terça-feira, agosto 30, 2011

A Madeira com Bicho


Líder do PS esteve na região e exigiu ao primeiro-ministro controlo sobre Jardim, que acusa de ter levado a Madeira à bancarrota. "Bancarrota", "irresponsabilidade", "chantagem", "basta". Palavras fortes de um discurso todo feito em altos decibéis pelo líder do PS, António José Seguro, ontem na Madeira. Mas não se pense que as críticas são para Alberto João Jardim. O primeiro destinatário é mesmo Pedro Passos Coelho que Seguro diz ser "cúmplice da situação pelo silêncio".

Por muito que a Madeira e o João Jardim embaracem o Passos Coelho a verdade é que ele não pode exercer a austeridade e os sacrifícios e permitir que na Madeira se esbanje em nome do poder do Bicho da Madeira e de ganhar umas eleições regionais. Se afirma que este governo vai ser exigente e rigoroso com as contas públicas ao "tostão" não pode dar este exemplo na Madeira.

2 comentários:

  1. Diz o crápula que gastou o pastel a combater a esquerda (o PS) que belo democrata que o animal diz ser o engraçado é ter chamado de esquerda ao PS AH AH AH

    ResponderEliminar
  2. O Vidreiro30/8/11 00:56

    Eles dizem que a culpa da crise é dos comunas.Depois quando querem desvalorizar a contestação dizem que são 7%.Só não compreendo como é que 7%,fazem tantas cocegas,aos restantes 93% e como é que eles deixaram o País chegar à banca rôta.Provavelmente os malandros são os têm votado no PS,PSD/CDS.Ou será que querem viver à conta dos 7% e mandar bitates como o Salazar da Madeira?!.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo