terça-feira, maio 16, 2006

A fortuna de Fidel Castro: Verdade ou propaganda?

O presidente cubano, Fidel Castro, afirmou na segunda-feira à noite que abandona o poder se alguém conseguir provar que tem uma fortuna pessoal, como diz a revista Forbes.
"Lanço o desafio, em primeiro lugar ao presidente (dos EUA, George W. Bush), à CIA, aos 33 organismos de serviços secretos dos EUA, aos milhares de bancos que há no mundo, para ver se me conseguem calar agora", disse o comandante.
"Isto é ridículo, não tenho herdeiros, para que quero dinheiro se vou fazer 80 anos (...) são estúpidos?!", concluiu.
A revista norte-americana Forbes publicou recentemente que Fidel Castro é o sétimo governante mais rico do mundo, com uma fortuna calculada em 900 milhões de dólares.
.
Quem fala verdade e quem mente? Como não sei não posso dar uma resposta. Fiquei surpreso com a notícia da fortuna, por ser algo que eu não esperava. Agora com o desafio do Fidel a batata quente da verdade está nas mãos da revista, que ou prova o que disse ou perde toda a sua credibilidade.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

15 comentários:

  1. bom, já tinha dito do outro lado que quando estive em Cuba se dizia à boca cheia que Fidel era riquissimo, que punha os filhos a estudar na Europa, fora da miséria e das "boas escolas cubanas"....coisa que os faz ter muito pouca consideração por ele, ao contrario da que tinham por Che G.

    se é verdade...talvez..

    beijos

    ResponderEliminar
  2. Bom..agora é que a Forbes se vai ter que desentalar..veremos...

    ResponderEliminar
  3. bom...deve ser por causa da "fortuna" de fidel que existe o vergonhoso bolqueio a cuba.....

    ResponderEliminar
  4. O homem é nojento, mas gostei da resposta dele lol

    ResponderEliminar
  5. Eu não vou gostar de nenhum, mesmo que esteja a dizer a verdade. E se Fidel é mesmo rico e tiver conseguido dissimular a sua riqueza, assim uma espécie de Isaltino... ; e se pelo contrário está podre de rico e até mais rico que podre e não quer dizer ao pessoal. E se a revista está a falar verdade mas está a fazê-lo em nome do político que lhes paga ... e se Bush está a dizer a verdade e só para meter achas na fogueira, descredibilizar os lideres da América do Sul, implicando a todos na Grande Tramóia nossa contemporânea...

    ResponderEliminar
  6. Cristina:
    também estive em Cuba e a impressão que tive não foi bem essa. Queixavam-se da falta de condições e comida e orgulhavam-se do seu sistema de ensino e saude. Os maus eram os americanos.
    O fifel tem filhos? Nas declarações diz não ter herdeiros. Tenho de investigar isso e dpois conto.
    bjs

    ResponderEliminar
  7. cavaleiros:
    Como a memoria é curta podem preferir ficar calados, esperemos que não

    ResponderEliminar
  8. luikki:
    Uma vergonha patra a qual o fim há muito devia ter sido exigida pela cumplice comunidade internacional

    ResponderEliminar
  9. Alien:
    Podes não gostar dele, mas o homem foi um lutador de causas e, num pais tão pequeno, bateu o pé ao vizinho americano que os colonizava de uma forma degradante. Não se fala é muito disso

    ResponderEliminar
  10. Kaotica:
    Aquilo lá para os lados da América do Sul está a ficar mau para os Americanos. Antes era só Cuba, mas o anti americanismo está a alstrar. Isso e os países da região estão a começar a dizer que quem manda ali são eles.Devem andar preocupados os Yankes

    ResponderEliminar
  11. Tem sim. tenho ideia de me terem dito isso, mas já agora, tenho varios colegas cubanos (que fugiram de lá..) hei-de esclarecer essa historia. e um dia conto-te alguns pormenores do sistema de saude e dos diagnosticos politicos, se quiseres. ;)

    esse "bater o pé", tem que se lhe diga, o povo é mais feliz assim?
    ele que abra as fronteiras e depois falamos, era uma boa maneira de aferir a satisfação do povo, num? ;)

    beijocas

    ResponderEliminar
  12. Cristina:
    Honestamente não sei o povo cubano é mais feliz, mas se olharmos para o mundo, o nosso, também não vemos tanta felicidade assim. Anda tudo com a corda no pescoço, e a contar os dias para o fim do mês. Corrupção é mais que muita por todo o lado, a justiça não funciona e a cada dia que passa mais crimes sem justificação vêm manchar os nossos dias.
    Sou um grande defensor da liberdade e por isso choca-me ver as fronteiras de um país fechadas, mas também é verdade que se eles as fecham por dentro os EUA as fecham por fora com um embargo ridículo. Não sei como poderá um país que deseje ter um regime económico diferente desta "globalização" sobreviver de outra forma. É complicado e muito perigoso tentar tirar conclusões de factos avulsos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. é.
    no entanto há uma liberdade básica nos outros países onde se vive mal, se quiseres, podes sempre tentar noutro lado, e essa é uma diferença fundamental. ninguem é feliz à força :)

    caramba muito me apetecia dizer sobre cuba, mas não se consegue dizer tudo aqui, nem se pode.tenho anos de convivio com cubanos.. ;)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Cristina:
    Tenho escrito aqui no blog, de quando em vez que não acredito neste sistema em que vivemos e temo que caminhemos, mais rapidamente do que pensamos, para a sua derrocada e para tempos de terror e caos. Espero sinceramente estar errado, mas se não estiver, mesmo fechados ainda podem vir a ser o povo mais livre do mundo (ou não).
    PS: O povo cubano é espectacular. Gostei muito deles.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Anónimo8/5/13 13:22

    Li este Blog com 7 anos de atrazo, e neste período muita coisa mudou. Cuba ali está. Fidel há muito abdicou (raro não se ter deslocado ao exterior para ir contar os seus milhões!). Todos os Cubanos adquiriram Liberdade de viajar, sem as restrições que lhes eram impostas do passado (e lá continuam todavia os 10 milhões na Ilha??!!). Adquiriram a possibilidade de vender a sua casa ou montar um seu pequeno negócio (são felizes à maneira deles!). E nós, onde vivemos?! Para onde vamos?! A Europa quê?!, o Estado Social?, Ensino a Economia dos Países periféricos?! Ficaremos servidores dos Países do Centro da Europa?! mão de obra barata e qualificada!! o Cubano perdeu muita coisa, mas mantém o orgulho e soberanía, e o nosso onde para??!!

    ResponderEliminar