terça-feira, dezembro 06, 2011

Um Cabal de Natal cheio de hipócritas


O presidente da Assembleia Municipal de Cascais (em exercício) teve de usar o seu voto de qualidade para garantir que este Natal, apesar da crise sem precedentes, não será diferente. Perante os 16 votos a favor e os 16 votos contra uma moção do PS que propunha que, este ano, os cabazes de Natal e os bolos-reis que a autarquia costuma oferecer aos seus deputados fossem antes destinados a famílias carenciadas, "nomeadamente aquelas em que o casal se encontra numa situação de desemprego", Gabriel Goucha (Presidente do PSD Cascais) não teve dúvidas: solidariedade natalícia sim senhor... para com os deputados municipais.

Sei que o desemprego sobe em flecha, que este governo rouba os funcionários públicos, que o sector empresarial do Estado está a saque com as privatizações que se anunciam, que o Estado Social está a ser transformado em caridadezinha, que há milhões de portugueses que já vivem na pobreza, que a miséria, fome e o desrespeito pela Constituição, pelos direitos e dignidade dos cidadãos não pára de aumentar, mas há pequenos gestos que mostram bem a hipocrisia e a indignidade daqueles que, sentados nas suas cadeiras do "poderzinho" representam.
Perante a proposta de cederem um Cabaz de Natal, que lhes está a ser pago com o dinheiro dos cidadãos, a quem mais necessita e vai ter um Natal mergulhado na pobreza, esta gente vota não o fazer por puro egoísmo. Esta é a cara da nossa classe política. Esta é a vergonha que temos de erradicar das cadeiras do poder. Esta gente não presta e não merece qualquer consideração. Rua com eles.

6 comentários:

  1. isso é discriminação; ou também dão cabazes a todos os outros trabalhadores da câmara?
    Os deputados do PS vão recusar isso, ou seguramente entregarão os cabazes que receberem aos mais necessitados.

    ResponderEliminar
  2. pena é os mais necessitados serem os que mais contribuirem para os cabazes quer em impostos quer em generos mas o mais importante em VOTOS

    ResponderEliminar
  3. É a mesquinhez no seu mais alto expoente...!!!

    ResponderEliminar
  4. Não há ninguém por aquelas bandas, que faça uma espera ao tipo e lhe arreie uma valente carga de porrada.

    ResponderEliminar
  5. Joe Bernard7/12/11 13:57

    Isto é mentira.
    É pena o "Kaos" não se informar melhor.
    O que foi decidido foi anular a votação.
    Não houve nenhum voto de qualidade do Dr. Gabriel Goucha.
    Quem leh contou isto, provavelmente os seus amiguinhod o BE, errou, propositadamente.
    Chama-se má fé!!!

    ResponderEliminar
  6. Joe Bernard
    Mentira?
    Então vá chamar mentiroso ao Ferreira Fernandes do DN http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=2165566&seccao=Ferreira%20Fernandes&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco
    e ao Jornal Expresso que deu a notícia. Se calhar este Jornal também já é do BE.
    Bom Natal com o Cabaz e que não se engasguem com o Bolo Rei

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo