quarta-feira, setembro 26, 2007

Quem elege quem?

Estou-me bem nas tintas para quem ganhe as eleições no PSD. Que quem vá andar a bradar aí pelas televisões tenha a cara do Marques Mendes ou do Filipe Menezes é coisa que não me tira o sono (a cara e aquelas mãozinhas sempre a espanejar do Marques Mendes pelo menos dão-me vontade de rir). Que se tenham andado a esgatanhar e a chamar nomes um ao outro, só posso dizer que tenho pena de não se terem pegado à pancada para nos divertirmos. Que a demonstração do que considera o PSD como democracia seja um pouco triste, é problema deles. Preocupante é vermos as jogatinas da informação para beneficiar um dos candidatos. Na SIC Noticias, logo após um debate entre os dois porta-vozes das duas candidaturas, uma entrevista ao Pacheco Pereira que se colocou totalmente do lado do pequeno Mendes. Pouco depois vem o Balsemão também ele apoiar o Mendes. Se isto é feito numa campanha partidária mostra bem como se comportam os órgãos de informação quando as eleições são nacionais. Basta ver a forma como levaram ao colo o Cavaco para Belém e talvez aí se encontrem muitas das razões porque vivemos neste pais de governos de alterne. Quem escolhe quem governa este país é quem faz a informação e a noticia para depois a distribuir usando todos os truques, conhecimentos científicos e publicitários, para a vender melhor.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

8 comentários:

  1. Sem duvida,agora passemos do nivel nacional ao internacional e entederemos porque é que as coisas são como são,e porque é que nada parece afectar certos governos,enquanto outros são derrubados por qualquer palha.

    ResponderEliminar
  2. sarcástico26/9/07 22:11

    Nunca se viu tamanha manipulação por parte dos meios de comunicação social, essa é que é a questão verdadeiramente preocupante, quer toque a eleições quer diga respeito a outros aspectos da nossa actualidade... e o pior é que muita gente embarca nessas patranhas!

    ResponderEliminar
  3. João Santos26/9/07 22:21

    A comunicação social hoje em dia em Portugal é simplesmente vergonhosa.

    A sua "falsa" independência e informação sensacionalista, mais parecem instrumentos de propaganda dos sucessivos governos, escamoteando os verdadeiros problemas existentes.

    Veja-se a informação do jornal "Público" de ontem sobre a Universidade Independente, em que poucos foram os meios de comunicação social que falaram sobre o assunto que denunciava factos verdadeiramente importantes.

    E assim o "falso " engenheiro, tem a comunicação social a ajudar a continuidade do seu governo incompetente e retrógado.

    ResponderEliminar
  4. Henry Pote26/9/07 23:08

    Aconteceu escândalo na SIC Notícias.
    Ao ser entrevistado no Jornal das 22, Santana Lopes deu há pouco um murro na mesa, ao recusar a continuidade do diálogo depois de ter sido interrompido, quando a estação televisiva decidiu intempestivamente dar lugar a uma transmissão directa do aeroporto da Portela reportando a chegada de Mourinho!

    E assim vai este país!!!

    ResponderEliminar
  5. meu caro sarcástico, as criancinhas descobriram um brinquedo novo do qual nunca tinham ouvido falar... andam a aprender a lidar com ele, só que por vezes de tanta curiosidade partem o brinquedo, e irremediavelmente acaba-se a brincadeira... a ver vamos no que vai dar!

    ResponderEliminar
  6. O que este país tem de bom, é que está tudo em sintonia e de acordo: política, futebol, políticos, jogadores e treinadores, comentadores e jornalistas, analistas e outras actividades que somam zeros, em cima de zeros, para o desenvolvimento.

    É que ... simplesmente NÃO PRESTAM.

    ResponderEliminar
  7. venha o diabo e escolha-os

    ResponderEliminar
  8. O PARTIDO DO GOVERNO MERECIA UMA OPOSIÇÃO MELHOR !
    ZENDO_55

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo