terça-feira, setembro 22, 2009

A esquerda impossível

Don Quixote

Num discurso fortemente aplaudido, o ex-candidato presidencial, Manuel Alegre, defendeu que é preciso "um governo de Esquerda, da esquerda possível", do PS. Mas deixou também o alerta para a necessidade de um Governo que seja "capaz de se renovar" e de "nunca esquecer que o poder é um meio para servir as pessoas".

Estou certo que o Sancho Alegre sabe bem que o governo dos Sócretinos não serviu as pessoas mas sim os interesses de alguns e que o próximo vai ser mais do mesmo. Sabe e fala da “esquerda possível”, como se a esquerda pudesse ser possível ou impossível. É uma esquerda, mas uma esquerda pequenina, muito, muito pequenina, mas a esquerda possível. Uma esquerda que vive anafadamente dentro do capitalismo, que o defende e serve, mas lá no fundo, muito pequenininha, lá está a esquerda a acenar o casamento homossexual. A esquerda possível, como se isto fosse esquerda. Será que o amor “clubista” ao PS justifica negar as evidências?


5 comentários:

  1. Manuel Alegre a desilusão.Afinal são todos iguais, mas por este andar vão ficar lá outra vez.
    Se pudesse mudava de país.

    A.L.R

    ResponderEliminar
  2. O Alegre precisa de um partido que o apoie nas próximas presidenciais. A sede de poder justifica tudo.

    ResponderEliminar
  3. Bem, o cavalo laranja do Socretino dá-me que pensar. Mas «penso de que» é verdade.. Eheheheheheh.

    Anda caos na aventalada: a história do irmão Preto jamais iria para o ar sem a cumplicidade dos seus (dele) irmãos.; agora o irmão Allegro vai de braço dado com o Socretino; o Arnaut já o tinha vindo a apoiar.

    Mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!

    ResponderEliminar
  4. E viva o kaos neste jardim à beira-mar plantado!

    ResponderEliminar
  5. Manuel Alegre já não tem idade para ter DÚVIDAS EXISTENCIAIS!!!
    A PUBERDADE vai longe ou será que está na POBRE DA IDADE?
    Palavras para quê?
    Algum recato e sensatez fariam mais figura e não desbaratavam nada!!!
    Paciência...há que se venda por um prato de lentilhas...Vendem a alma ao diabo e parafraseando um livro dele: "CÃO COMO NÓS" !!!!!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo