segunda-feira, maio 28, 2007

O Mapa do Portugal Socretino

Quando escuto as notícias na televisão e me recordo do país que conheci, não o reconheço. Lembro-me de ir ao norte, à terra do meu pai, e haver gente, de ir ao Algarve e não atravessar nenhum deserto e tudo isto me faz confusão. Tentei por isso refazer o mapa de Portugal de acordo com a politica socretina. Este foi o país que resultou.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

43 comentários:

  1. Esta é a melhor, mais aguda e oportuna de todas as excelentes montagens que jamais fizeste!

    Parabéns para ti e...
    os meus pêsames para este país que está nas mãos destes fiéis seguidores de Bruxelas!

    ResponderEliminar
  2. Excelente mapa. Falta um apenas um sinal que deixe a idiota realidade, de assinalar Um Portugal-Lisboa e o resto de paisagem: deserto, queimado, esquecido e para estrangeiros...
    Portugal é Lisboa

    ResponderEliminar
  3. O próximo passo para os novos governantes é gastarem o dinheiro dos contribuintes com um único critério: o do número de pessoas que vota numa determinada região. Eu disse "o próximo passo" ? Estava distraído e desactualizado.

    Faz-me lembrar uma coisa que já não oiço há muito tempo: Portugal estava à beira do abismo e agora deu um grande passo em frente ...

    ResponderEliminar
  4. Bem, está perfeito. Só falta estarem assinalados os novos feudos do golfe onde os novos ricos se divertem e fazem os negócios chorudos.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  5. Basta o mapa.
    Palavras para quê?
    Mais uma vez, parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Concordo com a Kaotica ... faltam os verdes alface. Adorei o "pedaço de asno".
    Amei as cores, vermelho e preto. Branco, sempre :)
    Beijinhos para Kaos&family

    ResponderEliminar
  7. Este País está entregue a estrangeiros ....

    ResponderEliminar
  8. Este deve ser o melhor BLOGG da actualidade..força.....

    ResponderEliminar
  9. Brilhante!!!

    Prova de que uma imagem vale mais que mil palavras.

    ResponderEliminar
  10. Excelente mapa. E a propósito:

    Benvindos à segunda emissão da TV Blogo:

    Confirmaram-se, infelizmente, os piores receios de Almeida Santos quanto à possibilidade de um atentado às pontes sobre o Tejo no caso da construção de um novo aeroporto na margem sul do rio. Num comunicado, colocado há pouco na Internet, Ayman al-Zawahiri, o número 2 da Al-Qaeda, ameaça fazer explodir as pontes caso seja essa a opção do governo Sócrates.

    Também nos Estados Unidos, Jon Stewart do Daily Show traz-nos a notícia de mais um atentado falhado de seis islamitas radicais contra um quartel americano. Ao que parece, os terroristas não sabiam que, na América, os quartéis são os locais onde são guardadas a maior parte das armas e onde estão as pessoas treinadas para as usar.

    Vídeo - 5:43m

    ResponderEliminar
  11. Bem me parecia que estava por aqui na zona desactivada...

    ResponderEliminar
  12. Rui:
    Obrigado. Realmente isto está a chegar a um ponto em que já não se aguenta.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. Rato:
    O litoral ainda se vai safando, o interior é que está a ser morto dia a dia
    abraço

    ResponderEliminar
  14. anonimo:
    Há muito que caimos no abismo da incompetencia e do liberalismo.
    abraço

    ResponderEliminar
  15. kaotica:
    Isso são pequenos oasis, murados e cercados que só aparecem em mapas estrangeiros
    bjs

    ResponderEliminar
  16. Moriae:
    Obrigado e bjs para ti também

    ResponderEliminar
  17. anonimo:
    O pais não, só as partes que eles gostam mais. O resto está abandonado.
    abraço

    ResponderEliminar
  18. anonimo:
    Parece um pouco exagerado, mas agradeço a opiniãoábraço

    ResponderEliminar
  19. F@5t P3t3r:
    Obrigado
    abraço

    ResponderEliminar
  20. Diogo:
    Mal tenha tempo vou la ver a tv
    abraço

    ResponderEliminar
  21. Brit com:
    Isso enquanto eles não a fecharem de vez
    abraço

    ResponderEliminar
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  23. E essa parte a verde só está activada por autogestão, mas enfim. Estamos em sintonia, como sempre; como podes verificar no mapa que tenho lá na tasca.
    Abraço, pá.

