sábado, dezembro 03, 2011

A conquista da Europa

O Presidente francês, Nicolas Sarkozy, colocou-se hoje ao lado da Alemanha para defender “um novo tratado europeu” que refunde a Europa e reforce o governo económico da União Europeia.

A cada crise económica por que passou a Europa no século XX, segui-se uma guerra em que a Alemanha assumiu o papel do conquistador e que resultaram em muitos milhões de mortos. Na primeira crise do novo século há quem diga que a guerra será só económica e que, como nas anteriores, lá está a Alemanha a lançar uma nova ofensiva de conquista, desta vez não pela força das armas mas pela força da chantagem e da ameaça financeira. Certo é que a cada dia, a cada decisão da dupla Merkle/Sarkozy mais um pouco da soberania dos países é alienada e com um novo tratado pouca ou nenhuma restará. Isto, se entretanto a coisa não descambar para a velha via do tiro e da bomba.

3 comentários:

  1. o tiro e bomba nos dias de hoje não será como no século passado. Só fará com que a Europa fique toda ela ainda mais vulnerável a todas as potências emergentes. Temos que nos concentrar nos nazis que temos dentro de portas e em vez de "Nuremberga" fazer-mos por exemplo os julgamentos do campo pequeno.

    ResponderEliminar
  2. e em cada fim de guerra a alemanha de acordo com os armistícios estava obrigada a pagar elevadas quantias aos outros estados. nunca o pagou e actualmente está a xupar tudo o que pode a a rebentar com tudo á volta dela pode ser que o tiro lhe saia pela culatra

    ResponderEliminar
  3. Alemanha e França têm velhas contas a ajustar, e muitos interesses divergentes. Não poderão restar dois galos nesta capoeira. Para já, a França está a perder.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo