segunda-feira, julho 31, 2006

THE BEST OF IRS

Não é a nova antologia de temas dos R.E.M And I Feel Fine: The Best of the I.R.S. Years 1982-1987.
O Ministério das Finanças vai divulgar hoje, através da Internet, a lista dos contribuintes individuais e colectivos que devem ao fisco.

Não discordo, mas não sei se serve para alguma coisa. O ministro não cobra, mas sente-se bem. Intersecções de antologias diferentes.

Jorge Matos
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Expressões assimétricas

O Kaos, iniciou a publicação de “Caras da mesma cara – retratos assimétricos”. Inicialmente, pareceu-me um exercício inócuo de desenho, que visaria camuflar a dificuldade de alimentar um blog, em tempo de férias.
Porém, reformulei a minha opinião inicial.
A expressão facial pode indicar contradições relativamente ao que é verbalizado. Mentimos mais facilmente com as palavras que com as expressões faciais e postura do corpo. Mesmo no caso do mentiroso mais hábil, há indicadores que podem ser detectados. Quando falamos, podemos monitorizar a audição, nas expressões faciais (muitas involuntárias) não existe um sistema de feed-back sensorial, não sendo possível corrigir a sua ocorrência, pelo menos a tempo. Por outro lado, a pose, envolve respostas musculares diferentes da resposta espontânea.
Existem evidências que as expressões voluntárias (não espontâneas) são assimétricas, enquanto que as involuntárias (espontâneas) não o são.
Quanto mais mentiroso mais assimétrico!
O Kaos inventou um instrumento (amplificador), muito interessante, que, a brincar a brincar, desmascara a pose política.
Jorge Matos
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Condeleezza Rice: A face da hipocrisia

Condeleezza Rice, tem demonstrado na guerra Israel / Líbano toda a mentira que representa a política Americana. Falando da necessidade de paz, esta personagem vai, a pedido da vontade de Israel, prorrogando aquilo que é exigido por todos, um cessar-fogo. Todos os dias morrem civis, mulheres e crianças em ambos os lados do conflito, e ela hipocritamente aceita tornar-se cúmplice de todos esses crimes.
Até quando, vai a Europa e o resto do Mundo permitir que os EUA decidam sobre a vida ou morte de todos nós?
Até quando, vamos aceitar que a sua palavra faça lei no meio de tanto terror?
Afinal, quem é realmente a face e o corpo do eixo do mal?
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Caras da mesma cara

.

Retratos Assimétricos
.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

domingo, julho 30, 2006

A face do poder

George W. Bush 43º Presidente dos EUA
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Um filme para este Domingo

Um exito de hoje e de sempre.
Como juntar um "tesouro" em pouco tempo.
Em exibição numa autarquia perto de si.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Caras da mesma cara

Retratos Assimétricos
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

sábado, julho 29, 2006

Traje oficial para a nova "Silly Season"

A entrada de jornalistas na Assembleia Regional foi proibida a quem não se apresente devidamente "fardado". Calças de ganga ou ténis são imediatamente barradas à entrada. João Jardim mostra como é. Sim, porque respeitinho é muito bonito.
O que não entendi é se também os deputados são abrangidos por esta medida.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Quadratura do Cículo

O programa humorístico das quartas-feiras da SIC Notícias, com Pacheco Pereira no papel de Archie Bunker, conhecido pelas suas posições e discursos controversos. Como sempre conta com o apoio da “Hedith” Xavier, sempre às corridinhas para amaciar as bacoradas do "marido". A sua filha "Glória" Coelho, nunca concorda com o pai e entra em grandes discussões, enquanto 0 "meathead" "Mike" Andrade tenta manter alguma ordem na casa. Uma série a não perder.
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Caras da mesma cara

Retratos Assimétricos
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

sexta-feira, julho 28, 2006

Vasco Graça Moura - O que aprendi e o que sei

Li um artigo do Vasco Graça Moura e fartei-me de aprender:
Aprendi que "se assiste a um inacreditável branqueamento do terrorismo".
Aprendi que como não concordo com muito do que diz sou um pós-soviético.
Aprendi que os pós-soviéticos "disseram lamentar a chacina do 11 de Setembro, mas no íntimo rejubilaram".
Aprendi que "não faltaram malabarismos intelectuais repugnantemente apologéticos".
Aprendi e fartei-me de aprender à medida que ia lendo coisas como a de que "os pós-soviéticos descontextualizam tudo".
O que não aprendi, porque já o sabia, é que não gostava, e continuo a não gostar, de quem usa “palas” e divide o mundo em quem está comigo ou é meu inimigo.
Sabia que não gosto de quem me diz que tenho de viver num mundo a preto e branco.
Sabia que não gosto de quem me chama pós-soviético. Não gosto de quem me põe rótulos.
Sabia que não gosto dele, sabia e ainda sei.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Cromos da Política

Manuel Alegre o "Clark Kent" português
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Caras da mesma cara

Retratos Assimétricos
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

quinta-feira, julho 27, 2006

Como ainda é Quinta-feira

Com enorme risco conseguimos ainda arranjar mais uma imagem do encontro semanal em Belém, no momento em que o pobre Marques Mendes suplicava ao Sr. Silva, que abandonasse aquela mulher que nem era da família:

-Pensa no futuro dos teus descendentes que sempre fizeram tudo por ti. Se não for pela família, pelo menos olha para mim e fá-lo em nome do "roteiro pelos excluídos".
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Ciúmes em Belém

Captámos o momento, felizmente com som, que aqui reproduzimos.
.
Marques Mendes: - Oh Aníbal, nós é que apoiamos nas eleições, põe-me essa Socretina lá fora.
.
Ribeiro e Castro: - Sim, põe-na lá fora. Não vês que é pecado mortal desejar a mulher dos outros, dos esquerdistas.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Portugal admite integrar força da ONU no sul do Líbano

O ministro dos Negócios Estrangeiros português defendeu um "papel mais activo da comunidade internacional" na crise do Médio Oriente e admitiu a possibilidade de os portugueses integrarem uma missão da ONU no sul do Líbano.
(Das agências noticiosas)
.
O exército israelita, na falência da ocupação efectiva do terreno (por mais de duas décadas), opta pela táctica do bombardeamento aéreo.
Não desiste do objectivo de exterminar a população xiita do sul do Líbano (“comparsas do eixo do mal”) e aceita (através de Bush, Solana e Barroso) que outros se instalem no terreno, em seu lugar, e se atolem num problema semelhante ao iraquiano.
O MNE de Portugal e Durão Barroso são solidários com uma estratégia que amplia tempestades ao serviço dos interesses hegemónicos regionais dos Estados Unidos.
Os elogios ao actual MNE, que a direita conivente com Bush nunca regateou, faziam sentido!

Jorge Matos

.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

quarta-feira, julho 26, 2006

Os politicos vão a banhos

Mais uma proposta primavera/verão para o new look da Maria.
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

DESTRUIÇÃO IMPUNE DO LÍBANO

Reuters/Karim Sharif
.
A existência do Hezbollah no Líbano, como a do Hamas na Palestina é o resultado de quarenta anos de ocupação por Israel da Cisjordania, de Gaza, da Palestina e Golan e de vinte anos de ocupação de uma grande parte do sul do Líbano, em infracção flagrante com o direito e a legalidade internacional.
Por outro lado, é anacrónico e cruel atacar o Líbano (com o argumento que o Hezbollah é um fantoche do Irão e da Síria) quando o contencioso pela hegemonia regional é com estes dois países, e não com o Líbano.
A EU lamenta, com lágrimas de crocodilo, a desproporcionalidade intrínseca dos ataques indiscriminados. A hipocrisia dos EUA não tem limites ao propor ajuda humanitária ao estado que Israel (com o seu apoio) destrói.
Jorge Matos
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Em amena cavaqueira

O outro lado do espelho

Aproveitando os comentários feitos pelo nosso amigo Jorge Matos, porque está certo e porque gostei.
.
Utilizando as palavras Fernando Pessoa acerca de outro, não tão outro.
.
Este senhor...
É feito de sal e azar.
Se um dia chove,
A água dissolve o sal,
E sob o céu
Fica só azar, é natural
.
Oh, c’os diabos!
Parece que já choveu
…… … … … … … … … …
Coitadinho
Do tiraninho!
Não bebe vinho.
Nem sequer sozinho…
Bebe a verdade
E a liberdade.
E com tal agrado
Que já começam
A escassear no mercado.
Coitadinho
Do tiraninho!
...
.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

terça-feira, julho 25, 2006

CACHE POISONING

Adaptado de uma imagem retirada do blod "A Caminhada"
.
O Abrupto de Pacheco Pereira parece ser alvo de Cache poisoning – injecção de informação falsa num servidor DNS, armazenada em cache, de modo que o carregamento do site fique subordinado ao endereço IP do intruso. Os Cibernautas mais “profundos” procuram diligentemente a explicação na permeabilidade do Google. Para mim, a explicação reside no próprio Abrupto, e faz-me lembrar o romance de Umberto Eco, A misteriosa chama da Rainha Loana (1). Nele. Giambattista Bodoni, de apelido Yambo, é um senhor de quase 60 anos, vítima de um acidente que o fez perder toda a memória emocional, recorda-se de muitos detalhes, de muita coisa que leu, conhece muito bem a história da humanidade; só não é capaz de se lembrar de si próprio. Tal como no livro, PP, procura em objectos, livros e revistas, elementos que o ajudem a dissipar a névoa que o impede de se lembrar de si próprio. No resgate da sua memória emocional, cai no exagero de se anunciar a si próprio, e o Abrupto- epifenómeno do seu exibicionismo de revisitação do passado, acaba apagado, como ele próprio. Perplexo, não percebe que como Yambo “carrega a memória do mundo mas não a dele” numa fragmentação identitária que conduz a um auto-cache poisoning. Voilà!
Jorge Matos
. (1) – Usurpando a cagança dos comentadores da moda e do próprio PP – Livro recomendado.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Caras da mesma cara

Retratos Assimétricos da cara de um presidente
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

segunda-feira, julho 24, 2006

Até quando vai o crime compensar?

Foi uma sorridente e calma Secretária de Estado Norte Americana, Condolezza Rice, que afirmou no fim da semana passada, que o seu objectivo para o conflito Israel/Líbano não passava por um cessar fogo, mas sim por encontrar as condições para uma paz duradoira na região. Até parecia poder fazer algum sentido, não fossem os civis inocentes que estão a morrer em ambos os lados das barricadas (mais, muitos mais do lado do Líbano tal a desproporção das forças em confronto). É em nome deles que se deveria procurar parar com as hostilidades, parar com as mortes e, depois, procurar então as tais soluções duradoiras.
Hoje ouvi a noticia que finalmente se deslocou à região, e quando pensávamos que ia utilizar o peso dos EUA na resolução do problema, foi com grande surpresa que soube que aquilo que tinha vindo fazer era, autorizar Israel a continuar com os bombardeamentos durante mais uma semana. Mas que direitos têm os EUA para vir decidir se um país pode e durante quanto tempo largar bombas sobre outro? Que direito tem essa cadela raivosa de vir condenar à morte mais alguns milhares de inocentes? Que raio de mundo é este que se cala perante tal prepotência e permite a continuação destes crimes olhando para o lado como nada se passasse?
.
PS: Uma questão que me tem feito alguma confusão é aquela da justificação de Israel para atingir objectivos civis; a de que os soldados do Hezbollah os usam como escudos humanos. A pergunta que quero aqui deixar é : Seria correcto que a policia matasse um número indeterminado de inocentes cidadãos só para apanhar um assassino se tivesse escondido no meio de uma multidão?
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Morangos com Açúcar para políticos

Embora nunca tenha assistido a nenhum episódio dos "Morangos com Açúcar", já li e ouvi muitas críticas aquilo que lá se passa. Sexo, Drogas e Rock & Roll. Se, os jovens actores são maus, a história não tem interesse, todo este êxito só pode estar associado a um efeito de "big brother".
Disto se aperceberam também os nossos políticos que, no sentido de chamar a atenção e ganhar alguma fama (e entrada nas festas do Jetsete) resolveram criar também eles uma novela a estrear após o verão. "Morangos com Política". Os casos, os segredos, as vinganças, os amores e desamores, desta gente para diversão pública. Esperamos revelar os factos mais importantes à medida que a novela for avançando.
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Mais um Picasso

Em tempo de férias e perante a falta de tempo e de oportunidade para estar na net, cá vai uma imagem que tinha guardado, mas nunca publicado. A nossa dama de ferro, a confidente e conselheira de estado do Sr. Silva, a ex-ministra da educação e das finanças. A nossa "querida" Manuela Ferreira Leite.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

domingo, julho 23, 2006

A nossa Vénus do governo

Alguem sabe quem é esta Senhora?
Posso ajudar dizendo que é uma Ministra deste governo embora ninguém a veja. O melhor é mesmo seria dar já aqui a resposta pois acredito que ninguém a reconhecerá e muito menos ao trabalho que (não) tem feito. Talvez por isso não necessite dos bracitos para nada.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Os politicos vão a banhos

Porque hoje é domingo, a nossa Maria, na praia, exibindo um dos novos modelos "WeHaveKaosInTheGarden", criado propositadamente para responder ao desafio da busca de um novo "look". Aguardamos agora a reacção das nossas visitas sobre esta primeira proposta.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

sábado, julho 22, 2006

Caras estranhas

Porque será que sempre que este homem larga um som me cheira mal?
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

A liberdade estilhaçada

Inspirado na obra "Um homem no espelho partido", de Mino Ceretti.

O Ministro de Estado e da Administração Interna, António Costa, também conhecido pelo Ministro das Polícias, decidiu reformar compulsivamente dois dirigentes sindicais da PSP. O presidente e um destacado dirigente do Sindicato de Profissionais da Polícia foram notificados pelo Governo da sua aposentação compulsiva, em virtude de declarações à imprensa.
Há pouco tempo publiquei um post sobre a acusação que recai sobre dois dirigentes partidários por "Manifestação ilegal" onde coloquei o poema "indiferença" de Bertolt Brecht. Para não aborrecer quem aqui me visita aqui está só um pequeno estrato:

Primeiro levaram os comunistas,
....
.
Depois prenderam os sindicalistas,
Mas eu não me incomodei
Porque nunca fui sindicalista.

Pois é meus amigos, o poema segue o seu inexorável caminho e relembro que acaba assim:

Agora levaram-me a mim
E quando percebi,
Já era tarde.

Estarei a ficar paranóico nesta minha ideia de que a liberdade nos está a escapar por entre os dedos?
De que tem afinal tanto medo este governo?
Não quero deixar de chamar aqui a atenção para aquillo que me preocupa enquanto isso ainda me é permitido, é que o poema não é assim tão comprido.
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Os politicos vão a banhos

Mariano gago e a primeira experiência de clonagem bem sucedida em Portugal..

O WeHaveKaosInTheGarden já soube que há uma linha do PSD que defende a criação de um clone do Sócrates para liderar o partido e um futuro governo laranja. A ala mais radical chegou mesmo a propor a criação de um clone do Marques Mendes que tentariam depois oferecer ao PS para vir a liderar a oposição. Esta proposta não foi aprovada, tendo sido decidido oferecer o próprio original.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

sexta-feira, julho 21, 2006

A Maria troca de "trapinhos"

Primeira-dama vai receber propostas de mudanças de visual criadas especialmente para si.
Maria Cavaco Silva vai receber hoje um dossiê com várias ideias para alterar o seu estilo de vestir. Saias mais curtas, blazers cintados e roupas mais coloridas são algumas das sugestões da empresa de gestão de imagem.
in "24 horas"
.
Ai está um assunto que, o WeHaveKaosInTheGarden, tem vindo a tentar resolver há já algum tempo. Sabemos ser uma tarefa difícil, havendo mesmo quem lhe chame de “Missão impossível”, mas não vamos desistir. Ainda vamos tornar a Maria num exemplo de que com determinação tudo se consegue. Animem-se portugueses, que vamos ter a nossa "My Fair Lady".

.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Maria de Lurdes Rodrigues - REPROVADA

MLR Go Home
.
Depois do rotundo chumbo na disciplina "Assembleia da Republica" muitos ficaram com dúvidas que consiga chegar ao fim do curso.
"Assim, nem com uma segunda chamada lá vou", terá pensado a Ministra. "Se ao menos pudesse anular esta prova oral e mandar repeti-la".
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Para juntar à minha colecção de Pachecos

Já há muito tempo que não "retratava" o Pacheco Pereira.
Ele merece.
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

quinta-feira, julho 20, 2006

Cenas de Trabalho das Quintas-feiras na zona de Belém

Adaptado da obra "L'Eveil de la conscience" de William Holman Hunt
.
É quinta-feira dia do Sócrates visitar o Tio Anibal. O que fazem por lá, do que falam ou o que dizem, ninguém sabe. Mas que, quando em público, falam um do outro até os olhos brilham. Talvez porque aprendam muito um com o outro.
..
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

A Madame vai visitar o Parlamento

Maria de Lurdes Rodrigues vai hoje fazer uma visita ao Parlamento e aproveitar para explicar as razões porque foram repetidos os exames de Física e de Química.
Honestamente, não entendo todo este barulho em torno de um assunto que é importante, mas que também é pontual e pouco significativo para o futuro deste país. De tantas medidas, altamente discutíveis, polémicas e que tantos problemas têm criado, é a menos importante que fez levantar a indignação de comentadores e políticos.
Só mesmo a falta de argumentos e alternativas da oposição o pode justificar.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

A Quadratura em Circulos

O Lobo de cartola, o Gato Xavier ou o Vampiro Lobo Xavier.
Cada um escolha o nome que mais lhe agardar que eu não sei.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

quarta-feira, julho 19, 2006

A oposição de Marques Mendes

Marques Mendes no seu melhor ao comentar as últimas estimativas favoráveis de crescimento avançadas pelo Banco de Portugal.
.
Ele disse:"Infelizmente os portugueses não vivem de previsões, nem comem previsões". Eu digo: Os portugueses um dia destes não comem é nada e podemos agradecer-lhe pelo lindo serviço que andou a fazer quando foi ministro dos dois anteriores governos.
.
Ele disse: "subir umas décimas é sempre melhor do que descer umas décimas".
Eu digo: Uma inteligência superior para chegar a essa conclusão.
.
Ele disse:" é preciso ver se as previsões se confirmam - o que temos visto é que muitas vezes elas ficam aquém do que foi dito".
Eu digo: talvez por isso mesmo se chamam previsões e para azar ainda por cima os resultados até têm superado as suas previsões.
.
Ele disse:"mesmo que Portugal cresça alguma coisa este ano, crescerá menos do que a média da União Europeia. Continuaremos a afastar-nos dos nossos parceiros europeus".
Eu digo: realmente no tempo dos governos PSD Portugal não crescia nada pelo que eram os nossos parceiros europeus que se afastavam de nós.
.
Ele disse:" Para que o País enriqueça, em vez de continuar a empobrecer, só há, uma estratégia: Colocar Portugal a convergir com a Europa, a crescer ao nível da média europeia".
Eu digo: Isso é fácil de dizer gostava era de saber porque não o fez quando andou a brincar aos ministros.
.
Ainda não entendo porque um partido, só porque está na oposição, não se pode congratular quando surge algo que pareça ser uma boa noticia. Não contribuiria mais para a sua credibilidade, mostrarem-se felizes com os bons resultados, apresentando propostas que os pudessem ainda melhorar mais. Desta forma, quando surgisse a oportunidade de criticar teriam toda a credibilidade para o fazerem sem serem vistos como os “gajos” que estão sempre a dizer mal.
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

O triste "Estado da Arte"

Inspirado num quadro de paula Rego
.
Quem ontem ouviu o "Estado da Arte" do Paulo Portas terá certamente adormecido perante a monotonia daquilo que por lá se foi dizendo. Sem garra e sem “arte” lá foi desfiando os tradicionais “eu fiz, eu penso, eu sou”. Resumindo, a esquerda é culpada de todos os males, desde a crise da segurança social aos maus resultados nos exames, Israel e os EUA são os bons que só se defendem dos maus que são todos os outros que com eles não concordam. Os bombardeamentos Israelitas sobre os bairros no sul do Líbano, são actos de defesa e as mortes de civis, mulheres e crianças, uma inevitabilidade que não pode ser evitada, enquanto cada morto no território de Israel é mais uma vitima do terrorismo. Ou seja, as bombas Israelitas vão carregadas de “bem” enquanto as dos “terroristas” só carregam o “mal”.
Felizmente que agora foi de férias e a estopada só voltará lá para Setembro.

.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Os politicos vão a banhos

Não foi fácilencontrar uma imagem da Manuela Ferreira Leite a banhos neste verão. É minha vontade mostrar todos os politicos com o melhor aspecto possível (já basta aquilo que as pessoas pensam deles durante todo o ano). Depois de muito procurar lá encontrei esta fotografia do "Espirito do Picasso", a única que lhe faz justiça. É minha convicção que a Manuela Ferreira Leite é a imagem mais cubista da nossa politica.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Este nem com antibióticos

Ex-ministro do Trabalho e da Segurança Social, Bagão Félix, afirmou hoje que as linhas estratégicas de reforma da Segurança Social apresentadas pelo Governo retardam a ruptura do sistema, mas não garantem a sustentabilidade a longo prazo. "É uma aspirina. Não é um antibiótico".
.
Mais um que por lá andou, pelo governo, e que tornou a vida mais difícil a todos nós, prometendo a sustentabilidade do sistema, e que agora vem dizer que as medidas agora tomadas ainda são pouco e que devíamos apertar mais o cinto.
Não sei se é uma aspirina ou um antibiótico, mas o que eu lhe dava era um clister de creolina até lhe limpar a língua. Talvez assim, essa gente, que ao fim de meia dúzia de anos já recebem reformas milionárias, para ajudar a “compor” os chorudos salários que ainda ganham, se calassem de vez.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

terça-feira, julho 18, 2006

O Batman português

Em exclusivo para o WeHaveKaisInTheGarden da fotografia do nosso Ministro da ciência, Mariano Gago, a testar o novíssimo protótipo, desenvolvido em segredo e que nos deverá colocar no pelotão da frente do desenvolvimento tecnológico a nível mundial. Com este novo sistema espera-se terminar de vez com o crime em Portugal transformando cada polícia num autêntico Batman.
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

O Homem perfeito do Vasco Pulido valente

Vasco Pulido Valente escreveu no Publico em defesa de Marques Mendes: “Se Marques Mendes tivesse um metro e oitenta e o olho azul toda a gente o acharia perfeito”.
Gostaria só de dizer a esse Senhor que fale por ele, que eu não lhe passei nenhuma procuração e que estranho o seu critério sobre perfeição, mas gostos não se discutem. Pelo menos foi o que ouvi dizer.
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Os politicos vão a banhos

O "Bicho da Madeira", nem de férias, deixa de contemplar o mar profundo em busca da armada do "Contenente", enviada do Terreiro do Paço, para impor a lei da incompatibilidade dos cargos públicos..
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

segunda-feira, julho 17, 2006

A lição da Floribella

Há momentos da nossa vida, em que por mais que nos custe temos de revelar segredos que trazemos escondidos dentro de nós e que nunca contámos a ninguém por vergonha. Nunca vi nenhum episódio dos “Morangos com açúcar” e, até ao dia de ontem não sabia que existia uma personagem chamada de Floribella. Pronto, já confessei. A única desculpa que posso apresentar para esta falta de cultura geral é a de, como tenho crianças em casa, ter os canais “pornográficos” como a TVI, sintonizado lá para o canal sessenta e tal.
Mas, voltando à Floribella só ontem tomei conhecimento da sua existência através de um dos sempre brilhantes artigos do Ricardo de Araújo (Fato fedorento) na visão. À medida que ia lendo, aquela Floribella, qual gata borralheira, ia-se transformando num lindo Cavaco. Como não vou transcrever todo o texto (que aconselho a ler a quem o puder fazer) aqui deixo a letra de uma música da novela que, embora não conheça, deve ser linda.
.
Pobre dos ricos que tanto tem
Mas pra que serve tanto dinheiro?
Faltam os sonhos
Falta vontade
Faltam o tempo e a liberdade
Vivem com medo de perder algo
Sobra arrogância, sobra ganância
Faltam o tempo e a esperança
Faltam a brisa e o sol da manhã
Pobre dos ricos que não conhecem toda magia da liberdade
.
Não tenho nada e tenho tenho tudo
Sou rico em sonhos e pobre pobre em ouro
Do que me importa se todo esse dinheiro
Não compra amigos, estrelas o amor verdadeiro
.
Eu tenho sorte porque sou pobre
Me sobra tempo, me sobram sonhos
Tenho de sobra sonhos e garra
E muita esperança para conquistar
Músicas lindas para cantar
Beijos tão doces para beijar
Pois tenho todo tempo do mundo
Porque me sobra cada segundo
Tudo que tenho é dividido
Minha riqueza são meus amigos
.
Agora entendo finalmente os nossos políticos. Afinal ao fazerem de nós os mais pobres da Europa, só procuram fazer de nós gente mais feliz. E ainda anda por ai o Cavaco com essa treta do Roteiro da exclusão. Razão tinha o Salazar quando deixava morrer o povo à fome. Pobrezinhos, mas felizes.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Será ele um perigoso comunista?

Foi com grande surpresa que o repórter do weHavekaosInTheGarden, descobriu que o homem que afirmou que o terrorismo foi uma "invenção" da esquerda e que se mostrou na altura tão preocupado por os nossos jovens utilizarem camisolas com o símbolo do Che Guevara, que considera ser um dos maiores assassinos do século XX, também ele tem a sua tatuagem num braço e utiliza um chapéu da antiga URRS.
Será que afinal ele é um perigoso comunista, daqueles que comem criancinhas ao pequeno-almoço, infiltrado na direita portuguesa para a destruir por dentro?
Realmente só isso explicaria a forma como tem dirigido o CDS.
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Os politicos vão a banhos

Um conhecido casal da nossa vida política a banhos na Praia da Coelha em Boliqueime
.
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

domingo, julho 16, 2006

Brincadeiras nos jardins de Belém

O menino Aníbal a combinar as próximas "brincadeiras" com o Toni de Londres.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Estreia na Sala de Guerra do Palácio de Belém

O Mr. Peneirento, também conhecido neste jardim por "Dom Sebastião saído do nevoeiro londrino", apareceu a criticar Marques Mendes dizendo que este vai por mau caminho. Apadrinhado por Manuela Ferreira Leite, a conselheira que é unha com carne com o Aníbal de Belém, para vir a ocupar a presidência do PSD e posteriormente o lugar de Sócrates. O sonho da direita Cavaquista portuguesa: Um Presidente chamado Silva, um Primeiro-ministro sebastiónico e uma Ministra das finanças fria e feia.
"Pena que não haja uma equipa de elevadíssima competência intelectual para liderar este processo " referindo-se à revisão do Programática do PSD. Claro que nessa "elevadíssima competência intelectual" está a sua humilde pessoa. Afirma ainda mais, "logo a seguir ao Congresso do PSD, manifestei-lhe disponibilidade para trabalhar com ele e para trazer uma equipa do melhor que há em Portugal, mas o Dr. Mendes não quis". Ele, "o melhor que há em Portugal" traria ainda uma equipa com todos os outros melhores. Uma autêntica equipa de "galácticos".
É já evidente que o Marques Mendes parece incapaz de fazer frente ao Sócrates, mas na verdade também só o deixaram lá porque ninguém estava com paciência para passar três longos anos de oposição. Mas, também é verdade que ele foi eleito com uma equipa, por ele escolhida, e pareceria estranho que logo de seguida a trocasse pela outra. Se estavam disposto a trabalhar e eram assim tão bons porque não se mostraram no congresso? Talvez, mesmo o Marques Mendes na sua pequenez, tenha decidido que não desejava vir a ter dizer no futuro: "Também tu, Borges".
Só uma pequena nota final, para descarregar um pouco do asco que sinto por tal personagem. Quem afirma numa entrevista que o país não está em condições para dar 300 euros de reforma mínima a idosos que vivem na mais completa miséria, não passa de um hipócrita. Defensor de um liberalismo capitalista na sua pior versão, em que as pessoas nada valem quando comparadas com os números de uma estatística, representará o fim de qualquer estado social. Uma personagem, no mínimo, repelente.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Os politicos vão a banhos

Isaltino Morais a chegar, num Taxi com matricula suiça e conduzido pelo seu sobrinho, a uma praia da zona de Oeiras.
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Partilhe