    ResponderEliminar
  24. Eric:
    Tenho anadado com tão pouco tempo que nem tenho feito as visitas que tanto gosto. Vou lá dar um salto já de seguida
    abraço

    ResponderEliminar
  25. pedrosilva28/5/07 12:36

    Penso que o ministro estava apenas a replicar o estado do seu próprio cérebro. Um deserto.

    Devemos ser brandos com as louras ...

    ResponderEliminar
  26. Regionalização resolvida?!

    "Pilhei"...

    ResponderEliminar
  27. Hoje, na sua edição em papel, o "Correio da Manha" ( o til só atrapalhava!) mostra algumas das (belíssimas) imagens do Kaos, referentes ao humorista 'OtaLino'. Na Net a única imagem visível do artigo no 'Correio' - e que merecia uma boa glosa - é esta:

    «Seja em forma de texto, imagem ou vídeo, todos são livres de trazer a público o seu ponto de vista. O anonimato e a falta de uma legislação na blogosfera permite aos usuários dizerem tudo o que lhes apetece.»

    Como o dito não é anónimo e nem lhe falta legislação, está-se mesmo a ver,não diz tudo o que lhe apetece. Por mim subscrevo qualquer coisa para que o pessoal do 'correio' possa ir onde entender...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  28. Desculpem, a notícia está aqui:
    http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=244139&idselect=92&idCanal=92&p=200

    ResponderEliminar
  29. há imagens que dispensam mais palavras. Esta é uma delas! Fantástico, kaos. Parabéns!!!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  30. Pedro silva:
    Esta nem visual tem para merecer perdão
    abraço

    ResponderEliminar
  31. Caocompulgas.
    Penso que sim. Nem vale a pena fazer referendo
    abraço

    ResponderEliminar
  32. Jcosta:
    Obrigado pelo aviso. Vou publicar um post sobre o assunto e colocar lá a tua frase.
    abraço

    ResponderEliminar
  33. Henry Pote28/5/07 18:47

    Eu ainda me situo na zona verde, mas a desactivação já lá está a chegar.
    Olha, desde que o Rui Rio chegou à presidência da Câmara do Porto, a desertificação começou logo a fazer sentir os seus efeitos. E não foi tanto a emigração da população para as periferias, que justifica esse vazio! Essa já vem acontecendo há alguns anos. Refiro-me, isso sim, à desertificação cultural. Esse homem só é visto nas corridas de calhambeques e será também muito provavelmente frequentador do Rivoli, quando as "la ferices" subirem ao palco. De resto, nunca é visto num concerto, num espectáculo que obrigue a pensar. Creio mesmo que nunca entrou na Casa da Música, a não ser para verificar se há receitas de bilheteira, que justifique a agenda artística. Nunca põe os pés num colóquio ou num debate público e tem horror aos jornais. Também não frequenta o teatro a não ser para assistir às bacoquices revisteiras formato "laferiano", e muito presumivelmente já há muito que não respira o odor de um livro, a não ser o cheiro a bafio dos manuais das técnicas contabilísticas!
    Ora tudo isto também é desactivação!

    ResponderEliminar
  34. Ai pobrezita de mim que já estou desactivada , quer dizer na zona desactivada!!!
    É um autêntico achado o seu mapa...

    ResponderEliminar
  35. Eu, com a devida vénia, vou importar este mapa... se me der licença... dá? óptimo! muito grata!

    ResponderEliminar
  36. Henry:
    Temos na Presidencia algo de semelhante pelo que podes ver o caminho do país. Só nos resta manter viva a cultura portuguesa junto dos nossos filhos e lutar para que esta ignorancia abandone o poder.
    abraço

    ResponderEliminar
  37. Renda:
    Podes levar sempre tudo o que desejares. Quanto mais se achincalhar esta gente melhor.
    bjs

    ResponderEliminar
  38. Sei que não foi dirigida a mim, mas vou aproveitar a ideia como se fosse.

    ResponderEliminar
  39. António Chaves:
    Aproveita à vontade. Isto aqui é self-service
    abraço

    ResponderEliminar
  40. Falta o JASDMPS (Jardim Autónomo das Selvagens, Desertas, Madeira e Porto Santo) e a BLIA (Base das Lajes e Ilhas Adjacentes).

    ResponderEliminar
  41. O raio:
    A esses já ninguém liga. É como se tivessem ido ao fundo
    abraço

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo