quinta-feira, dezembro 21, 2006

O Pai Natal das Finanças Públicas

O fisco está também a acelerar as penhoras, na recta final do ano. E, para 2007, ficam já prometidas novas medidas.
Quanto à venda de património do Estado, Teixeira dos Santos garante que tudo está a correr como previsto. A meta de 200 milhões de euros está prestes a ser alcançada.
Como presente de Natal aos contribuintes, o ministro deixa a garantia de que tudo será feito para endireitar as contas públicas.
Teixeira dos Santos.

Belas prendas nos oferece o Sr. Ministro. Mais aumentos, mais apertar do cinto, mais desemprego e mais sacrifícios.
E depois dizem que o espírito de Natal já não é o que era. Vou é mandar fechar a minha chaminé, que um Pai Natal deste não quero lá em casa.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

12 comentários:

  1. E este pelo que vejo nem renas trás.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. O pior é que estes nos chegam mesmo pelos Correios!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. não tapes a chaminé!
    acende a lareira para ver se o fogo lhe chega ao **...
    abraço

    ResponderEliminar
  4. Já que as nossa prendas vindas deste Pai Natal já nós sabemos quais são, venho apenas desejar um Feliz Natal com muita saúde e paz, sendo que estes desejos não dependem (pelo menos directamente) da figurinha da fotografia.
    Saudações!

    ResponderEliminar
  5. Corcunda:
    Foram todas colocadas na lista de Excedentários
    abraço

    ResponderEliminar
  6. jorge:
    Quando chegam. Que outro dia recebi uma já com multa sem nunca ter recebido a ordem de pagamento. Como agora não são cartas registadas a culpa de não a recebermos parece que é nossa.
    abraço

    ResponderEliminar
  7. luikki:
    Este vem dos infernos, está habituado ao fogo.
    abraço

    ResponderEliminar
  8. roadrunner:
    Obrigado e um optimo Natal para ti também
    abraço

    ResponderEliminar
  9. Vou já por uma caçadeira ao lado da lareira. Se este figurão me aparecer encho-o de chumbo!!!
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  10. ele entra disfarçado de nota de liquidação...só damos conta quando já pouco há a fazer. E não é apenas no natal, infelizmente.
    jinhos

    ResponderEliminar
  11. outsider:
    Este entra sempre sem o vermos. Só depois notamos que ele já la esteve e nos deixou as prendas.
    abraço

    ResponderEliminar
  12. tb:
    Para este o Natal é quando o fisco quizer, ou seja todos os dias.
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo