade da função ?

    O senhor Valentim pensa que quando fala para o País, está a falar para os "tó-tós" de Gondomar.

    Mas o que é certo é que ele continua a ter o Poder de falar .... e outros Poderes !!!

    É um "político xico-esperto" que colecciona cargos políticos, servindo (e servindo-SE !) o tráfico de influências, como correia de transmissão (... ele próprio).

    Agora eu não sei de quem é o maior pecado:

    Se é dele porque aceita os cargos, ou se é de QUEM O NOMEIA.

    Ou será que o "Major" até dá jeito, que esteja em certos cargos, para as jogadas paralelas de "outros" ?

    ehehehhehe ...
    .... Quero voltar p'ra ilha !!!!

    beijos

    ResponderEliminar
  6. Eu vou pegar aqui no comentário da Diana F. se me permite:

    "Ou será que o "Major" até dá jeito, que esteja em certos cargos, para as jogadas paralelas de "outros" ?"

    Pois dá. É como o Bicho da Madeira. Sem tirar nem pôr!;)

    BeijInhas

    ResponderEliminar
  7. tb:
    Estes bichos são daqueles que se alimentam da crise. Abutres que só têm comida devido à infelicidade dos outros.
    bjs

    ResponderEliminar
  8. ootsider:
    E até estás ai perto. Mas, desculpa lá que eu proponho-me ir ao Porto de quinze em quinze dias, pago com o cartão de crédito para representações, e ainda lhes dou um desconto de 10%. O emprego é para mim :)
    abraço

    ResponderEliminar
  9. Rui:
    Muita gente gosta é da festa e dos foguetes que esses oportunistas estão sempre a lançar. basta ser alguém que apareça muito na TV e faça muito barulho que já ganhou. Todos os Comentadores (desportivos ou não) ganham camaras com imensa facilidade.
    abraço

    ResponderEliminar
  10. Cristina:
    Penso, ainda não vi, que metade da blogosfera deve ter feito o mesmo.
    Claro que podes levar o boneco (este e todos os outros que desejares).
    Quanto ao brinquedo já o vi lá, mas não sou muito de chats. É necessário tempo para andar por lá e normalmente só por estar. O telefone é muito mais rápido e directo.
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Diana:
    Essa gente trabalha uma para a outra. Tu das-me a mim e depois dou-te eu a ti. Quem se lixa é sempre o mexilhão, mas eles estão-se bem nas tintas para isso. Imagina só quanto é o Major Valentão não deve fazer ao fim do mês com a quantidade de cargos que vai juntando. Digo de novo Chulos.
    bjs

    ResponderEliminar
  12. inha:
    Claro que fazem uns pelos outros. É assim que vão juntando cargos e mais cargos para compor o ramalhete do ordenado no fim do mês. Vale tudo para se engordarem à nossa custa.
    bjs

    ResponderEliminar
  13. valentim e narciso não passam de arenques!
    enquanto nos distraímos com as espinhas deles, os tubarões usam os cartões de crédito com maior à vontade....
    abraço

    ResponderEliminar
  14. Não gostei do post sobre o Papa...

    ResponderEliminar
  15. aminhapele28/11/06 18:26

    O senhor Loureiro ainda continua com aquele tique de carregar sacos de batatas à cabeça.
    Agora o negócio dos tostões,transformou-se em negócio de milhões.
    E o senhor Loureiro até é "major"...

    ResponderEliminar
  16. Isto é um caos, Kaos!
    Só quero lembrar que esses caciques foram eleitos pelas dádivas ao povo de um país com elevadíssima taxa de iliteracia. Assim, foi-lhes fácil comprar o voto.
    Depois, recordo que são filiados em partidos que os colocaram em lugar de virem a ser eleitos.
    Nunca houve democracia directa, representativa, em Portugal Nem para a eleição do P. R.

    Para cúmulo, estou convencido que, se forem corridos dos actuais partidos porque meteram demasiado a mão no pacote, logo lhes surgirá outro a precisar de propagandistas populistas que lhes dará guarida.
    Mas se tal não acontecer por estarem demasiado chamuscados, reformam-se da política com os bolsos a abarrotar.
    Uma vergonha !

    Um abraço
    Jorge G - o sineiro

    ResponderEliminar
  17. luikki:
    Uns e outros são iguais, mas se se conseguir acabar com estes mais pequenos fica-se mais perto de pescar os maiores.
    abraço

    ResponderEliminar
  18. Politicopata:
    Não se pode agradar a todos e isso é um direito teu.
    abraço

    ResponderEliminar
  19. aminhapele:
    Já tem aqueles tiques de aldrabão há muito tempo, e o que é mais triste é que num país destes consegue fazer o que quer. Já devia ter sido corrido há muito.
    abraço

    ResponderEliminar
  20. Jorge:
    Esta é aquela gente que anda por ai a viver à custa do tacho e de se tornarem caciques. Metidos, aldrabões profissionais que vivem de esquemas. ganham eleições porque têm a capacidade de serem noticia e de serem mediáticos. Num país decente estava tudo dentro.
    abraço

    ResponderEliminar
  21. Deste parece que não há mais nada a dizer. Só quem não quer é que não vê!
    Abraço.

    P.S.: Tenho um post sobre este assunto na minha torre.

    ResponderEliminar
  22. Corcunda:
    Já lá fui ver. Belo post que demonstra bem aquilo que ambos sentimos por esta espécie de gente.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  23. Denunciar é o melhor remédio!
    Tomei a liberdade de me associar à indignação contra a ausência de princípios éticos, popularmente designada por pouca vergonha.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  24. lee:
    Quantos mais formos a mostrar o nosso desagrado melhor. Isto tem de mudar e cabe-nos a nós todos fazer algo por isso.
    abraço

    ResponderEliminar
  25. Então os do antigamente é que eram piratas??

    O Tribunal de Contas foi criado no tempo deles....agora claro é uma chatice....

    Já agora ....concorre-se em eleições para a Câmara ou para o Metro....?

    Viva a República!!!!!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo