sexta-feira, janeiro 13, 2012

Republica Independente do Banco de Portugal


Segundo o Boletim Económico de Inverno do Banco de Portugal, as medidas previstas nesta altura pelo Governo de Passos Coelho não são suficientes pare reduzir os custos do Estado, apelando a novas medidas de contenção e a cortes no consumo público.

O conselho de administração do Banco de Portugal, liderado por Carlos Costa, decidiu, “no respeito pelas convenções colectivas de trabalho a que o Banco está obrigado (acordos de empresa e Acordos Colectivos de Trabalho para o sector bancário), manter o pagamento dos subsídios de férias e de Natal aos colaboradores no activo”.

Esta gente não tem nem moral nem vergonha na cara. Austeridade fica para os outros que dentro da Republica Independente do Banco de Portugal, sacrifícios e cortes não entram. Basta ver que temos um Presidente no Banco que ganha mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana.
O que eu ainda não entendi é porque deve o Banco Central do país, o banco do Estado português ser tão independente de todos os poderes, sejam eles a Assembleia da Republica, governo, ou Presidência da Republica. (Faria mais sentido ser a Justiça a ter esta independência, a não estar sujeita a pressões de quem lhes paga os ordenados que ao Banco de Portugal).
Depois estranham que quando vêm falar de sacrifícios os mandem à merda.

6 comentários:

  1. É vergonhoso!
    Cada vez mais descarados! :((
    Só merecem ser mandados a essa parte, de facto!

    ResponderEliminar
  2. BOM DIA KAOS

    ISTO NÃO SE ENDIREITA MAIS !!!!!!
    NÃO QUERO ESTAR AQUI A DIZER O QUE GOSTARIA, MAS SE APARECE ALGUM MALUCO, E LIMPA O SEBO A ALGUNS QUE EU CÁ SEI, ERA ISTO SIM UM VERDADEIRO SERVIÇO PÚBLICO A ESTA NAÇÃO QUE ESTÁ A SAQUE ..........

    AINDA VAMOS CHEGAR LÁ !!!!

    UM ABRAÇO.

    RAMIRO LOPES ANDRADE

    ResponderEliminar
  3. Maluco?Se calhar alguém com dever cívico para fazer o job,pq num Estado a sério estes terroristas estariam lixados-julgados,condenados e confiscados!

    ResponderEliminar
  4. "...os mandem à merda."

    E adianta muito. Isto só vai à biqueirada de bota militar. O pior é estes agora fazem mas é manifestações. Ao que isto chegou.

    ResponderEliminar
  5. Neste causo o kaosu está prenhudo de razon; mas mais razão teria se Napoleone ou qualquer outro porco não tivesse acrescentado ao mandamento que determinava que "todos os animais são iguais" um codicilo dizendo "mas alguns são mais iguais do que outros".
    Bom ano para todos os que aqui veem por bem.

    ResponderEliminar
  6. oh pá tenham pena dos costas constancios cavacos etc

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo