quarta-feira, outubro 10, 2012

Golfe Para Lamentar


Estado paga torneio de golfe a deputados e não só. Associação dos ex-deputados e grupo desportivo receberam 286 mil euros do Orçamento da Assembleia da República nos últimos cinco anos
Saiu do orçamento da Assembleia da República dinheiro para financiar, este ano, um torneio de golfe para deputados, na Quinta da Marinha, entre 11 e 13 de Julho.
Segundo o jornal a Associação dos ex-deputados do Parlamento (AEDAR) e o Grupo Desportivo receberam à volta de 286 mil euros do orçamento da Assembleia da República nos últimos cinco anos. Só em 2012, a primeira encaixou 42,5 mil euros vindos do Estado e a segunda outros 15,2 mil euros.
Um montante que se destina também a custear o gabinete que a associação possui na assembleia, com uma funcionária a tempo inteiro e um técnico de contas, para além de apoiar antigos deputados com reformas baixas.

Contrariamente a muitos que defendem a diminuição do número de deputados eu prefiro que se lhes reduzam as mordomias. Olhe-se para o exemplo da Suécia em que os deputados vindos de fora da capital vivem em pequenos apartamentos com cozinha e sala de lavagem comuns onde cada um faz a sua comida e lava a sua roupa. Não Têm empregada, assim como o Primeiro Ministro, nem assessores ou secretárias. Afinal o deputado devia ser visto como alguém que ser o país e não como alguém que se serve dele. Temos de procurar uma nova forma de democracia mais verdadeira e participativa e modificar tanto na forma como são escolhidos como na forma como representam e são avaliados pelos seus eleitores. Aquilo que temos é uma vergonha que faz da democracia que temos uma palhaçada.

16 comentários:

  1. http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=390426&tm=7&layout=122&visual=61.

    Vejam como se faz e digam isso ao imprestável Siva !

    ResponderEliminar
  2. Caro anónimo anterior, tem ideia de quanto custaria ao estado português implementar a segurança social suiça?!

    Na Suiça há três níveis de Segurança Social. Em primeiro lugar há o famoso AHV, o tal que está limitado a 1700€ mensais, e que cobre apenas as necessidades básicas do aposentado. É uma pensão de sobrevivência.

    Depois há o segundo nível, TAMBÉM OBRIGATÓRIO POR LEI mas assegurado pelo EMPREGADOR (que tem que gerir um fundo de pensões ou contratar essa gestão junto de uma seguradora ou banco), o BVG/UVG/LAA, cujo objectivo é a manutenção do nível de vida prévio do reformado.

    Finalmente há o 3º pilar, que é explorado directamente pelas seguradoras ou bancos e é facultativo. Trata-se de fundos de pensões contratados individualmente pelo trabalhador, caso queira outras vantagens ou compensar uma carreira contributiva mais curta.

    Em Portugal existem apenas o 1º e o 3º pilares, sendo que o 1º pilar funciona também como 2º pois não tem limitação, seja no desconto, seja no valor da pensão.

    Pode-se consultar a informação sobre a segurança social da Suiça em

    https://www.credit-suisse.com/ch/privatkunden/vorsorgeversicherung/en/vorsorge/vorsorgesystem.jsp

    Para passar a ter um sistema destes a segurança social precisaria de transferir para gestão privada aquilo que os trabalhadores que auferem mais do que os 1700€ mensais (a preços actuais) descontaram a mais DURANTE TODA A SUA CARREIRA CONTRIBUTIVA, acrescido do juro correspondentes, para os fundos de pensões privados que iriam gerir o segundo nível de segurança social. Assim, o Estado, como não tem esse dinheiro, ficava a pagar rendas às seguradoras para todo o sempre (como acontece actualmente com as PPPs).

    ResponderEliminar
  3. e porém o treino está a fazer-lhes bem, os marmanjos não estão mal de todo e cristas rejuvenesceu, parece ...

    ResponderEliminar
  4. Se eu pago qualquer acto administrativo bem pago ainda por cima taxado de IVA, ISPP, ISV, etc., até sou ateu não indo a missais ou actos semelhantes, não contrai divida estrangeira, pago os meus impostos na hora não tenho nenhum amigo americano (pessoal, exímio em fomentar guerras nos outros países) onde depois com ardilosa prosápia inventam forças de paz a fim de defenderem os interesses petrolíferos dos países ofendidos, se for a um tribunal tenho que pagar, nunca fui preso, o que compro de agricultura tenho de pagar se pesco pago licença, pago combustíveis a peso de ouro electricidade também se compro ouro ou prata ou outros produtos metalúrgicos ou de construção pago, se ando de transporte pago, se uso telefone pago, na conta da agua (que pago) pago gestão de resíduos e demais ponho produtos para reciclagem e não recebo nada por isso, aliás até paguei a tara (perdida), pago medico consulta taxa moderadora medicamentos caros que incluem investigação, se vou ao cinema piscina teatro, clube de atletismo etc pago (não paga o meu filho por ir ao baloiço publico mas também não o levo lá pois esta degradado e em situação de risco), pago radiodifusão na factura da luz, já referi que sou ateu mas sei que se quiser um acto religioso tenho que o pagar ao padre, se o meu filho for à escola, e vai, tenho de pagar propinas livros emolumentos etc, e que eu saiba se ele anda na primária não andará ao mesmo tempo no secundário e no superior, se quiser serviços anexos à educação são pagos à parte, não fomento o desemprego não tenho ciganos nem indigentes no meu agregado familiar pago a minha habitação ao banco às finanças (de várias maneiras) à camara municipal, sou obrigado a tirar um cartão de cidadão que sou obrigado a pagar. No fim de pagar isto tudo taxado de várias maneiras porque razão o governo me diz através do site http://www.portugal.gov.pt/pt/para-onde-vao-os-seus-impostos.aspx que afinal os meus impostos vão para estes sítios e ainda me dizem que não há dinheiro e que tenho de pagar mais durante mais anos com menos férias pago só durante 12 meses (recebia em catorze) e que de reforma vou receber menos e por menos tempo ou nenhum se e deve ser o mais certo morrer a trabalhar isto tudo á pala de uma união europeia onde tudo o que é de bom para o povo é reconhecido nos outros países e no nosso (que já o foi) vem o lixo a miséria os baixos salários trabalho precário e quase inexistente onde uma Alemanha com um historial reconhecido de conquista constante do território europeu ao qual os nossos governantes se vendem e entregam a soberania de 800 anos de história de bandeja a troco de uns milhões de euros para desinvestir no nosso próprio país e que agora estão a ser pagos a peso de ouro sempre pelos mesmos de sempre? ALGUÉM ME EXPLICA ISTO É QUE EU NÃO SOU ECONOMISTA NEM ALGARVIO DE BOLIQUEIME TÃO POUCO

    ResponderEliminar
  5. 1-Serviços Gerais da administração pública (15.36%)
    • Órgãos executivos e legislativos, assuntos financeiros e fiscais, assuntos externos: (47,75%)
    • Ajuda económica externa: (0,81%)
    • Serviços Gerais: (3,60%)
    • Serviços públicos gerais de investigação e desenvolvimento: (0,59%)
    • Serviços da administração pública em geral, n.e.: 4 (0,77%)
    • Operações de dívida pública: (38,28%)
    • Transferências de carácter geral entre os diferentes níveis da administração pública: (8,18%)
    2-Defesa (2.78%)
    • Defesa militar: (99,08%)
    • Ajuda militar ao estrangeiro: (0,31%)
    • Investigação e desenvolvimento em defesa: (0,04%)
    • Serviços de defesa, n.e.: (0,55%)
    3-Segurança e ordem pública (3.93%)
    • Segurança pública : (54,92%)
    • Serviços de bombeiros: (9,99%)
    • Tribunais: (23,89%)
    • Prisões: (8,51%)
    • Investigação e desenvolvimento em segurança e ordem pública: (0,77%)
    • Serviços de segurança e ordem pública, n.e.: (1,89%)
    4-Assuntos económicos (10.26%)
    • Assuntos económicos gerais, comerciais e laborais: (11,17%)
    • Agricultura; silvicultura; pesca e caça : (7,74%)
    • Combustíveis e energia: (13,81%)
    • Indústria extrativa, indústria transformadora e construção: (4,58%)
    • Transportes: (49,99%)
    • Comunicações: (0,33%)
    • Outras atividades: (7,72%)
    • Investigação e desenvolvimento em assuntos económicos: (2,78%)
    • Assuntos económicos, n.e.: (1,85%)
    5-Proteção do ambiente (1.38%)
    • Gestão de resíduos: (32,15%)
    • Gestão de águas residuais: (17,18%)
    • Redução da poluição: (0,38%)
    • Proteção da biodiversidade e da paisagem: (19,45%)
    • Investigação e desenvolvimento em proteção do ambiente: (0,03%)
    • Serviços de proteção do ambiente, n.e.: (30,79%)
    6-Serviços de habitação e desenvolvimento coletivo (1.24%)
    • Desenvolvimento da habitação : (32,22%)
    • Desenvolvimento coletivo: (28,17%)
    • Abastecimento de água: (29,88%)
    • Iluminação das vias públicas: (9,36%)
    • Investigação e desenvolvimento em habitação e desenvolvimento coletivo: (0,36%)
    7-Saúde (14.18%)
    • Produtos, instrumentos e equipamento médicos: (16,95%)
    • Serviços de saúde ambulatórios: (61,34%)
    • Serviços dos hospitais: (17,47%)
    • Serviços de saúde pública: (0,42%)
    • Investigação e desenvolvimento em saúde: (0,25%)
    • Serviços de saúde, n.e.: (3,54%)
    8-Serviços recreativos, culturais e religiosos (2.35%)
    • Serviços recreativos e desportivos: (45,22%)
    • Serviços culturais: (39,11%)
    • Serviços de difusão e publicação: (8,44%)
    • Serviços religiosos e outros serviços prestados à comunidade: (1,25%)
    • Assuntos e serviços recreativos, culturais e religiosos, n.e (5,97%)
    9-Educação (13.55%)
    • Ensino Pré-escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico: (27,83%)
    • Ensino secundário : (34,23%)
    • Ensino superior : (20,84%)
    • Ensino não definido por níveis: (2,52%)
    • Serviços anexos à educação: (5,05%)
    • Investigação e desenvolvimento em educação: (1,10%)
    • Serviços de educação, n.e.: (8,39%)
    10-Proteção social (34.97%)
    • Doença e incapacidade: (9,58%)
    • Velhice: (60,15%)
    • Sobrevivência: (9,68%)
    • Família e infância: (8,41%)
    • Desemprego: (5,95%)
    • Habitação : (0,12%)
    • Exclusão social não especificada: (2,03%)
    • Investigação e desenvolvimento em proteção social: (0,00%)
    • Serviços de proteção social, n.e.: (4,04%)

    ResponderEliminar
  6. TENHO PENA DOS DEPUTADOS POIS TEMOS 12 DIAS FERIADOS E A ALEMANHA 13 PRO ANO FICAMOS COM NOVE (OS PAÍSES DO SUL TÊM MUITOS FERIADOS) SERIA QUE A BOCA ERA PARA OS DEPUTADOS QUE TINHAM MUITOS DIA FERIDOS PARA IR JOGAR GOLFE? OH PÁ NO FUTURO PODEM IR JOGAR NUMA JORNADA PARLAMENTAR E ATÉ JUNTAM O ÚTIL AO AGRADÁVEL JOGAM GOLFE E RECEBEM AJUDAS DE CUSTO PARA ISSO E MAIS ATÉ AS FACTURAS DEPOIS DÃO PARA O IRS!
    O PASSOS PRO ANO VAI PEDIR FACTURA NA MANTA ROTA DA CASA ALUGADA NA CANDONGA É QUE DEPOIS DÁ PARA METER NO IRS AH POIS É!!!

    ResponderEliminar
  7. Quando acabar a marmelada dos dinheiros pagos aos deputados que deveriam reverenciar o cargo que ocupam em vez de o vilipendiarem, pois servir o país é uma honra e conseguirem eleger-se outra, acaba-se com uma quantidade de golpistas que apenas lá andam por causa do tacho, jamais para servir o país e muito menos o povo.
    Claro que, para isso, era preciso não serem eleitos pelos partidos que ganham mais votos=quanto mais votos, mais deputados.
    Era preciso que trabalhassem nas suas candidaturas e se impusessem como pessoas sérias e credíveis, tal como todos os políticos.
    Os portugueses só se livram desta gente quando conseguirem acabar de vez com os partidos - esses, sim, o verdadeiro cancro de Portugal e o coito de todos os malfeitores que nos têm governado e derretido!
    Oiçam bem esta entrevista neste link: http://www.youtube.com/watch?v=tJj0H5C-uhc&feature=colike

    ResponderEliminar
  8. E a historia dos 1000 GNR que andam na penúria
    Se calhar são daqueles que andavam no transito a mamar milenas e mais tarde notas BCE e fizeram fortunas em pouco tempo e como tal vai de comprar brutas vivendas brutos BMW etc vidas de luxo rápido só que a mama acabou-se e o gravetame dum GNR não é grande coisa os IMIs e manutenções de BÊÉMES custam uma nota preta e vai daí tem que se passar fomeca para sustentar o luxo exterior conheço muita gentinha que passa fomeca para exibir o bruto BÊÉME na porta de casa

    ResponderEliminar
  9. oh dona laura eu por mim sou de opinião que devem haver partidos mas na assembleia tinham o numero igual de deputados mas muitos menos que a quantidade actual, não haviam eleições que só serve para dar de mamar a alguns e lavar dinheiro também e assim trabalhavam todos em prol do bem comum e não do taxo de onde saíram e para onde irão no futuro no nesta Europa 4º reichiana os políticos servem-se do povo em vez de servirem o povo claro que há muita ingerência americana por detrás disto é claro olhó bilderberg

    ResponderEliminar
  10. quando a mensagem custa a entrar é o gravador do SIS que está a mudar de HDD ???

    ResponderEliminar
  11. Anónimo das 23:11,

    Não se preocupe com o SIS!

    São uns amadores! Uns pobres coitados, uns incompetentes. E uns traidores também!

    Andam mais preocupados em esconder as suas relações com a Maçonaria do que em acautelar e proteger os interesses nacionais.

    Meia dúzia de profissionais do MI5 davam conta desses amadores. E já nem falo do MI6, da CIA, NSA, FSB (ex-KGB) ou Mossad.

    ResponderEliminar
  12. Já Margaret Thatcher dizia: o Socialismo só acaba quando acabar o dinheiro dos outros! O que tem o (in)Seguro a dizer do escândalo dos carrinhos novos para o seu grupo Par(a)lamentar? O mais hilariante é dizerem que estes novos "pópós" têm menos cilindrada que os anteriores!!! Imagino então quais seriam os anteriores. Bem prega Frei Tomás!!!

    ResponderEliminar
  13. Já eu dizia: o PSD, PS e CDS (mais conhecidos pelo arco da corrupção) só acabam quando acabar o dinheiro dos contribuintes!!!

    Portanto uma pequena/grande correcção: o Socialismo, a Social-Democracia e o Cristianismo Democrático só acabam quando acabar o dinheiro dos outros!!!

    ResponderEliminar
  14. quando fizerem outro 25A não se esqueçam de mandar estes gajos pro brasil também como fizeram com os outros!
    Os outros não devem ter levado grandes fortunas mas estes devem ter belas contas na + (suíça) junto do amigo isaltino e depois ao fim de uns anos convidá-los para regressarem como fizeram aos outros (ainda tiveram vergonha e declinaram) mas se fossem estes vinham logo a correr que ainda haviam de integrar outros governos tipo veigas simão e companhia. Quase todos os facholas no fim de contas nunca de cá sairam

    ResponderEliminar
  15. oh das 21:33 descontamos para as prisões para sustentar os presos cama comida roupa lavada e ordenado, especialmente a vales e azevedos etc etc

    ResponderEliminar
  16. COMPRAM PÓPÓS NOVOS AO PS(D) BEM PODIAM COMPRAR UNS HDD'S MAIS RAPIDOS AO SIS

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo