quarta-feira, novembro 28, 2007

Chamem a Policia

Rui Pereira I Cop

O inspector-geral da administração Interna, Clemente Lima considera que as perseguições da GNR são “iniciadas por motivos inadequados”. “Nos últimos dois anos, na GNR registaram-se sete dos 10 mortos em perseguições”, atribuindo esta “patologia” patente nas perseguições ao “padrão militarizado “ daquela força, em que os jovens oficiais, formados na Academia Militar, “olham para o cidadão como o inimigo”.Para o inspector-geral, “há muita impertinência, intolerância e impaciência por parte da polícia” no "atendimento ao cidadão", o que considera um sinal de “incompetência”. “Acho isto intolerável. E ainda mais intolerável é a atitude das chefias, de alguma tolerância face a estes comportamentos”, acrescenta Clemente Lima, salientando que “há carências absurdas” na GNR e PSP ao nível da formação em direitos fundamentais do cidadão.
Reagindo às declarações de Clemente Lima, o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, frisou ter a maior confiança na PSP e GNR, informando que não existe qualquer intenção do Governo de alterar a actual situação.


Ouvi muita gente indignada com estas palavras do Inspector-geral da Administração Interna, embora não entenda essa contestação, afinal o homem é inspector-geral, devia ter como função, inspeccionar e, depois de o fazer, nada mais natural que o relate a todos nós. Houve mesmo quem tenha criticado a divulgação pública das conclusões, mas se correspondem aquilo que observou, só percebo o desconforto daqueles que se sentiram criticados. Mais assustador é ouvir o Ministro dizer que não vê razão para alterar nada, sobretudo quando vemos a liberdade e a democracia a desvanecer em tantos países por esse mundo fora.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

4 comentários:

  1. Democracia?!?!
    Em Estação Carandiru também havia e por cá vamos nesse azimute!!
    Tadinhos dos "bandidos" ... ó Sor juiz, por favor ... deixe-os cá fora!!!
    Tenha peninha deles!!
    Não vê que têm que roubar, matar e afins para poderem dar que fazer aos malandros e violentos polícias?

    ResponderEliminar
  2. Olhando para as declarações que os vários Ministros vão fazendo ultimamanete, não estará na hora da Policia Judiciária fazer mais uma rusga à Casa do Douro para verificar como andam os stocks?

    ResponderEliminar
  3. A Mim Me Parece28/11/07 14:36

    "Esta não é a minha polícia!", gritava há uns anos atrás Alberto Costa, quando era Ministro da Administração Interna. O seu ódio à polícia enraizará num tabefe que ele, enquanto um insolente e mal educado rapazola, terá levado dentro de uma Esquadra.
    Parece-me que a este, que manifesta os mesmos sentimentos, não lhe terá acontecido menos. A mim, que reconheço que muito há a fazer para "educar" as polícias para a cidadania, parece-me que não é com declarações públicas de estúpido ataque a essas corporações que se vai lá. Muito pelo contrário, parece-me.

    ResponderEliminar
  4. FOSGA-SE, O POLÍCIA ATÉ METE MEDO !

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo