terça-feira, fevereiro 07, 2012

Imagens do passado, avisos para o futuro

Texto e Imagem original roubada do blog "Quatro Almas"

"Sei muito bem o que quero e para onde vou, mas não se me exija que chegue ao fim em poucos meses. No mais, que o País estude, represente, reclame, discuta, mas que obedeça quando se chegar à altura de mandar."
António de Oliveira Salazar
Discurso de tomada de posse como Ministro das Finanças
27 de Abril de 1928

Foi assim que se iniciaram 48 anos de ditadura, tortura e obscurantismo e agora temos um Ministro da Finanças que parece ter aprendido pela mesma cartilha e um Primeiro-ministro que afirma que vai aplicar as suas ideias neoliberais "custe o que custar".
As semelhanças são assustadoras demais para que possamos ficar em casa sem nada fazer.

10 comentários:

  1. Bestial,pá!!
    Parabéns.
    Posso adicionar-te?

    ResponderEliminar
  2. Maria Estrela de Natal
    Obrigado. Claro que podes que neste blog reina a liberdade e todos podem fazer o que desejarem

    ResponderEliminar
  3. Não me canso de repetir, esta gente é filha do salazarismo, seus pais e mentores são salazaristas, os tiques são os mesmos, a única diferença é que do botas já se sabia o que dali vinha.....

    ResponderEliminar
  4. Anónimo7/2/12 11:57

    E o povo também...

    ResponderEliminar
  5. belo penteado que o rapaz tem...

    ResponderEliminar
  6. O salazar "ao pé deste menino" era um anjinho.

    ResponderEliminar
  7. Não sei, amigo Pedro, acho que este menino é muito mais Pinochet do que Salazar; isto em termos de política económica, bem entendido. Gaspar é neoliberal, enquanto o botas era corporativista, logo um grande crítico do liberalismo económico.

    Por isso, estejamos bem atentos ao que se prepara, por aqui. Acho que projecto pinochetista de empobrecimento da classe média necessitará, a dado passo, de uma ditadura, por isso... atenção!

    ResponderEliminar
  8. ...Ditadura Global!

    ResponderEliminar
  9. Paulo Madeira8/2/12 19:34

    Este ministro não é como o Salazar. Este foi eleito pelo povo em eleições livres e democráticas do pós-25-de-Abril. 25 de Abril SEMPRE!! Fascismo NUNCA MAIS. Quem não quer eleições livres e não as aceita é fascista! Quem quer vir para a rua combater este governo eleito em liberdade, é de certeza da reacção. A reacção não passará! Temos de ser uma muralha de aço a defender este governo eleito pelo povo. Os fascistas querem vir para a rua criar a desordem e colocar um governo de ditadura nacional. Alto à reacção. O povo está atento! E o povo irá mais uma vez nas urnas, como sempre o fez depois do 25 de Abril, dar a resposta correcta aos reaccionários que querem a guerra e o sangue nas ruas. Viva a Liberdade! Vivam as eleições livres. Viva a vontade do povo livremente expressa (ou espessa, ou lá o que é). Agora O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO.

    ResponderEliminar
  10. vou partilhar! excelente

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo