sexta-feira, novembro 19, 2010

Um dia negro em Lisboa

Há muito tempo que não se via tantos defensores da guerra juntos em Lisboa. Já não nos bastava haver um Tratado com o nome da nossa capital e agora vai haver um "Novo conceito estratégico da NATO" também aprovada nela. Esta cidade começa a estar ligada ao terrorismo económico e ao de estado. Não seria melhor que se discutisse a paz e a luta contra a pobreza no mundo? Não seria mais bonito a nossa cidade ficar ligada à erradicação da fome e da miséria. Para o Sócrates, tão orgulhoso se mostra, parece que não.

4 comentários:

  1. Eles estão-se a sentir tão confortáveis e bem recebidos por este Povo (anestesiado e subserviente) que com um bocado de azar ainda começam a fazer aqui todas as reuniões de guerrilheiros!!!

    ResponderEliminar
  2. O nosso 1º "inginheiro" josé silva
    está na "maior"!
    Tão poliglota que ele é!...
    Até dá dó tanta vaidade, tanta "cagança"!...
    Por vezes, e muitas, quem ao mais alto sobe ao mais baixo vem cair!...
    Veremos, veremos!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  3. Tenho muita pena e muita vergonha do mundo onde vivo, preocupam se com teorias e estratégias de guerra em pleno séc XXI e esquecem se de coisas tao importantes como outra pessoas que estao a morrer, a fome no mundo.
    Deveriamos era virar as nossas atencoes para a paz o amor e a ajuda ao proximo...
    Sem comentários.

    ResponderEliminar
  4. Achei vergonhoso todos os líderes "importantes" terem um jacto tipo Air-Force One, esbanjando assim capitais importantes, ainda por cima queimando o petróleo que nos resta às toneladas, enquanto o mundo entra na 2ª Idade Média. Não têm vergonha, estes Tratantes do Atlântico Norte. A História reservar-lhes-á o castigo que merecem.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo