segunda-feira, setembro 24, 2007

PSD: O último a sair apaga a luz e fecha a porta

"No PSD há menezistas, barrosistas, santanistas, marcelistas e cavaquistas, só não há mendistas. Marques Mendes não conseguiu a liderança do PSD graças aos seus apoios internos, recebeu a liderança à consignação, até que venham melhores tempos eleitorais, nessa ocasião os "senhores da guerra" do partido mobilizarão as suas tropas para medirem forças."
Extracto de mais um excelente texto, tirado do blog “O Jumento”.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

5 comentários:

  1. Mendes pró Contra Informação da Gronelândia.
    Em full time.
    Já!

    ResponderEliminar
  2. Todos são -istas qualquer coisa, ninguém é ele próprio. No outro PS - o sem D - com estão em tempo de Poder, não há istas, nem sequer social-istas! Tudo isto faz parte do folclore dos partidos do poder. Assim que ganharem as eleições estarão todos unidos, de garfo na mão, à volta do mesmo tacho.

    ResponderEliminar
  3. ... e também há "istas" de: oportuNISTAS, graxISTAS, lambe-botISTAS, taxISTAS, golpISTAS e um sem número de "istas" que aparecem nas L"istas" das associações de carácter social"ista" que reduzem o país a duas classes: os trabalhadores e os outros (que não são poucos).

    E nunca se esqueçam de que o saneamento das contas dos organismos se faz com "redução" de trabalhadores e NUNCA, "JÁMÉ" com o despedimento de directores, administradores, governadores e outras dores que nos esvaziam os bolsos.

    ResponderEliminar
  4. É bem verdade que Marques Mendes, aos anos que na politica, e que vive dela, nunca fez nada digno de registo. Nem bem feito nem mal feito.

    Abraço Raiano

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo