domingo, novembro 30, 2008

Verdades absolutas

Sr Esquerda

Ouvir o Jerónimo de Sousa, por muito empolgante que possa ser para os seus camaradas, só me deixa desgosto e retira esperança. Esta eterna arrogância de se ser único, de se ser sozinho, de se ser dono de toda a verdade e saber. Esta necessidade de se ser o dono da esquerda, de todas as verdades e certezas. Eu, não tenho certezas nenhumas, só dúvidas e a esperança de encontrar outros que juntos comigo também procurem soluções. Tantas verdades absolutas assustam-me.

89 comentários:

  1. Uolha,vota no PS ou no PSD pq a MERDA é a mesma e deves sentir feliz por seres pluralista e democrático nada dado com ditaduras como a Venezuela.Um dia deste estás a ser comentador de nada num desses orgãos de comunicação,vulgo,propagandistas dos bancos

    ResponderEliminar
  2. Ninguém é dono da verdade. Com certeza que Jerónimo também não o é.
    No entanto, penso que o facto de vermos o PCP com a certeza de que é o único a conhecer a verdade apenas advém da sensação que sempre grassou naquele partido de que se pode fugir para a frente. Sempre.
    A ideologia do PC não é estranha, e todos a conhecemos bem. Quando no poder, torna-se o contrapeso de todos os abusos do capitalismo - sem que isto queira dizer que não origine os seus próprios abusos, tão maus quanto os outros.

    Mas a ideologia tem pouco a ver com a extrema arrogância com que o PCP se arvora em advogado das causas perdidas. Não percebem que, mais que a sua ideologia, a sua forma de actuar e comunicar está gasta, velha de décadas, e que não representam mais que um punhado de pessoas.
    Atenção, nada tenho contra as pessoas que votam no PC ou contra o PC em si. Têm alguma da minha simpatia. O que não quero é que falem constantemente em meu nome, e como eu, muitos outros, que nascemos para trabalhar, sem que para isso estejam mandatados, o que está longe de ser o caso.
    Ser trabalhador não é ser comunista, e o contrário também não é necessariamente verdade. E muita gente há neste país, que, sendo de esquerda, não consegue rever-se nesta política de bons velhos tempos do Kremlin.
    A legitimidade vem muito ao caso.
    É por estas e por outras como estas que me recuso a votar em qualquer partido com assento parlamentar. E isso deixa-me triste.

    ResponderEliminar
  3. http://bulimunda.wordpress.com/2008/11/30/bruno-bozzetto-neuroou-o-dia-a-dia-portuguese-nao-so/

    A verdade é só uma mentira que ainda não foi inventada...

    ResponderEliminar
  4. Kaos, vai levar no cu,...seu reaccionário de merda !!!

    ResponderEliminar
  5. A todos os profs e em especial ao Anónimo das 18:38 que fez uma lista de disparates no profblog.org, mas que agradeço:
    a)Coordenação de Departamento não remunerada;
    - Têm que dar 36h por samana , sabiam?

    b)Aulas de apoio não remuneradas;
    - Afinal já não é a avaliação o problema? É o trabalho? Não querem? Podem sair que há outros que desejam trabalhar.

    c)Aulas de substituição não remuneradas;
    - Afinal é dinheiro que querem mais ?

    d)Direcção de Instalações não remunerada;
    - Que é isto de direcção de instalações? Foi promovido a porteiro?

    e)Desenvolver actividades extracurriculares não remuneradas.
    - A questão é vos mandaram dar aulas e trabalhar? Tadinhos!

    f)Visitas de estudo não remuneradas.
    - Queriam dar mais passeios e receber em dobro? Além do que já recebem pela tal hora de passeio? Está-se mesmo a ver!Injustiças! exploração do Homem pela Mulher!

    g)Reuniões fora de horas não remuneradas.
    - Se calhar foi a Ministra que vos mandou marcarem essas reuniões infindáveis de quem não se sabe organizar nem trabalhar. Coitados!

    h)Reuniões à noite, fora de horas.- à noite? Ui!! Corror!! e o lobo mau não vos apareceu? Não comeu nenhum de vcs?

    i)Ficar fechado na Escola horas sem fim, sem condições de trabalho, em vez de estar em casa a preparar as aulas.
    - Deve ser mais a preparar as explicações. Enganou-se?!

    j)Estar na Escola à espera que um colega falte, como se os colegas cumpridores fossem os responsáveis pelos colegas faltistas; apontem uma outra profissão onde se passe o mesmo.
    - Oh Diabo!, não me diga que há faltistas na vossa profissão? Há-os que não querem ser avaliados?
    E vc aí mais para a frente vai dizer que TODOS deviam ser iguais e proguedir igualmente na carreira, não vai? Eu sei que vai! Daqueles que faltam todo o ano? Dos que não querem saber da EP para nada? E vcs estão solidários com esses e que a EP se lixe, não é? Que maçada essa de ter de dar aulas de substituição . Um horror!E vc pergunta se haverá outra profissão em que tal aconteça? está a reinar? nunca ouviu falar em profissionais dignos? Mineiros, Médicos, Polícias, Militares???

    k)Que a Sra. Ministra obrigue a trabalhar mais horas e o agradecimento passe apenas por um obrigado cínico no Parlamento.
    - Já está melhor: Srª Ministra. Gostei. Agora é que borrou a pintura. Então se a Ministra agradece, é cínica, e vc insulta-a? Como educador estava a pedir um correctivo!

    l)Que um colega de outra disciplina assista às nossas aulas.
    - Palavra ? Isso pode acontecer? Um outro colega a assistir? Um horror e umatentado à vossa imensa capacidade profissional para produzirem jovens bem formados e com qualificações. parece impossível!! Já não há privacidade!

    Mas isso já não foi alterado para colegas da mesma disciplina? Vá lá ver os apontamentos, homem...

    m)Que as notas dos alunos que não querem estudar te impeçam de progredir na carreira. - Lá está vc com lapsos de memória. Ou com ataques de vigarice? Isso não foi alterado p/ Ministério? Ou no máximo daria uma míni perdentagem na avaliação compensada por outros items? Faça lá um esforço que vc chega lá!

    n)Com o congelamento dos vencimentos e progressão na carreira.
    - Fácil! faça o favor de se auto-avaliar e de promover a avaliação e já vai ter progressão. Não quer? Pois bem, fica retido como vcs fazem a milhares de alunos marginalizados...Simples nao é?

    o)Que a maternidade, morte de um familiar próximo te impeça de progredir na carreira.
    - Porquê? A aldrabice e a mentira não são para aqui chamadas. Onde é que isso está escrito? Juizo!

    p)Com o Estatuto do Aluno.
    -Qual o problema do EdA? Vcs não querem que as crianças sejam os destinatários da EP? Não querem que este País se torne como os outros? Só querem direitos, sem deveres? e o contribuinte a pagar? reformas aos 52 aninhos? com 2500 Euros e depois vão para os Colégios chupar mais uns tontos?

    q)Com a diminuição da autoridade dos PROFESSORES.
    - Porque é que há professores com autoridade com aulas decentes, que não faltam e cumprem e há-os como vc? Perderam am autoridade? Foi culpa de quem? da Srª. Ministra? Faça o favor!!! Antes do PS a Educação era uma maravilha? pois era. Vcs faziam ronha e recebiam por a fazerem! Acabou-se essa mama!

    r)Com os insultos e agressões por parte de alguns alunos e respectivos Encarregados de Educação.
    - Agora já começo a gostar. Não me diga que a popuilação escolar já não vos pode ver? Que vos dá na cara? E vcs continuam a fazer arruaças a comprar ovos tomates e a arrebanhar crianças para esses números de grande civismo? E depois não têm autoridade? Acha que deviam ter? Acha mesmo???
    Isto quem semeia ventos....

    s)Com a destruição da Escola Pública.
    - Não me diga que estas medidas de organizar e eses investimentos massivos são para acabar com a EP? Olhe que precisa de mandar ver essa cabeça e esses olhos!

    t)Com a divisão da carreira em duas: titular e não titular colocando Professores contra Professores.
    - Afinal lá volta a avaliação, perdão o ECD,: Todos no topo e ao molho!? Mesmo aqueles que aí em cima vc tratava de mandriões? Isso é que era um regabofe!
    Sem hierarquia nem respeito por ela, de preferência...

    u)Com as cotas na progressão.
    - ----Para professor é uma pena que não saiba o que quer dizer "Cotas". Que tal umas Novas Oportunidades para um portuguiês básico?

    v)Com os critérios que levaram à escolha dos professores titulares.--- Já vi que continua a não perceber nada do que fala e como escreve...Durante anos andaram a obrigar os jovens professores, acabados de entrar na carreira, a fazer o trabalho que não dava redução de horário - a única coisa que vos motiva depois do dinheiro!!!- e agorta queixam-se que eles é que ficaram titulares? Foi uma gaita não foi? Talvez umas grevezitas vos retemperem o ânimo!

    w)Com o péssimo ambiente de trabalho que se está a instalar nas Escolas.
    - Pois, compreende-se , o bom ambienmte era o do deixa-andar-que- logo-chumbamos-os-"gajos"-e-nós- parao-o-ano-nem-aqui-estamos, não era? A EP que se lixasse! e os filhos dos pobres também, que vcs tinham era explicações para dar!

    x)Com o fim dos destacamentos._ faltava esta pérola.O que era bom era tirar o lugar a akguém em Cascos-de-Rolha e, depois, ao abrigo de uma qq regra avulsa e idiota, requerer o destacamento par aonde queriam ficar...Dando assim a volta aos valores do CGP e à Listagem de prioritários...e a EP que se lixasse e os alunos que ficassem sem aulas durante meses á espera que toda a máquina se recuperasse das golpadas ...Uma maravilha essa escola de que tem saudades! e a Ministra acabou com esse regime de tanta justiça e tanto rigor educativo? Lá está. Vc Tem razão. É mesmo para acabar com a Escola Pública. Continue a denunciar(-se) ! Vá por aí que toda a gente percebe ao que veio!

    y)Com os concursos por três anos. - Claro, o bom era concursos todos os anos e as escolas sem professores, sem projecto e sem responsabilidade. Isso é que era Bom: Posso dar-lhe uma boa notícia? Os Concursos qq dia acabam mesmo e então é que é ver os CEx. a escolherem os melhores e, os piores, a irem para os tais Cascos-de-Rolha....ou ficarem mesmo sem vagas...A culpa será toda da Srª Ministra. Tem razão!

    z)Com o trabalho excessivo.- É uma profissão de desgaste rápido. Veja a forma como se arrastam pelas arruaças e pelas passeatas de autocarro à custa das CM do PSD e do PCP...

    aa)Com a permanência na Escola de 40 horas.
    - Um horror! Tem razão. Qual é o trabalhador que permanece no local de trabalho por tanto tempo? Eu despedia-me!

    bb)Que os Professores se substituam aos Pais e que os Pais só sirvam para procriar.
    - Perdão? então os professorezinhos já não truca-truca? O ideal mesmo era uma escola sem alunos ! Sem filhos de qq natureza ou espécie! Façam uma greve a exigir as escolas vazias! Boa!

    cc)Que Professores tenham 10 Turmas, mais de 250 alunos e 1500 testes para corrigir por ano, para não falar dos trabalhos.
    - Sabe o que acho? Acho que o nível da matemática vai subir neste País. A ver os professores a praticarem tanto as continhas...pelo menos a aritmética básica vai ultrapassar o do português ( o tal das "cotas")

    dd) …………………………………………


    Depois de tudo isto, a Sra Ministra agradece chamando-te preguiçoso, incompetente, mentiroso, humilhando-nos, colocando os Pais contra os professores, impedindo-nos de progredir na carreira.
    - Não me recordo de ela ou algum Secretário de Estado ter dito isso assim a frio...mas olhe que se não disse, dá para pensar depois de vos ver, ouvir e ler....cambada de madraços!

    Em resumo a Sra. Ministra dá mais trabalho e ao mesmo tempo diz que para dignificar a carreira tem que pagar menos ao impedir que todos cheguem ao topo da mesma.
    - O que a Srª Ministra mandou foi que fossem responsáveis e empenhados e quanto à progressão estamos conversados....

    O mais engraçado, é que ela ia implementando tudo isto sem darmos conta, só agora é que acordámos, dava a impressão que a reforma não era para nós. O grande erro da Ministra foi ter apertado, de uma só vez, tanto a corda e ela ter partido. "A carga era maior que BURRO e o BURRO caiu…"
    - E eu digo que dificilmernte se levanta! Quem sou eu para o levantar.

    Se tivéssemos assistido às reuniões sindicais e aderido em massa à greve aos exames há dois anos atrás nada disto teria acontecido.
    - Está a ver copmo afinal andar acordado e ser responsável pode dar benefícios?
    Que grande lição da vida, não é?????


    Passo a passo a Ministra ia levando a água ao seu moinho, implementado medida após medida sem que nós reagíssemos, ela pensou que nos podia sugar o sangue todo de uma só vez. Chegou a altura de dizer BASTA de tanta malvadez e injustiça.
    -Um horror! Coitadinhos!

    VAMOS LÁ VER QUANTOS SÃO OS "ADESIVOS" QUE ESTÃO AO LADO DA MINISTRA CONTRA OS COLEGAS, a favor de uma política nefasta que só tem o objectivo de destruir a Escola Pública e enviar os professores para os psiquiatras.
    -- Olhe que eu estava capaz de o aconselhar um tratamento e uma baixa médica. Afinal vc já se lembrou disso!
    Mas tem que ser mesmo psiquiátrica? não pode ser por manifesta incompetência e falta de vergonha?
    MFerrer

    Novembro 30, 2008 8:45 PM

    ResponderEliminar
  6. contestatária30/11/08 20:53

    Lamentavelmente, o PC não representa uma alternativa ao modo de produção capitalista mas, ao contrário, defende-o no seu estádio mais desenvolvido (e exacerbado): o capitalismo monopolista de Estado.

    ResponderEliminar
  7. contestatária30/11/08 21:10

    MFerrer,

    Quanto a mim, os professores deveriam começar por exigir ao governo uma verdadeira reforma da Educação. Assim, a escola deveria deixar de ser um local onde os meninos passam a maior parte do seu tempo de vigília a fazer de conta que estão a ser formados para serem homens e mulheres que vão assegurar, num futuro próximo, um crescimento sustentado e sustentável.
    Sei, por pessoas que me são próximas, da rebaldaria imposta por este governo, nomeadamente, as fantabulásticas "Novas Oportunidades", com EFAs e Profissionais pelo meio, uma forma de derreter os famigerados Fundos (QREN/POPH) sem quaisquer resultados positivos (para o todo, entenda-se, pois haverá partes que beneficiarão de forma muito positiva).
    Esta política educativa não estraga o quadro negro que este governo tem pintado para Portugal, acredite.

    ResponderEliminar
  8. Anonimo, Mugabes e outros iguais:
    É exactamente disso que eu falo. Mal se diz algo que vos toque ao de leve vem logo a agressividade e a violência verbal. Não acredito em Deuses tenham eles a cor que tiverem

    ResponderEliminar
  9. Desempregado30/11/08 22:20

    É por estas e por outras, onde o sectarismo é rei, que eu prefiro votar nos que estão, neste momento, no poder. E como eu estão a maioria de Portugueses. Com estes já eu sei o que posso contar. A liberdade é para todos. Com os outros da velha esquerda e com os da nova direita nunca se sabe o que aí vem.

    Veja-se o que se passa com os professores. Não querem ser avaliados. Ou melhor dizem querer mais justiça na avaliação. Mas a única coisa que verdadeiramente os move é acabar com ela, e a sua luta o que mostra: é tudo fazer para “correr” com a Ministra, para que a lei dos professores volte de novo a imperar nas escolas.

    Com o Partido Comunista no poder ou próximo dele, a música era outra, as liberdades de uns ao coincidir com a vontade da maioria não tinham razão de existir e por isso era comer e calar e nem “bufavam”. Por ver os amigos de Cuba a serem tratados com se tratasse do melhor regime à face da terra, prefiro dizer: não obrigado!

    Só é digno da liberdade como da vida, aquele que se empenha em conquistá-la. Autor: Goethe, Johann.

    ResponderEliminar
  10. Perfeitamente de acordo com o post e bem assim com o que o "kaos" e o "desempregado" vieram acrescentar.

    Dúvido das liberdades, direitos e garantias propaladas pelo PCP, um partido que mantém os mesmos príncipios de "renovação" saídos da revolução de...1917.

    Caso (quase) único no mundo, só comparável ao regime cubano (já ensaia uma ou outra abertura) e o troglodita comunismo da Coreia do Norte.

    À falta de argumentos, alguns que participam nestes espaços de opinião têm logo a tendência de partir para o insulto.

    Laivos do que sucederia caso os que defendem chegassem um dia ao poder.

    Organizem-se!

    Abraço

    Zagalote

    ResponderEliminar
  11. Qual a perna direita do cavalo de Dom José?

    ResponderEliminar
  12. Não se trata de acreditar ou não em deuses ó atrasado mental....é por causa de inconsequentes fascistas como tu que esta merda está como está....vocês são piores que os verdadeiros fascistas..pois esses são frontais,..conhecemo-los...vocês não, são falsos e hipócritas, além duns cabrões que merecem os sócretinos da vida,...vão todos pró caralho !!!

    ResponderEliminar
  13. 5ª Pata do cavalo de D.José30/11/08 23:53

    Este país está no fundo da latrina porque há muitos oportunistas,como se pode ver pelas alimárias que aqui vêm debitar a favor de um governo que é do mais trapaceiro que há memória.
    Não são estúpidos que não percebam,são é coniventes na esperança de salivar umas migalhas que resvalem da mesa socratina.
    Triste nação que tem tanta gente sem moral!

    ResponderEliminar
  14. Pode ser que vamos, pode ser... não deve faltar muito. Mas, acredite, irá connosco.

    O insulto é prático porque é fácil. Ideias, principalmente novas, vejo-as muito pouco. Mas deixe lá, nem todos podemos ser, como disse... atrasados mentais. Podíamos todos ser iluminados, saídos do século das luzes, mas pronto, somos assim, conservadores. Que se há-de fazer? Imagine o que o senhor e seus pares não fariam se o PC algum dia lá chegasse! Isso é que era uma cubanice pegada. Um regabofe, digo eu!

    ResponderEliminar
  15. Post anterior em resposta a Mugabe, sem confusões nem insultos.

    Kaos, a sua coragem é digna de nota. Ao lançar esta discussão, sabia o que viria por aí, pois não há nenhum membro do PC que se não empertigue quando alguém com ele não concorda - uma visão muito particular da democracia, a democracia PC, aquela em que se lixem as opiniões diversas, uma vez que todas estão erradas.

    Obrigado pela coragem!

    ResponderEliminar
  16. O palerma do Kaos é corajoso ? ahahahahahahah quando houver porrada a sério quero ver onde ele se mete...quero, quero !!

    Vocês estão todos é a lamber os colhões do Sócas seus panascas de merda. A luta de classes não vos diz nada...só têm blá, blá, blá...metam-no no cu que fazem melhor figura!

    ResponderEliminar
  17. O costume, quando se fala no PCP perdem a cabeça. Só dizem asneiras.

    ResponderEliminar
  18. Falou-se do PCP.

    Já vamos em 17 pastagens. Será que o record é batido?

    ResponderEliminar
  19. Zé Leitão1/12/08 01:08

    É uma pena o Partido não conseguir apresentar-se com uma boa imagem nem com alguém que na rádio ou na TV se expresse de uma forma clara e mobilizadora. Não é possível ao PCP influenciar as mentes quando permite que tenha como presidente do grupo parlamentar uma pessoa como o Bernardino Soares. Não é possível ao Partido desenvolver-se e enraizar-se na população quando elege um secretário geral como o Carlos Carvalhas, que mal consegue falar. O PCP está mais uma vez cristalizado. Não é possível ao PCP actuar e falar às pessoas como se o 25 de Abril não tivesse existido. Não é possível ao PCP crescer enquando se arrogar no direito de vanguarda única de todos os que querem uma sociedade mais justa e de mais bem estar. O Partido devia ouvir mais as pessoas, devia ser mais humilde e o mais importante de tudo, devia ter um discurso que a maioria das pessoas entendessem.
    Não há verdades únicas, conhecidas apenas por um pequeno grupo de iluminados que tudo quer controlar e liderar. Eu digo que é uma pena e é uma tristeza, porque o Partido já teve gente boa e continua a ter gente boa. Temo é que tenha cada vez menos. No limite, a postura do Partido é quase ofensiva para todos os que lutaram e lutam por uma vida melhor e por uma sociedade mais justa. A ofensa ganha uma proporção escandalosa quando penso em todos os valorosos militantes e simpatizantes que infelizmente já não se encontram entre nós.

    ResponderEliminar
  20. Caro Mugabe,

    Porrada??! É disso que está à espera?
    Não digo que um dia não possa vir a acontecer, mas, no fundo, penso que houve pessoas que não retiraram grandes lições do 25 de Abril...
    Olhe, se houver porrada, por causa da política, ou por causa da questão de quem deve governar, eu também fujo! A não ser que esteja em causa a minha nação ou família, pois esses são os únicos ideais que me movem. Política, já vi que não vale a pena. Mas se o próprio amigo mugabe apenas vê uma possibilidade de ascensão do seu partido ao poder, através da "porrada", então está tudo dito e mais que confirmado: a democracia não é para todos, para alguns é até difícil de engolir. Às vezes, temos de engolir sapos para sobreviver. Outros preferem morrer pela convicção de que apenas eles são donos da verdade. E a gente deixa!

    ResponderEliminar
  21. Eu voto:

    MUGABE A MINISTRO DA MÁ EDUCAÇÃO, JÁ!!!

    Vê lá mas é se lavas a boca com sabão azul.

    ResponderEliminar
  22. Só uma nota para o desempregado que diz que vota nestes porque já os conhece. Eu, é exactamente por isso que nunca votarei neles. Ou será que pensas que só eles defendem a liberdade (esta bem falsa) em que vvemos. A liberdade só existirá quando ninguém tiver de se assinar como desempregado

    ResponderEliminar
  23. Caro MFerrer

    Não sei pq comenta este post com as questões dos profs.

    Não vou responder a todas as afirmações patetas que fez pq já percebi que gosta de falar do que não sabe.

    Vou apenas explicar-lhe em que consiste uma visita de ESTUDO, não um passeio.

    Quando um professor entende ser importante realizar uma visita de estudo, mete-se numa carga de trabalhos e, pior, arrisca-se a arranjar uma carrada de chatices.

    Vou dar-lhe um pequeno exemplo.

    Há poucos anos atrás, antes da sua querida ministra da educação ter começado a humilhar os profs, organizava-se na minha escola uma visita ao A.R.C.O. em Madrid e, ao mesmo tempo, aproveitava-se para conhecer os museus, Prado, Rainha Sofia e Tyssen.

    Para se levar a cabo essa visita e, ao mesmo tempo, torná-la o mais barato possível, só se realizava se houvesse um número muito grande de alunos interessados.
    O número de alunos oscilava entre 70 a 80 alunos.

    Dois professores assumiam a preparação dessa visita e mais três, cinco no total - era o número de profs. exigido pelo ministério - acompanhavam.

    Preparar a visita era trabalho voluntário, sem horas disponíveis e mtas vezes sem telefones e outros meios de comunicação disponíveis. Quero com isto dizer que o trabalho era feito fora de horas e os contactos, normalmente telefónicos, feitos pelos nossos próprios meios, às nossas custas.

    Fazer reuniões com pais dos alunos fora das horas de trabalho dos ditos, alugar autocarro, fazer seguros de viagem, marcar alojamentos, fazer contactos com museus, etc. etc.

    Depois chegava o dia da viagem, normalmente com saída à noite para poupar uma dormida paga na pousada de juventude, depois de um dia de trabalho, para chegar a Madrid de manhã. Fazia-se umas paragens para chegar à pousada por volta do meio-dia. Tudo sem dormir ou, quem conseguisse, dormir num assento de autocarro. Fixe!!!

    Depois tínhamos dois ou três dias de estadia, com as referidas visitas e a RESPONSABILIDADE de sermos RESPONSÁVEIS por 70 ou 80 adolescentes. SIM, RESPONSÁVEIS por tudo o que pudesse acontecer a qualquer "criancinha" que nos era confiada.

    O regresso, sempre ao sábado ou ao domingo, para não perderem dias de aulas, também feito de noite, para chegar a Lisboa de manhã.

    Quando cá chegávamos, muitas vezes, ainda tínhamos de ficar à espera que alguns pais viessem buscar os rebentos porque, apesar de avisados pelos ditos rebentos de que já se estavam a aproximar de Lisboa, talvez por ser sábado ou domingo, os paizinhos estavam com preguiça de se levantarem.

    Concluindo, desde a partida até à chegada, nós estávamos a trabalhar 24 horas por dia!!!!
    Sim 24 horas porque em momento algum deixávamos de ser, LEGALMENTE, responsáveis por tudo o que pudesse acontecer.

    As contrapartidas que nos foram dadas foi o reconhecimento por parte de alguns pais e o reconhecimento por TODOS os alunos que, connosco viajaram.

    Para nós só prazer de saber que o nosso trabalho era importante para a formação dos nossos alunos justificava o desgaste físico e ECONÓMICO que estas visitas representavam. Sim, económico porque, apesar da, ou das dormidas na pousada em regime de pousada de juventude, sem privacidade em quartos colectivos, não serem pagos por nós, todas as refeições, naturalmente em restaurantes - muito mais caros do que cá no burgo - eram pagas do nosso bolso.

    Como parece saber muito sobre tudo e mais alguma coisa, deve tb saber que se algum acidente com algum aluno, um atropelamento po exemplo, acontecesse, nós irámos ter muitos problemas de todo o tipo, até judiciais se alguém quisesse alegar negligência da nossa parte.
    Felizmente que, nas muitas visitas que realizámos nunca nada de desagradável aconteceu.

    Como no início referi, desde que a sua querida ministra iniciou a perversa cruzada, a nossa resposta foi imediata. Ela que as faça, se conseguir que alguém a acompanhe!

    Por último, gostava que o MFerrer me dissesse qual a profissão em que um funcionário se desloca em serviço, 24 sobre 24 horas, sem qualquer remuneração extra ou, no mínimo, ajudas de custo?

    Já que parece saber de tudo, RESPONDA!.

    ResponderEliminar
  24. Este Mugabe é uma verdadeira besta, mas que grandessissimo anormal. O Problema do PCP foi não entender que vive num Mundo em constante mutação.
    Com esta estúpida ortodoxia desempenhada por individuos francamente maus técnicamente, as formas de luta contra o capitalismo são rudimentares e desactualizadas.
    Para mim os verdadeiros culpados deste capitalismo são todos os lambe botas que se vendem, mas são também estes individuos que se julgam donos da verdade. O problema do PCP é que deixou de ter intelectuais para ter tocadores de bombo.

    ResponderEliminar
  25. Obrigada ao KAOS pelo excelente trabalho! E pelo estímulo que provoca, tendo em conta o número de comentários.

    Há pessoas educadas e outras muito mal educadas.

    O que se poderia esperar de alguém que se esconde sob a capa de "Mugabe"?

    ResponderEliminar
  26. Aos dois anónimos não respondo, porque são dois provocadores imbecis.

    Manuela; eu não me escondo, se quiser podemos encontrarmo-nos para falar destes assuntos. Como vê....!

    Ao Cirrus respondo o seguinte: eu disse que era a única via ? não ponha na minha boca coisas que eu não disse.

    ResponderEliminar
  27. O mal desta gente é que já são políticos profissionais há tanto tempo, que já se esqueceram do sabor do pão que o diabo amassou, ou das dores que o trabalho provoca. Estão TODOS bem uns para os outros... e forneceram à «democracia» uns grandes cromos, com destaque especial para o «Cardeal».

    ResponderEliminar
  28. Este Mugabe é alguém curioso, chama imbecis a toda a gente, mas não se preocupa em mandar para aqui e para ali só porque tem opinião divergente da dele. Problemas sexuaís??? Misantropia?? Alguma coisa deves ter !! Agora uma coisa é certa não perceberes como disse o anónimo anterior que, este e outros individuos que se proclamam comunistas se limitam a defender os seus tachos. Eu, se calhar ao contrário de ti acompanhei o meu pai em muitas e muitas manifestações, ainda era uma criança. E acreditava que o Mundo poderia ser melhor, aliás só posso acreditar. Mas não acredito num partido que infelizmente expulsa quem oferece caminhos alternativos, que se recusa a perceber que existem outras formas mais inteligentes de combater o capitalismo. Que faz do conhecimento das várias pessoas uma forma de se desenvolver e de crescer. Coçar para dentro e para os familiares é o que muitos destes individuos fazem. O Jerónimo de Sousa quanto tempo trabalhou??? Provavelmente é funcionário do partido !!! Mas que profissão é esta??? Politico!!! AHAHAH!!! Deixa-me rir.
    Por trás da capa da esquerda muitos se escondem, e assim vão dando armas aos outros para que este Mundo seja a porcaria que é!!!

    ResponderEliminar
  29. O "Mugabe" quer ser vedeta e aqui pelo menos já ganhou o estatuto de bobo, PARABÉNS camarada!
    Com essa tua espécie de pensar envergonhas muitos apoiantes e militantes sérios que os há certamente no PCP mas também existem as maçãs podres como tu que precisam ser rapidamente colhidas não vá a maleita pegar-se à árvore.

    És mesmo um frustrado páh!

    ResponderEliminar
  30. Olá Kaos

    Os Partidos Comunistas ortodoxos inspirados na antiga União Soviética estão condenados à morte lenta. Como digo a brincar os seus membros "estão mortos e ninguém lhes disse". São intransigentes, ditatoriais, controleiros. Gostam de voto de braço no ar, para saberem quem são os alvos a abater, para impedir o livre pensamento e a liberdade individual.
    Nunca gostei desse partido: nunca gostei de células, de ser controlada, de ter dono sem saber quem era, de obedecer cegamente. Gosto de usar os meus neurónios, pensar pela minha cabeça, dialogar, discutir criativamente na procura de soluções para as causas que me movem.
    Sou mais sensível a boas ideias e a causas do que a ideologias perenes.
    A minha passagem pelo mundo, é na minha perspectiva de cidadã obrigatoriamente participar no desenvolvimento da sociedade e legado que deixo aos devindos, nem que seja um grão de areia.
    Há várias estratégias para o fazermos e cabe a cada um descobrir como o sabe fazer melhor.
    Em meados do Século passado Jean Paule Satre dizia que estávamos condenados à Liberdade, à liberdade da escolha criativa do nosso caminho nas nossas autonomias individuais.
    Perante isto o que temos com 1917?
    Tu este caminho magnífico dos teus bonecos maravilhosos que falam por si e nos dizem tudo, com a tua liberdade absoluta de existires.
    Eu escolhi o meu, sabes qual é, onde também tento exercer a minha liberdade para derrubar barreiras e ajudar-me a mim e aos outros a construir as nossas autonomias individuais num espaço de liberdade e de unicidade.

    Obrigada pelo teu Blogue.

    Hoje vai um beijinho

    Isabel

    ResponderEliminar
  31. Tu escolhes-te...

    (Acrescento, comi a palavra)

    Outro beijinho

    Não te zanges Kaótica amiga.

    ResponderEliminar
  32. Ao Forteifeio e ao Anónimo das 15.47 que invocaram o meu nome,....obrigado rapazes, só os posso mandar levar na peida....devem pertencer à corja dos xuxas panilas, quiça teriam estado na casa de Elvas......vai lá vai...hahahahahahah

    ResponderEliminar
  33. Mugabe,

    desculpe-me se lhe parece tê-lo ofendido na sua integridade moral ou intelectual.

    Mas o meu amigo disse "quando" isto der porrada, e não "se" isto der porrada. Se quiser retratar-se, sinta-se à vontade, pode apenas ter sido um lapso normal da língua. Mas que foi dito por si, foi, e não estou a pôr qualquer palavra na sua boca.

    Se quis dizer "se" isto der porrada, admito estar errado. Mas disse "quando", por isso... continuo na minha.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  34. Caro Imb:

    Não vá por aí. Qualquer profissional licenciado tem de fazer isso. No privado, claro. Quanto ao resto, sabe do que fala, por isso não tenho bases para o pôr em causa. Mas não vá por aí. Eu trabalho 50 horas por semana e não tenho horas extra ou ajudas de custo, que, aliás, nem sei o que são. E quando sou chamado a meio da noite, que remédio tenho eu senão ir!

    ResponderEliminar
  35. Alguém aqui afirmou que os PC que mantém a ideologia marxista-leninista estão condenados à morte lenta.

    Discordo plenamente.

    Passo a exemplificar: todos os outros PC europeus, que, cobardemente, se social-democratizaram, como agora se diz, morreram ou foram absorvidos pelos respectivos PS.

    O PCP, se tem algo de puro e genuíno, é o seu ideário. A ideologia não está em causa, e se tivessem adoptado algum modelo misto, já tinham morrido, como o PC italiano ou o espanhol. O PCP está bem vivo, ao que me parece. A minha crítica vai apenas para o "departamento" de comunicação dos rapazes - actualizem lá isso, que as ideias novas vêm logo atrás, sem atraiçoar a ideologia. Fariam de mim um homem feliz.

    A frase do dia: "O PCP será poder quando o povo quiser". Foi bonito e penso que rebate muitas opiniões de muitas pessoas que pensam que o PC lá chegará através de golpes baixos ou até... "porrada".

    ResponderEliminar
  36. Caro Imb

    A título de exemplo: até aqui há bem pouco tempo, era responsável por um Laboratório Móvel de uma empresa privada, e passava 24 horas sobre 24 horas dos 5 dias da semana longe de minha casa e família. Não recebia mais por isso, e o meu ordenado era bem capaz de não chegar nem perto do de um professor, acredite... Quando acusa outras pessoas de não saberem do que falam, não se atraiçoe, pois neste aspecto também o senhor parece não estar muito bem informado.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  37. Júlio Tavares2/12/08 10:58

    Só os líricos podem pensar que o PCP alguma vez poderá ser governo pela acção do voto nas urnas. Os que assim pensam andam-se a enganar a eles próprios, onde está o primeiro PC que alguma vez foi governo pelo voto livre, que eu saiba nenhum, todos o foram pela acção de revoluções, revoltas, levantamentos, etc. Em Portugal quanto poderiam ser governo o Otelo e não o Mário Soares deu-lhes com os pés, sim foi o Otelo que os fodeu, foi o Otelo que em 25 de Novembro de 1975 deu as armas aos socialistas e não ao PCP, com este gesto quanto a mim heróico evitou-se uma inevitável guerra civil, esta é a verdade. Se foi bom ao mau só a história o ha-de dizer. É por isso que o Otelo e toda e estrema-esquerda continuam a ser o inimigo nº1 do PCP, como aliás se viu no último congresso.

    ResponderEliminar
  38. Não é necessário vencer umas eleições para chegar ao poder democraticamente - veja-se o PP! Penso que a perspectiva comunista de chegar ao poder é a de participar, nunca a de ganhar. Aí, também penso que não. Pela violência? Os dirigentes do Partido não estão para isso, embora pareça que alguns dos seus militantes estão a afiar as espadas há muito tempo...

    ResponderEliminar
  39. Apenas venho aqui declarar a minha profunda tristeza pelo post em questão, que na minha humilde opinião, demonstra por parte do seu autor, uma elevada falta de consciencialização política e uma profunda irresponsabilidade, face aos baixos e profundamente imorais ataques da direita, mais reaccionária, que se cobre com mantos de esquerda, cujo objectivo é apenas procurar desacreditar e destruir pela divisão, a união dos verdadeiros progressistas, dos verdadeiro combatentes e dos verdadeiros resistentes, que desde há muito, sabem que só na coesão e na união, podem combater eficazmente o novo fascismo, agora denominado neoliberalismo, o qual nem sempre parte da direita, mas sim e cada vez mais, de uma alegada esquerda que ambiciona profundamente o lugar ocupado pela direita.

    Nos diversos comentários, que li, inerentes a este post, vi claramente, uma perigosa infecção revelar-se, no seu pior, com laivos de xenofobia primária ao PCP, a mesma, com o total consenso do autor do blogue, com o qual partilho um lugar comum na blogsfera, sendo que a partir deste momento, apenas o lugar será comum, pois os ideais, deixaram de o ser, respeitarei a sua posição política, assim como a sua opção, embora e em plena consciência, se o autor deste post, não votar no actual Partido alegadamente Socialista, está a trair-se a si mesmo, caindo no total ridículo.
    Lamento que o medo expresso, do autor deste post e deste blogue, provocado única e exclusivamente pela sua declarada ignorância, sobre como funcionam as estruturas do PCP, o tenham feito e tornado em mais um agente ao serviço da direita, com uma falsa capa de esquerda.

    Os meus sinceros votos de pesar, por um blogue de grande qualidade gráfica, como é o wehavekaosinthegarden, que se prostituiu à xenofobia do mais baixo nível, que existe neste país, contra um partido que foi o maior lutador para que todos vós possam hoje aqui, fazer justiça a quem o combateu, amordaçou, prendeu, torturou e assassinou, quem nele militava, apenas porque queria um Portugal livre para si, para o seus filhos e para todo um povo.

    Obrigado Kaos pelo serviço que neste momento prestas, a quem mantêm à 34 anos, este país num estado de total degradação política, social e moral.

    Bom trabalho!

    Ouss

    ResponderEliminar
  40. Kaos,
    Eu gostaria de ler uma critica fundamentada que nos levasse ao debate, contudo, sabendo que qualquer critica ao teu modo de ver a realidade é considerada um desrespeito, afirmando-te assim como um exemplo de pluralidade, lamento o teu profundo desconhecimento da democracia, explicado assim que fica a tua tentativa de, como independente, integrar, como integraste, as listas da CDU das quais fugiste quando constataste que a tua vontade não é a única que deve primar, que deve integrar um conjunto de formas de olhar a vida que juntas se constituem como vontade. Que tenhas vindo à festa do avante tentar angariar apoiantes para a tua causa, em lugar de mostrar claramente a tua vontade, pensando-te o mais esclarecido dos seres humanos numa atmosfera comunista, que por tal esclarecida quanto baste para identificar narcisistas ou egocêntricos déspotas com sonhos de grandeza pueril.
    A tua vontade é tão importante quanto a minha, num universo de 2 como se resolveria um problema?
    Todos juntos podemos mudar o mundo, no Congresso, para o qual foste convidado para que depois não ficasses a falar de borla, o Camarada Jerónimo convidou qualquer força que saiba claramente o que quer, sem piscares de olho à direita, a unir-se dentro da pluralidade, da diversidade, e, sobretudo, a quem estiver interessado discutir com a 2º força partidária e primeira democratica do nosso país, a uma coligação como a CDU, constituida por 3 partidos.

    Continua a criticar e afugir de tudo o que mostre que não estás sozinho no mundo. A tua frase "outros que juntos comigo" é suficientemente reveladora dos teus objectivos.

    Não pervertas mais esta, mesmo que bastante revisteira travesti, expressão de arte que é o teu blog com textos tão básicos e redutores da consideração que merece.

    A revolução é hoje!

    ResponderEliminar
  41. Júlio Tavares3/12/08 21:53

    Quando se fala na rataria ela aparece e desaparece como ratos que são, aquela de dizer que a cdu é formada por trez partidos, é de bradar aos céus, para estes tipos tudo o que não é pc não presta, à boa naneira da urss, mas esta gente não muda ao menos um bocadinho, o Otelo é que a sabe toda.

    ResponderEliminar
  42. Mas qual é a parte da frase "Estou farto de TODOS os PARTIDOS da AR" que algumas pessoas insistem em não querer perceber? e acima de tudo aceitar!
    Anarquia já! Proxenetas da política do PP, PSD, PS, PCP e BE em trabalhos forçados imediatamente!

    ResponderEliminar
  43. Pouco há a fazer de facto, quando a mais pura estupidez anda á solta, como a destes dois últimos comentadores e, a de tantos que para aqui foram atraídos pelo odor deste post.
    É uma relação como a da mosca ser atraída pela merda, porque de facto, eu considero este post, UMA MERDA, para além de irreponsável e inconsequente.

    ResponderEliminar
  44. Xúlio Tavares...a rataria de que falas deve ser a rata da tua mãe, irmã, primas etc....não é....grandes ratas elas devem ter. E tu ? já papaste o teu sóquinhas ?? ou a xuxaria já te empalou todo??

    ResponderEliminar
  45. CRN e Sensei,

    Não vou escrever este comentário para defender ninguém, muito menos o Kaos, que sabe muito bem defender-se sozinho e não precisa de ajuda de ninguém, como tão bem tem demonstrado ao logo dos tempos. Escrevo este comentário pelo puro espanto. Espanto por tudo o que leio. Concorde-se ou não com uma opinião expressa, essa foi dada. Devo relembrar que isto é um blog, tem um autor com opinião. Não é um forum, não se confrontam pessoas, mas apenas opiniões. E o respeito, não só pelas opiniões do autor, mas por todas aquelas aqui expressas, devia ser a regra de ouro pela qual se deviam gerir todos os democratas que aqui opinam. No fundo, aquilo que acabaram de fazer, muito polidamente (os insultos também podem ser polidos), foi atalhar ao Kaos que não sabe o que diz, e, pior, muito pior, ameaçar ou pôr mesmo fim a uma amizade blogosférica (pelo menos, não conheço pessoalmente nenhum de vocês, e não sei que nível de conhecimento pessoal têm do autor), em nome de um diferendo de opiniões. Condenado por delito de opinião? Em Portugal?

    Não, não vou dizer-vos que vos estalou o verniz ou que lhes caiu a máscara. Seria injusto da minha parte. Aceito a vossa compreensão do nosso espectro político. Por mim, sempre me afirmei comunista e nunca tive medo de o afirmar, fosse onde fosse. Não sou, nem sou obrigado a ser, militante do PCP para ser comunista. E também eu penso que que a arrogância do PCP é crassa. Houve uma frase ou conjunto delas que me ficou a zunir nos ouvidos: que os comunistas foram perseguidos no tempo da outra senhora. Verdade. O meu avô morreu desse mal. Era comunista. E os outros democratas todos? Não eram perseguidos? Apenas os comunistas? Não vão por aí, houve por aí muito sofrimento às mãos da ditadura, não apenas sofrimento comunista, mas também de outras cores e quadrantes políticos. É esta arrogância de quem se julga a única alternativa de esquerda que eu abomino. Há outras alternativas, e todos temos de viver com elas e aceitá-las. Isso é democracia. Não um discurso uniforme e estanque, imutável e imposto a todos os militantes. Não, isso não quero, nem para mim, nem para os meus. Quero pensar livremente, ser capaz de ser criticado, em vez de ser apenas crítico. É assim que se cresce, é assim que se devia viver.

    Ainda nas últimas autárquicas, fui contactado para integrar a lista de militantes do BE. Recusei. Não porque discorde inteiramente, mas também porque não concordo inteiramente. Para mim (para Mim!!), a referência ideológica de esquerda é, por excelência, O PCP. Mas estas atitudes deixam-me triste. Só estar disponível para quem sabe o que quer? O que quer isso dizer? Que apenas o PCP sabe o que quer? Ou que quer comandar a agenda política de todos os outros partidos de esquerda? Ninguém é perfeito, e é apenas isso que queria que entendessem. Todos são críticos e criticáveis. Se por isso perdemos os amigos, então acabaremos todos sós.

    Abraço

    ResponderEliminar
  46. Sensei:
    Sei que compartilho um blog contigo e faço-o porque o que combinamos era fazer um blog de esquerda onde se pudessem discutir idéias e soluções para que a esquerda pudesse chegar ao poder. Não combinei fazer um blog de adoração a nenhum partido.
    Reafirmo o que digo no post pois fazer a união da esquerda não é só falar nela, é dar passos nessa direcção. Tenho pena da intransigência de alguns e da falta de diálogo que vejo na esquerda. Nunca fui favor da idéia de que quem não pensa como eu é meu inimigo. Acredito que é possível juntar gente que deseja fazer deste país um país melhor. Haja para isso a vontade de todos e sobretudo daqueles que se dizem ser a sua vanguarda.

    ResponderEliminar
  47. CRN:
    Gostaria de esclarecer que não fugi de nada e que continuo a ser candidato da CDU à Assembleia de Freguesia, embora sem ter lugar na mesma.
    Também não fui à Festa do Avante para angariar nada e se concordei em fundar o cheira-me a revolução foi na perspectiva que disse ao Sensei no comentário anterior. Um blog para discutir a esquerda e penso que isso não é um exclusivo do PCP.
    Falas da união no ceio da CDU como unica alternativa à união de esquera. Isso mostra exactamente aquilo que digo no post.

    ResponderEliminar
  48. Kaos,
    Mais uma vez afirmo que esta discussão e até o teu post não teria lugar se tivesses vindo ao congresso, contudo, pela tua condição de independente, como podes constatar, a democracia é sinónimo de PCP, o qual faz parte da CDU como tu, como qualquer que defenda em coerência os ideiais da esquerda socialista.
    Quando o peso especifico de todas as outras forças que procuram a união for considerado suficiente para que 3 partidos prescindam da sua coligação para formar uma nova, seguramente o PCP aceitá-lo-á, como a ti sem que te obrigue a pertencer ao mesmo.

    Cirrus,
    Ainda não sendo este o sitio para te responder, se o Kaos me permite, informo-te que, politicamente, só existiram seres humanos assassinados por parte do PCP, só houve uma publicação insubmissa, o Avante clandestino, só existiu coerência com as necessidades da população - que chegaram a ter uma banca para a servir, não como hoje que somos nós quem serve a banca - durante o PREC, como tal não entendo o teu medo em saber realmente o que é o comunismo, o socialismo e, sem medo de que te olhem mal ou percas amigos, te afirmes em consciência.

    A revolução é hoje!

    ResponderEliminar
  49. CRN
    Carao amigo
    Não fui ao congresso porque não tinha lá lugar nem para tal fui convidado. Isso não fez com que não seguisse com interesse as noticias e tenha ouvido com atenção alguns discursos. Certo é que não posso concordar contigo quando dizes ser a Democracia um sinónimo de PCP. Que o PCP seja democrático não discuto, mas que se tenha de ser do PCP para ser democrático já não me parece correcto.
    Quanto à união essa só poderia acontecer se houvesse uma genuina vontade de a fazer o que não me parece acontecer por parte de ninguém pelo que a esquerda continuará a sofrer da mesma doença que o atacou há já muito tempo. A divisão e o termos de viver sobre o jugo do liberalismo. Eu, continuo a considerar que é mais importante servir os povos que fazer politica partidária.

    ResponderEliminar
  50. Kaos,
    Servir os povos só através da politica, e, respondendo-te de baixo para cima, no relativo ao teu comentário, penso que não disse que outras formações partidárias sejam antónimos de democracia, só escrevi que o PCP é de tal um sinónimo. Mesmo sabendo que o PS/D impõe a vontade da oligarquia capitalista.
    O interesse não é atributo de ninguém que continue afirmando-se conivente com alguns designios da direita.
    Com relação às noticias veiculadas pelos meios que manipulam a opinião dos Portugueses, o problema reside justamente aí, na manipulação.
    No relativo ao convite não te ter sido endossado, eu mesmo te convidei - da mesma forma que o fiz com outros - e, a pesar da reiteração com que o fiz, não deste sinais de ti.

    A revolução é hoje!

    ResponderEliminar
  51. Zé Leitão4/12/08 12:25

    CRN:
    só existiram sere humanos assassinados por parte do PCP? antes do 25 de Abril?
    Isso não é verdade, porque o General Humberto Delgado foi assassinado e não era do PCP.
    Quanto ao post do Kaos, para ti CRN e para o Sensei e para todos, é um post que põe o dedo na ferida. Eu fui militante da UEC e do PCP entre 1977 e 1981.Mesmo assim, até hoje votei quase sempre no Partido. Mas já nessa altura em 1981, embora jovem eu não era parvo, e observei a maneira de trabalhar do Partido a nível interno. No que respeita ao trabalho com as pessoas, a palavra de ordem era liderar toda e qualquer iniciativa política. Mesmo se essa iniciativa tivesse partido de alguém que não fosse militante. Era o Partido que teria que aparecer sempre como dono da iniciativa ou proposta nem que isso provocasse o afastamento das pessoas que tiveram as ideias originais. Eu comecei por observar este modus vivendi ainda na UEC. Além disto, nas reuniões internas havia o ponto da ordem de trabalhos - situação política - em que era debitada uma análise feita pelo comité central, vinda a ser passada através de pelo menos 3 reuniões de orgãos de direccção até chegar ao militante de base, em que não havia possibilidade de perguntas ou de debate de outra visão das coisas. Eu saí. Apesar disto tudo, que é da maior importância, eu continuei a votar PCP precisamente porque não havia outro partido em que votar. O PCP é o único partido com capacidade de fazer com que o Parlamento, mesmo com maiorias absolutas, não descarrile tanto para a direita como seria do agrado dos PS's.
    Mas hoje, depois de tanto tempo, depois de mais um Congresso em que é reiterada de forma nunca antes por mim vista, a ideia de que só o PCP está em condições de liderar e controlar, e de que todos os outros não fazem mais do que o jogo da direita, eu perdi a paciência. Acabou-se, não voto no PCP tão cedo. O problema do PCP é, volto a repetir, um problema de IMAGEM. Que é retrógada e meio labrega. Tenho o maior respeito pela luta que o PCP desenvolveu durante a ditadura fascista. Conheci alguns militantes que estiveram presos. Um deles esteve no Tarrafal. E nunca esquecerei os serões e noites passadas no Centro de Trabalho dos Olivais a ouvir as suas histórias. São histórias de coragem, de resistência, de lealdade e também de humildade. Infelizmente a maior parte deles já morreram ,e revolta-me de uma maneira tantas vezes incontida a acção e sobretudo o discurso do PCP hoje.De uma arrogância descarada e de uma imagem que contrasta com repugnância com as suas lutas de outrora.
    E isso assusta.

    ResponderEliminar
  52. Júlio Tavares4/12/08 13:05

    Zé Leitão subscrevo as tuas palavras, também sempre votei PCP porque para mim era aquele que comigo mais se identificava na minha qualidade de operário vidreiro, mas camarada, penso que te posso tratar assim, hoje o PCP está estregue a novos-ricos, a novos caciques a chicos-espertos que mais não fazem que engrossar as ordas da direita. Que saudades tenho de Cunhal mesmo não concordando com algumas ideias suas sempre o vi como um Homem integro e de extrema inteligência. Que saudades.

    Cumps.

    ResponderEliminar
  53. Leitão,
    Será questão de evitar tergiversar o que escrevi: "informo-te que, politicamente, só existiram seres humanos assassinados por parte do PCP", referindo-me a colectivos partidários, não deixando contudo de abonar a favor do, ainda que ambíguo, Humberto Delgado, pelo respeito que merece pela sua condição ser humano, similar à grande maioria.
    O Partido compreênde todos aqueles que o integram, liderar um projecto de outro não faz muito sentido se esse estiver integrado e considerar o colectivo antes do seu próprio protagonismo. Não sendo militante, não vejo como pode acontecer tal episódio. As ideias são do colectivo para o colectivo.
    Para que algo seja analizado pelo comité central deve ser o consenso de todos os militantes, ratificado em democracia e posteriormente transmitido em formato de projecto às mesmas bases que retroalimentaram essas teses. Vão discordar de quê? Do que formularam?
    Passando ao lado dos impropérios que proferes, dir-te-ei assim mesmo que, ao contrário de ti, ou do Durão Barroso, eu continuo a conviver com revolucionários que sofreram na pele as agruras de defender a liberdade antes de 1974 e com outros que as sentem hoje, quando são condenados por pintar um mural baldío com a frase, "Transformar o sonho em realidade".

    Se subsistirem as criticas infundadas, mesmo que para ti não o sejam, convido-te a que exponhas as mesmas em qualquer dos blogues nos quais integro o colectivo http://caparicaredneck.blogspot.com ou http://revolucionaria.wordpress.com

    Ainda entendendo que te tentas defender o Kaos, quem penso que não necessita que o defendam e menos desta forma, não pretendo utilizar a casa dos outros para argumentar com quem de tal não tem a chave.

    A revolução é hoje!

    ResponderEliminar
  54. VÓS SOIS TODOS UNS CRETINOS!
    A VERDADEIRA ALTERNATIVA É MONÁRQUICA, A ÚNICA CAPAZ DE TRAZER AO NOSSO PAÍS OS VERDADEIROS VALORES PATRIÓTICOS REVISTOS NA PADEIRA DE ALJUBARROTA, NO D. AFONSO HENRIQUES E OUTROS TAIS QUE TIVERAM A CORAGEM DE CORRER COM OS FILHOS DA PUTA DOS CASTELHANOS DAQUI PARA FORA. AGORA ESTÃO TODOS ENTREGUES A ESSA MERDA DE PAÍS QUE MAIS NÃO É QUE UM AMONTOADO DE REGIÕES QUE SE CHAMA ESPANHA, E CONTINUAM PARA AQUI A DISCUTIR MERDA, ENQUANTO ESSES CABRÕES CASTELHANOS NOS VÃO DOMINANDO ECONÓMICAMENTE À ESPERA DA OPORTUNIDADE DE NOS INVADIREM FISICAMENTE.

    A TODA ESSA ESCUMALHA QUE COMENTOU AQUI, DESDE O KARATE KID, AO MUGABE, PASSANDO PELO CMR, DIGO-VOS QUE ESTAREI À VOSSA ESPERA ONDE MENOS ESPERARDES E QUANDO MENOS DEREM POR ELA A VOSSA CABEÇORRA ROLARÁ NA LIXEIRA MAIS PRÓXIMA.

    ESCUMALHA TRAIDORA É O QUE VÓS SOIS!

    ASSINADO: D. SEBASTIÃO.

    ResponderEliminar
  55. D. Sebastião
    Há muito que não aparecia por cá alguém a pedir a cabeça de ninguém. Uma credito tenho de te dar, o de seres o comentador que dia mais disparates em cada frase que escreve. Não é de um D. Sebastião que necessitamos, mas sim de gente decente, democrática e livre. Deixa-te lá de ser parvo

    ResponderEliminar
  56. Kaos, olha que a CDU não precisa lá de reaccionários, revolucionários independentes, ou arrogantes e pedantes como tu,...já nos basta os fachos da direita para combater e tu só vais para lá para cumprires o teu papel ou seja...lichar os comunistas....vai-te mas é embora para o teu verdadeiro lugar que é sabujar a extrema esquerda reaccionária e aliada natural da direita.

    ResponderEliminar
  57. A todos

    O meu comentário ao Kaos, é especial e, nada tem a ver com quem quer que seja, que não seja ele e só ele.
    Em sede própria nos esclareceremos.

    Quanto aos desiludidos, lamento o facilitismo com que abandonais as vossas certezas, pois para mim, os partidos, o PCP não é exclusão, é formado por pessoas e, há más, assim assim e boas, logo e porque as pessoas existem, é natural a discórdia, contudo, é por dentro que as coisas que estão mal a nosso ver, devem ser alteradas, pois é meus amigos!... As lutas não são só externas, mas também internas, só que para as travar, temos de lá estar, ao invés de cobardemente e na base do facilitismo, dar às de vilas diogo e de fora elaborar a crítica fácil, dando trunfos ao inimigo.

    Quanto ao deficiente com o nick D. Sebastião, seguramente que se esqueceu de tomar a medicamentação, pois 1º usa o nome de um rei ainda puto e de tendencias sexuais pouco aceitáveis na altura, talvez daí o seu desaparecimento, por envergonhar a coorte e a ascendencia real.
    2º Ameaça ao estilo de herói da Marvel, sem sequer conhecer a quem o faz, sendo um declarado inconsequente, logo, só pode estar mentalmente perturbado a necessitar de internamento urgente.

    ResponderEliminar
  58. Jorge:
    Acredito que a CDU não precise de mim assim como provavelmente também preferia que tu não saisses para a rua em sua defesa pois o teu discurso só a deixa ficar mal. Mas, isso parece ser um mal que não é só teu.

    ResponderEliminar
  59. Sensei:
    Certamente que em todo o lado há bom e mau ou não fossemos nós humanos. Quanto às lutas que cada um trava não me parece justo que as apelides de cobardes. Poderei eu considerar cobardia que não estejas no interior do PS, por exmplo, para o mudar e ptrfiras estar num partido onde estás de acordo com a linha politica? Não me parece e quanto ao estar dentro ou fora de algo onde existe muita coisa com que não concordo é uma opção. Não pretendo gastar o meu tempo e a minha energia a lutar contra aqueles que quero ao meu lado, mas sim contra aqueles que são os meus verdadeiros inimigos. Quem preferir outro caminho, pois que o siga que eu sigo aquele em que acredito

    ResponderEliminar
  60. FORTEIFEIO4/12/08 21:58

    ao Sensei, só lhe digo uma coisa: Vamos ver quem é o partido com maior votação, se é o BE ou o PCP.
    e Se for o BE talvez fosse proveitoso o PCP fazer uma introspecção.

    Talvez fosse bom que o PCP pensasse o motivo pelo qual não consegue absorver parte da votação do PS, ainda que estes tenham uma actuação de verdadeira direita.

    ResponderEliminar
  61. CRN,
    Essa de só terem assassinado comunistas - eu também estava a ouvir Jorge Palma. E deixaram-me rir...

    Mas por aqui se vê - vocês querem o exclusivo de tudo - da luta, da mobilização, da mudança, e, agora, até dos mortos! São demasiado exclusivos para mim, se calhar não servia para militante. Mas já que os verdadeiros comunistas são apenas e só os militantes, bem, arranjem-se com os votos deles em eleições. Terão brilhantes resultados. E com essas críticas a tudo o que se mexe fora do partido, incluindo pessoas como eu, que votei no PCP muitas vezes, por me considerar comunista, sem que para isso não precise da vossa sentença para nada, só nos afastam cada vez mais. Vocês até podiam ser imunes à crítica, o que seria estranho, mas aceitável. O problema é que vocês não são imunes às críticas, vocês tomam-nas, até mesmo as bem intencionadas, como ataques à vossa linda colectividade. Pois eu penso que o indivíduo ainda terá que ser considerado a unidade primeira de tudo. Respeitar o indivíduo e suas liberdades está acima de tudo. Colectivo pelo colectivo? Que raio de ideia é essa? Somos todos iguais agora? Ou temos de ser? Deixem-me de fora, posso ser muito inferior a vocês, mas não importo, pelo menos penso, bem ou mal, pela minha pobre cabecinha.

    ResponderEliminar
  62. Zé Leitão4/12/08 22:22

    CRN, eu não proferi impropérios. A tua escrita é algo fechada para eu entender tudo aquilo que escreveste neste último comentário.Não pecebo porque escreves que eu defendi o Kaos.Defender para mim é outra coisa.Mas, para que conste, o Kaos é meu compadre e nem sempre estamos de acordo. E é assim mesmo.
    Não há ideias do colectivo. O colectivo é um conceito abstrato. Há ideias de alguém para o colectivo. Isso já faz sentido. E também faz sentido que essas ideias sejam aprofundadas/debatidas/discutidas.É para mim uma questão de bom senso, apenas. Como escrevi, o PCP merece-me o maior respeito, outra coisa é eu dar a minha opinião sobre o PCP, a sua postura, o seu comportamento e a sua imagem. Eu posso até estar enganado( e estou concerteza em várias coisas) mas sobre o PCP eu opino de acordo com a minha consciência e baseado na minha experiência e naquilo que observo.Em suma no meu conhecimento. Acho que a maior parte das pessoas devia fazer assim. E sobretudo não falarem sobre aquilo que não conhecem.
    De resto, eu sou daqueles que prefiro salientar ou sublinhar o que se faz bem. Sou daqueles que prefere elogiar do que criticar. E, naturalmente sou daqueles que prefere enaltecer o que me une a alguém ou a um grupo do que estar constantemente a evidenciar o que me separa.

    ResponderEliminar
  63. Zé Leitão4/12/08 22:31

    Quero só acrescentar que, ninguém imagina a minha tristeza e até às vezes a minha vergonha, quando ouço o Bernardino Soares a falar em nome no PCP como presidente do seu grupo parlamentar.E com mais vergonha fico se nesse momento estou a ouví-lo com mais alguém ao meu lado.

    ResponderEliminar
  64. Júlio Tavares4/12/08 22:35

    É por isto que a direita dificilmete sairá do poder, a esquerda não se une, será culpa do PC, do BE, do MRPP, olhem sinceramente não sei, nem sequer vocês o sabem. A direita une-se são como as putas finas, a esquerda desune-se, são como as putas pobres, só sabem dizer mal umas das outras. Ó caralho, deixem-se de merdas ataquem o PS, o PSD, o CDS e essa merda toda e unam-se caramba.

    A um ano das eleições vou dar o meu palpite:
    1º PS - sem maioria
    2º PSD
    3º BE
    4º PCP
    5º CDS

    O BE vai ser o charneira, pois o PS não se vai coligar com o PSD e muito menos com o CDS.

    Eu vou votar BE

    Júlio Tavares (Julinho)
    Marinha Grande

    ResponderEliminar
  65. E pronto! Este foi claro e grosso! Deu uma opinião! Vão-lhe cair em cima quando virem o PCP em quarto, mas ainda bem, pode ser que não leiam a cena da charneira, pois então aí passará a ser um pária...

    Bem, na verdade, não deu só uma opinião, até deu um sentido de voto...

    ResponderEliminar
  66. Sensei,
    Sou o anónimo lá de cima já está farto de sustentar calões com o dinheiro que o Estado me esfola nos impostos.
    Entre o que a entidade patronal paga, o que eu pago descontado no recibo de vencimento, mais os IVA's, ISP's, tabaco, ando 3,5 semanas por mês de 4 semanas a trabalhar para sustentar chulos.
    Que em temas como as casinhas de Lisboa, não percebe a diferença entre o PP, PSD, PS, PCP e BE. Eu para ter casa tive de contrair um empréstimo que me custa a pagar como o caralho!
    Os meus filhos para terem livros tenho de os pagar eu, não recebo 1 cêntimo de subsídios.
    Se precisar de um médico a correr, tenho de pagar um privado!
    Não distingo o PP, o PSD, o PS, o PCP e o BE na atribuição de empregos através da prática do clientelismo e partidarismo, nos ministérios, Direcções Gerais, Institutos, e nesse pântano de chulice que são as autarquias, onde os empregos são dados sem recurso a Concurso Público como determina a Constituição da República Portuguesa!!!! E onde em vez de obras, o dinheiro dos meus impostos se escoa para ordenados, carros, representações, e merdas do mesmo género…!!!! Tenho emprego obtido através de um concurso público, sem cunha nem padrinho, nem cartão de boy!
    Esta merda de país com 10.000.000 de habitantes tem mais políticos que aquilo que pode sustentar, com os resultados que estão à mostra!
    Vão todos, mas é mesmo TODOS, p'ró caralho que os arrebente!!!!!!!

    Ao Kaos e restantes bloguistas educados peço desculpa pela linguagem mas a minha revolta contra este sistema é … (sem palavras)

    ResponderEliminar
  67. Leitão,
    Imagino.

    No relativo ao segundo comentário, a liberdade que nos trouxe o 25 de Abril já te permite mudar de canal.

    A revolução é hoje!

    ResponderEliminar
  68. Caro Cirrus,
    parece que já são duas as profissões em que isso acontece.
    Com os meus 54 anos de vida e com algum conhecimento da vida - tb como arquitecto de formação e alguns anos nessa actividade - já conheci mta gente de muitos ofícios e nunca soube de alguém que se deslocasse ao serviço da empresa, fora do horário, em fins de semana, com uma IMENSA responsabilidade, sem qualquer compensação.
    Como trabalhador independente, sim.
    Eu, só ou em parceria com outros colegas, já fiz mtas horas, dias seguidos sem ir à cama, mas isso é outra coisa.

    Se tal acontece consigo - trabalhar 24/24 horas sábados e domingos, sem qualquer compensação - e com outras pessoas, parece-me não ser um bom exemplo.
    Para mim isso tem um nome: EXPLORAÇÃO!
    Aliás até o código do trabalho recentemente revisto e actualizado, nem isso prevê.

    Claro que existe mta. gente em condiçõs de trabalho perfeitamente deploráveis. Existem, tb, muitos trabalhadores a trabalhar sem receber salários mas, na expectativa de manter os postos de trabalho, lá continuam à espera de melhores dias. Tudo isso existe, tudo isso é triste, tudo isso é FADO! Desculpa a dislexia, tudo isso é FODA!

    Claro que no caso que relatei, não era obrigado a fazê-lo.
    Fazia-o, melhor, faziamos por gosto. Por entender que, como nunca nos considerámos mercenários do ensino, nem sequer funcionários, em sentido pejorativo, dedicar o NOSSO tempo a causas que considerámos relevantes, acaba por ser natural para quem gosta da actividade que desempenha.

    ResponderEliminar
  69. Viva "sensei".

    Optei por aqui para te responder já que eliminei a partir de hoje o "link" do teu blogue da minha lista de favoritos.

    Revelaste o "censor" que vive em ti e tens agora o troco.

    Mas não me dispenso de te esclarecer um pouco da minha Democracia...

    Se eu fosse daqueles que odiasse o "teu" PCP, colocava por lá úm comentário insultuoso de circunstância e marchava logo para outros destinos.

    Hoje limitei-me a colocar uma singela resposta a propósito de outro comentário subscrito por uma tal de "lagartinha de alhos vedros" e que tu tiveste o cuidado de não publicar.

    Dizia a rapariga (daquelas que usam certamente o chicote), em termos sucintos que "adorava o teu espaço mas que se sentia incomodada pela presença do género de pessoas como um um tal de Zagalote".

    Não me recordo de por lá a ver no passado, sinceramente.

    Mas tudo bem, assiste-lhe o direito mas como se impunha respondi que se se sentisse de facto incomodada, a sua solução passaria pela ausência desse tal magnífico blogue que tu geres mas que tem o récorde de meia dúzia de comentários, já para não falar no copianço que tens por costume fazer de outros espaços.

    Não publicaste o meu comentário, estás no teu direito e como receias perder clientela, eu compreendo.

    Muitas vezes lá fui e sempre sujeito aos insultos desse teu grande amigo "mugabe" que até fazes sempre questão de te jogar por ele para a fogueira.

    Também te assiste essa vontade.

    Agora o que eu acho que não deves fazer é vir para aqui com essa retórica do século XIX, insultar o "kaos" que gere um blogue que é sem qualquer dúvida um sinónimo de referência em Portugal onde a diversidade ao nível da pluralidade de opinião, repara que até consente os insultos do "teu" mais que tudo mugabe.

    Parece que não percebeste que a Democracia, a verdadeira e não a que tu e certos "comunas" pintam, se reveste de diversidade de opinião.

    A pessoas como tu e que sempre respeitei, lamento que se deixem enviuzar por caminhos sem saída.

    Com comunistas como tu e esse tal de "mugabe" Portugal jamais permitirá.

    Apenas poderão chegar ao poder em jeito de bengala o que é muito pouco para quem anda a propalar a revolução há quase 100 anos.

    Prefiro outros comunistas de quem sou bastante amigo e que têm os olhos bem abertos há muito tempo.

    Já bastou a varinha enxota cabras dos 48 anos do botas.

    DITADURA NUNCA MAIS!

    Este PCP incluído.

    Passar bem...

    ResponderEliminar
  70. Caro Imb,

    Com certeza que lhe pode chamar o que quiser, incluindo exploração. Aceito e compreendo e também lhe chamava, na altura (há 3 meses) uma verdadeira foda. No entanto, há que ressaltar que quero um emprego e esse até me abriu portas ao actual, na mesma empresa, com horário livre (ou seja, com trabalho fora de horas incluído), mas mais light nesse aspecto.

    É assim a vida. Cada um faz o que pode, e se vocês podem fazer mais do que eu, não os censuro. Pelo contrário, uma vitória dos outros não é uma derrota para mim.

    Apenas ressalvo que as comparações com o sector privado podem jogar contra a luta dos professores, uma vez que há condições de trabalho inimagináveis (para um funcionário público) cá fora.

    ResponderEliminar
  71. Zagalote.....encosta a tua cabecinha no meu ombro e chora...ahahahahahahahahaha.

    Já agora puto: não se escreve enviuzar, mas sim enviesar...vai mas é à escola em vez de gazetares...ahahahahahahahah

    ResponderEliminar
  72. Júlio Tavares5/12/08 12:48

    Cirrus

    O que esperas, era bom que me enganasse e fosse o PC e o BE a terem de formar governo, mas infelizmente não vai ser, se o velho Álvaro ainda cá estivesse não tenho dúvidas que seria assim, agora com esta cambada de inúteis (não todos) é impossível. Não ha-de o Sócrates fazer só merda se tivesse ou visse uma esquerda unida, solidária e com gente de coragem, aí ou arrepiava caminho ou estava fodido.

    Júlio Tavares (Julinho)
    Marinha Grande

    ResponderEliminar
  73. Ó Xúlinho....o teu BE$ é um partido de putos inconsequentes e de tias da linha,...não representam mais ninguém e muito menos os trabalhadores portugueses.

    ResponderEliminar
  74. Júlio Tavares5/12/08 21:58

    Quem é este mentecapto, ó pá não venhas para aqui brincar, se o quiseres fazer vai para o parque infantil, não chateies mais, não vês que és um senil e ninguém te liga pêvia. Olha, vai levar no cú que já és grande.

    Julinho

    ResponderEliminar
  75. ...É um "comuna" porque é ordinário.

    Nem comunista sabe ser PQoP!!!

    ResponderEliminar
  76. Xúlinho,....tu e os putos BEs são a maior merda que existe...piores que os pêeches, o Franchico Esperto...quer é ser tapete do PS

    Olha junta-te ao anónimo aí ao lado e e comecem já a copiar os xuxas....comam-se !!

    ResponderEliminar
  77. Andou o padeiro a chafurdar em cima da tua mãe e o resultado foi o corno do teu pai e o porco que tu és!!!!

    PIM

    ResponderEliminar
  78. De facto o nível deste blogue desceu, lamento.

    Zagalote,não sei do que falas, eu sempre publiquei todos os comentários, pelo que desconheço de facto sobre o que falas.

    Mas se querem a minha opinião sobre 2009:
    O PS vai ter maioria absoluta em aliança com a sua sucursal o BE.
    O PSD vai descer
    O PCP vai subir e muito
    O BE também sobre mas pouco, sendo o suficiente para a MA de Sócrates e a vilanagem continuar como todos vós gostais, é que 1º estranha-se, mas depois entranha-se, pelos vossos discursos de primatas anti comunistas, quem divide sois vós, o que aliás nem é surpresa nenhuma, esquerda de caviar e tv plasma, fodida por ainda não conseguir ganhar o suficiente para ter um mercedes ou mesmo um jaguar.
    Para mim este blogue de referência Nacional, está morto e enterrado, garanto que se em breve um doce saír do ME para os profes, este blogue logo defenderá o bloco PS/BE.
    Aos que vão votar BE, bom proveito, mas olhem!...Usem preservativo sim!
    Ainda bem que a esquerda que preconizais é a mesma que de facto prima pela excelência em França e em Itália, um bem haja hà vossa esquerda Hugo Boss.

    Ouss

    #Sensei

    ResponderEliminar
  79. Zé Leitão6/12/08 22:39

    Sensei, tu estás um bocado passado. É do frio? vê lá se te acalmas um pouco.Depois, lê com atenção o que escreveste.

    ResponderEliminar
  80. sensei:
    Realmente é pen que o nivel dos comentários deste blog descam ao nivel que descem sempre que se arranha o PCP. Parecem vacas sagradas a quem não se pode fazer uma critica ou apontar um erro ou defeito.
    Quanto ao futuro do país também não tenho grandes esperanças de mudança pois vivemos num país de alterne. Uma coisa te posso garantir é que este blog nunca será apoiante de nenhuma politica que não promova as pessoas e a defesa dos mais fracos. Nunca me ouviste defender o BE nem o PS ou outros quaisquer. O meu voto é meu e faço o que desejo com ele e ver a forma como tratam quem não se verga à opinião do PCP ainda me faz ficar com duvidas em quem votar. Talvez fosse bom que aprendessem a ouvir os outros e descobrirem que não há verdades absolutas.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  81. Olha Kaos...tudo bem, queremos ouvir-te a ti....diz lá então como é...! o que devemos fazer ó grande educador do povo.

    ResponderEliminar
  82. Mugabe:
    Não sei responder-te, mas estou disposto a discutir soluções. Impoirem-mas é que não muito obrigado

    ResponderEliminar
  83. Não tem de quê, apoio integralmente.

    ResponderEliminar
  84. do centro9/12/08 10:00

    Se não querem dar maioria ao sócas nem apoio ao louçã, votem PNR, a diferença para o PC é pouca ou nenhuma.

    ResponderEliminar
  85. A MAIORIA JAMAIS SE VERGARÁ À MINORIA, POIS QUANDO ISSO ACONTECE, CHAMA-SE DITADURA E A SUA PRÁTICA É A REPRESSÃO.

    ISTO É CLARO!... SE TODA A ESQUERDA VOTAR PCP, A DIREITA (PSD+CDS-PP+PS) TREME.
    SE A ESQUERDA FORA DO PCP QUE É MINORITÁRIA COMPARATIVAMENTE AOS ELEITORES PCP, VOTAR NO BE, GARANTO-VOS QUE NÃO SÃO OS ELEITORES DO PCP, QUE IRÃO VOTAR BE, ISSO SERIA A DESTRUÍÇÃO DO MARXISMO-LENINISMO E O IDÊNTICO DESTINO QUE A ESQUERDA TEVE EM TODA A EUROPA, ONDE OS "BE'S" LOCAIS FORAM A DERRADEIRA ARMA, QUE EM TAPETE VERMELHO ESTENDIDO NO CHÃO, INSTITUCIONALIZOU O NEOLIBERALISMO, QUE SE PREPARA AGORA PARA IRRADICAR DE VEZ OS MOVIMENTOS DE ESQUERDA SEJAM ELES O QUE FOREM, SE É QUE DE FACTO SÃO AINDA O QUE QUER QUE SEJA.
    PORTUGAL É UM DOS ÚLTIMOS REDUTOS QUE RESISTE, MAS COMBATER EM DUAS FRENTES, É DESGASTANTE, PORQUE NO DIA EM QUE O PCP ABANDONE OS SEUS PRINCIPIOS MARXISTAS-LENINISTAS, DEIXARÁ DE SER UM PARTIDO DE ESQUERDA, PARA SER NADA.
    AÍ HAVEIS GANHO!... AÍ!... TEREIS A VOSSA ESQUERDA DAS TERTÚLIAS E DA POESIA, A VOSSA ESQUERDA QUE FOI, É E SERÁ EM DEFINITIVO A ESQUERDA QUE SEMPRE FOSTEIS!... MEIA DÚZIA DE LÍRICOS QUE ACREDITAM QUE MUDARÃO O MUNDO COM GREVES DE FOME, COMO SE A VIDA HUMANA VALESSE MAIS DO QUE AQUILO QUE PODE PRODUZIR EM LUCROS PARA A CLASSE DOMINANTE.
    SE MORRERDES NA SEQUÊNCIA DESSAS ACÇÕES, ELES APENAS REFUTAM: - TENHO À PORTA MAIS 100 OU 200 PARA O SUBSTITUIREM E POR MENOS DINHEIRO.
    OU SEJA!... NO DIA EM QUE O PCP DESAPARECER, ESQUEÇAM QUE ALGUM DIA, VOCÊS E OS VOSSOS FILHOS VALHAM O QUE QUER QUE SEJA, QUE NÃO MÃO-DE-OBRA DE SALDO PARA SUSTENTAR O NEOLIBERALISMO.
    MAS NESSE DIA, EU E MUITOS MILHARES JÁ NÃO ESTAREMOS CÁ, POIS ISSO SIGNIFICARÁ QUE COMBATEMOS ATÉ À MORTE, PARA E ACREDITANDO QUE TODOS, INCLUSIVÉ VÓS, NOS CONTINUASSEM A COMBATER E A NOS INSULTAR, SEM QUE, TAL COMO AGORA, O REVERSO DA MEDALHA, NÃO FOSSE DE IMEDIATO POR VÓS NÃO ACEITE E, MESMO REBATIDO A UM NÍVEL DE INSULTO MINIMIZADOR DAS NOSSAS CAPACIDADES E INTELECTO.

    É POR ISSO QUE EU ACREDITO, QUE E SE UM DIA O PCP, DEIXAR DE SER O QUE É, TAMBÉM A PORTUGAL AS TREVAS DO NEOLIBERALISMO CHEGARÃO E MUITOS ANOS, SENÃO MESMO SÉCULOS DE TREVAS, SE REPETIRÃO, ONDE OS SENHORES DOMINARÃO, OS POVOS, ENQUANTO SEU SUSTENTO ATRAVÉS DE MÃO-DE-OBRA DE SALDO, SEM DIREITOS MAS APENAS DEVERES.
    RECIBOS VERDES, CONTRATOS A TERMO, NÃO SÃO GARANTE DE CASA DE HABITAÇÃO, LOGO NÃO SÃO GARANTE DE CONSUMO, LOGO NÃO SÃO GARANTE DE JUVENTUDE, LOGO NÃO SÃO GARANTE DE FUTURO.
    ESPERARÃO QUE OUTROS PAÍSES SE DESENVOLVAM, COMO A CHINA E O LESTE, PARA QUE A NOSSA MÃO-DE-OBRA SEJA ENTÃO AQUELA QUE ENTRETANTO A CHINA DEIXOU DE TER E, PASSOU A TÊ-LA EM PORTUGAL.
    QUEREM UM CONSELHO? (É DE GRAÇA)
    NÃO PERCAM TEMPO A VOTAR NO BE!... VOTEM NO PS, AO MENOS ASSIM NÃO ESTARÃPO A SER HIPÓCRITAS.

    ESTA É A MINHA OPINIÃO, TENHO DIREITO A ELA, TAL COMO TENHO O DIREITO A REVER NO PCP A ÚNICA E VERDADEIRA VIABILIDADE PARA A LIBERDADE!

    VÓS NÃO!... MAS SE EU AO VOS CRITICAR SOU POR ISSO APELIDADO DE TUDO MENOS DE PAI!... ENTÃO DESCULPEM, MAS PODEM USAR O MESMO BARÓMETRO E OS MESMOS INSULTOS FRENTE A UM ESPELHO, PORQUE AFINAL NÃO SOU EU O DITADOR!... MAS O SÓIS VÓS, PELO O SIMPLES FACTO DE SERDES ANTI COMUNISTAS PRIMÁRIOS.

    EU VOTO PCP!

    Sem ouss

    #Sensei (na sua derradeira participação neste blogue)

    ResponderEliminar
  86. Sensei:
    Desculpa lá mas que eu saiba ninguém te insultou por defenderes as tuas ideias. Tu é que pelos vistos tens dificuldade em aceitar as ideias e as criticas que outros possam fazer. As coisas não acontecem só porque tu as dizes, nem as verdades são absolutas como desejas. Criticar uma posição do PCP não faz de ninguém anti-comunista e, mesmo quem o é, tem o direito de o ser assim como tu tens de ser anti-capitalista.
    Viver com os outros é viver junto com opiniões diversas.

    ResponderEliminar
  87. Júlio Tavares (Julinho)12/12/08 17:31

    Mais um desvirtuado da vida, mais um, tal como eu o fui um fanático defensor de novas ordens e de novos ditadores. Repiei caminho a tempo, abri os olhos, hoje estou à esquerda do PC, hoje voto BE. Ainda estás a tempo camarada de mudar tal como eu.

    ResponderEliminar
  88. Júlio Tavares (Julinho)12/12/08 17:43

    Últimas eleições - 2005

    PCP+PEV - 7,54%

    BE+MRPP+POUS - 7,29%

    Diferença - 0.25% = 14.677 votos

    Se compararmos as diferentes máquinas partidárias e no dinheiro envolvido, a diferença não é assim tanta.

    Como dizia o outro burro, é só fazer contas.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo