quarta-feira, fevereiro 08, 2012

O pomposo de merda


Aqueles mais pudicos e que não gostam de ouvir palavrões é melhor não continuarem a ler este texto. Não sei o que vou escrever mas sempre que ouço este palhaço do passos Coelho a falar só me apetece chamar-lhe todos os nomes mais porcos da língua portuguesa. Este pomposo veio agora dizer aos portugueses para serem "mais exigentes", "menos complacentes" e "menos piegas" porque só assim será possível ganhar credibilidade e criar condições para superar a crise. Logo este filhinho da sua mãe que nos chamou de preguiçosos, nos acusa de não assumirmos desde já a nossa condição de pobres, de termos gastado acima das nossas possibilidades, que já nos fez de parvos, que é mentiroso, que é hipócrita. Agora, por reclamarmos dos direitos roubados, nos indignarmos pela politica de empobrecimento por ele assumida e de apelo à imigração dos nossos trabalhadores mais qualificados, promovendo da destruição do futuro, vem-nos chamar de piegas. Razões para corrermos com esta canalha não faltam, só falta mesmo a força a este povo para tirar o rabo do sofá. Custa-me a entender como há quem ouça estas coisas e não sinta logo uma raiva a crescer cá dentro, uma vontade de o correr a pontapé. Isto de só lhe rogar pragas já não chega.

20 comentários:

  1. concordo absolutamente... há situações que só se podem resolver com violência... começo a acreditar que já estamos muito perto...obrigado pelas excelentes montagens.

    ResponderEliminar
  2. Quando tinha 19 anos e era tão só um rapazola, o dr. passos pinóquio frequentou um curso a sério, Matemática na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Dizem as minhas fontes que não fez uma única cadeira, que largou logo ali Jean-Paul Sartre e entrou pela política de rompante, com a bandeira laranja em punho, tendo logo aí conseguido o grande feito de ter contribuído para a vitória laranja, em eleições livres para a direcção da Associação de Estudantes. Que até aí sempre estivera entregue à extrema-esquerda. Infelizmente para ele, mas muito mais para a sua companheira de partido, que era a líder daquele barco mal-fadado, pouco depois a direcção laranja faliu financeiramente a Associação em pouco tempo, de tal forma que depois disso o Partido Comunista ganhou a dita associação durante muitos e longos anos, com muita malta a engolir sapos só pelo medo de ter que levar com a laranja outra vez.

    As histórias com as "Doce" e o diploma de dr. economista parido pela Universidade Lusíada, da Liga de Honra das universidades portuguesas. Como sabemos, um outro (outrora também) honorável membro dessa Liga de Honra, a (entretanto caída em desgraça) Universidade Independente, conseguiu anteriormente o prodígio de produzir o mais famoso diploma de engenheiro do Portugal desindustrializado. O dr. passos partilha com o engenheiro sócrates um talento e uma esperteza que até se poderia ter moldado em sabedoria, caso ambos não tivessem mandado o duro e sério estudo para as calendas gregas, e depois para as urtigas. Assim, ficaram o engenheiro e o dr. reduzidos à leve e arejada condição de chicos-espertos que, como sabemos, os tornou em presas fáceis dos empresários do robalo e de outros delinquentes morais, tanto nacionais como estrangeiros.

    Coisa para os biógrafos (e historiadores do futuro) se debruçarem.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo8/2/12 08:48

    Nunca gostei de Passos Coelho, nem do seu bando de capangas. Muito antes de Junho, sabia que com esta gente só poderíamos cair no fundo. O que não calculei é que fosse tão mau. Este fulano é mesmo um pulha. Não dissolveu nenhum Instituto, nem Fundação,nem PPP,s, todos os dias, nomeia mais clientela, com direito aos subsídios que retirou até aos da privada, e só exige mais e mais, tentando convencer-nos que sem dinheiro é que estamos bem e se lhe dissermos basta, somos piegas. Mas como ele também acha que devíamos ser mais exigentes, porque não exigirmos que volte para Àfrica e que leve a família, que até condiz melhor com as cores de além-mar e nos deixe em paz? Mas quem é que esperava alguma coisa de jeito dum impreparado, que nunca trabalhou na vida? O declínio a que chegou Portugal...

    ResponderEliminar
  4. Sabemos que esta intruja pouco ou nada manda no país, este está entalado entre a ditadura capitalista da Troika e a nomenclatura de Bruxelas, encabeçada pela Merkel. Mesmo assim, na pouca réstia de mando que possa haver por cá, este parvalhito nada manda, neste particular, é um tal Relvas que o faz por ele. Já reparamos que Passos Coelho é um parvalhão, um ignorante, um menino-da-mamã, um burguesito da linha que nunca fez nada de útil na vida, a não ser lamber as mãos aos barões laranjas e vegetar pela verdadeira fábrica de ultra-liberais, a juventude social-democrata. Para azar dele, os seus capangas governamentais (que não foram escolhidos por ele) são tecnocratas inveterados, só vêm números, as pessoas para esta gente não existe. E já agora desculpem a metáfora, mais parece que existem ministros que não fazem amor com as respectivas esposas, mas sim num buraco de um tijolo.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo8/2/12 11:00

    MERDOSO

    É a expressão mais apropriada para caracterizar este gajo!!!

    Há cerca de 3 meses mandei- assinado por mim - 1 email para o gabinete deste fulano, que se diz 1º ministro de Portugal, a dizer:
    " Para aldrabar um grande aldrabão
    só outro grande aldrabão!!!"
    Ainda no recebi resposta...
    Esqueci-me de lhe chamar tb MERDOSO!!
    Jorge Simões

    ResponderEliminar
  6. Eis o nosso Cómodo, que é sinónimo português da preguiça mas, antes disso, fora nome de um outro personagem mavioso cuja damnatio memoriae cobriu para todo o sempre o Império Romano da mesma imagem de podridão moral que hoje vai alastrando pelas várias satrapias do Ocidente desindustrializado. Do simplório Cómodo escreveu o historiador Dion Cássio que era "não naturalmente perverso, mas, pelo contrário, tão inocente como qualquer homem que já viveu. Sua grande ingenuidade, no entanto, juntamente com sua cobardia, fez dele escravo das suas companhias, e foi através delas que Cómodo, em primeiro lugar por ignorância, perdeu o melhor da vida e, em seguida, foi arrastado para hábitos lascivos e cruéis, que logo se tornaram numa sua segunda natureza."

    ResponderEliminar
  7. Caro kaos

    não verás o ze povinho fazer nada de nada, ponto final.

    TEM FUTEBOL
    TEM A MERDA DE FÁTIMA
    TEM OS FADOS
    TEM AS MERDAS DOS MORANGOS COM MERDA

    É O FIM DO FIM

    MERECEMOS SER ENRRABADOS POR TODOS OS FDP QUE SE GORVENAM A NOSSA CONTA.

    POVO IGNORANDE DOS 3 F´s.

    É BEM FEITO, ESTOU A ME RIR COMO NUNCA, DE CAMAROTE, PARA VER ONDE ISTO CHEGA.

    UM ABRAÇO.

    RAMIRO LOPES ANDRADE

    ResponderEliminar
  8. Anónimo8/2/12 14:24

    É mesmo! Já não posso vê-lo nem ouvi-lo! É de uma pobreza de linguagem atroz!
    Mas, é deixá-lo falar. Dêem-lhe corda que daqui a pouco os que ainda estão sentados no sofá, vão acordar e correr com esta gajada que até agonia de tanta presunção e falso moralismo!
    mozart

    ResponderEliminar
  9. Paulo Madeira8/2/12 19:24

    Este homem foi eleito pelo povo em eleições livres e democráticas. Vinte e Cinco de Abril SEMPRE!! Fascismo NUNCA MAIS!

    ResponderEliminar
  10. Paulo Madeira8/2/12 19:27

    Ramiro Andrade:
    Fátima e Fado eram fascistas. Futebol também mas interessa manter. Agora os Morangos com Açucar? Aì pára. Os Morangos com Açucar é uma conquista de Abril. Sempre! Fascismo NUNCA MAIS!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo8/2/12 23:01

    Paulo madeira, o que é que passa contigo man?qual é o teu problema?sexo ou drogas??

    ResponderEliminar
  12. Caro Kaos, esta é a fase do desanimo das pessoas que daqui a mais um tempo passará a puro desepero e depois raiva... quando virem que esta politica só encheu meia duzia e levou o povo a ficar miseravel. vamos a meio de um processo que durará muitos anos e que está a fazer uma mudança na cabeça das pessoas. Sei que o nosso povo é muito complicado para agir, mas tenho a certeza que não para já, mas daqui a um tempinho vão começar a acontecerr resistencias inesperadas.

    ResponderEliminar
  13. No ver das televisões, as eleições foram um combate entre o engenheiro e o dr. economista; daí decorre, 'logicamente', que só valia a pena votar no partido único; que acontece, só por mero acaso, ser o partido da troika e dos vendilhões da pátria Lusa. E o Zé Tuga, coitado, acreditou. Resta saber por quanto tempo mais vai continuar na crença.

    É que isto do Portugal Europeu tem sido uma grande ilusão. Melhor que Fátima, Futebol e Fado.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo9/2/12 00:56

    Dia 11 onde???

    ResponderEliminar
  15. Anónimo
    Na Praça do Comércio às 15:00 horas.

    ResponderEliminar
  16. Paulo Madeira9/2/12 11:17

    Joaopft:
    O POVO que saíu à rua em Abril para se juntar ao MFA e que abraçou a democracia nas urnas agora chama-se: Zé Tuga, "coitado". Não me parece. Isso é conversa de piegas. O povo está unido e jamais será vencido!

    ResponderEliminar
  17. Anónimo9/2/12 18:53

    À semelhança de outros tempos, porque não pintar nas paredes frases, como "PASSOS COELHO CABRÃO".

    ResponderEliminar
  18. Alberto Lemos9/2/12 20:03

    Este KAOS é mesmo PIEGAS!

    ResponderEliminar
  19. E tu, Alberto Lemos, és um verdadeiro "saloio" ou um verdadeiro "bimbo", no bom sentido da palavra.

    ResponderEliminar
  20. Este ranhoso é um fascista de merda!!!
    Deve cheirar a catinga mesmo depois de tomar banho...Era bem feito que lhe morresse a familia toda e ficasse sozinho no mundo.Reacionário!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo