quinta-feira, junho 15, 2006

Aprende a nadar companheiro, que o maré se vai levantar

Adaptado da obra "Christ Our Pilot" de Warner Sallman
.
As armas e os barões assinalados,
Que da ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca de antes navegados,
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram;
.
Esta é o cântico camoniano em que glorifica os Portugueses pelo seu arrojo, valentia e visão do futuro. Foi com grande coragem e risco que “mostramos novos mundos ao mundo”, o que para um bocadinho tão pequeno de terra, entalado entre imperiais países europeus e um longo e profundo mar, não nos portámos nada mal. Pior foi o que D. João V fez com os lucros obtidos dessas “descobertas”, esbanjando ao vento em pompa e ostentação. O mesmo fez também D. Cavaco, na mesma situação, mas com fundos recebidos de forma menos gloriosa da “magnânime Europa”. Pai do défice, do betão, e desta “nova banca”, tudo gastou, fazendo deste país muito do que ainda é hoje.
É ele agora o “Deus” que deve guiar esta nova geração de “socialiberalistas” no caminho certo. Quem o conheceu como timoneiro, bem pode encomendar desde já a alma à Nossa Senhora dos Navegantes. Com este rumo avançamos para o mar aberto da crise da qual nós, “os descendentes de grandes marinheiros” inevitavelmente iremos naufragar. Como dizia o nosso Sérgio Godinho, “Aprende a nadar companheiro”.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

18 comentários:

  1. Grandes Timoneiros, más marés

    ResponderEliminar
  2. Arrebenta:
    Naufrágio certo, aprende a nadar meu companheiro.
    um abraço

    ResponderEliminar
  3. Há mais marinheiros do que marés!

    ResponderEliminar
  4. "...que a maré se vai levantar"
    ai vai vai!!!
    bj

    ResponderEliminar
  5. kaotica:
    Então juntos vamos procurar o rumo certo. Este não dá
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Carminda:
    è por isso que temos de estar preparados para o dia em que " a maré não espera acontecer".
    bjs

    ResponderEliminar
  7. eu sei nadar, yoooo!!

    a imagem está linda:)))bela maneira de acabar o circuito blogosférico, pelo melhor;)

    já vi que estás por aí...também eu, hoje em noitada de trabalho..tsss..e cansada. vou descansar um cadito. até amanhã, ou até logo.

    beijos, vários.

    ResponderEliminar
  8. Cristina:
    Eu cá vou de boia :)
    O brigado pela força. Descansa bem que amanhã é novo dia.
    bjs

    ResponderEliminar
  9. Já vem de longe a forma de gestão...É tempo de escrevermos novos cardápios com as ementas certas...
    Muito bom este post, excelente a imagem e muito bem escolhida a parte dos lusíadas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. falta pouco para os depojos darem à costa....

    ResponderEliminar
  11. tb:
    As pessoas têm tendencia a esquecer as enormes responsabilidades quie as politicas do cavaco têm na actual crise. Foi o primeiro a "criar" o défice, gastou ajudas em betão esquecendo as pessoas (só algumas que nasceram muitos novos banqueiros de entre os seus amigos).
    Com um professor destes não vamos muito longe.
    bjs

    ResponderEliminar
  12. luikki:
    Isto se ainda houver costa. E, os despojos devem ser só lixo que os piratas já nos roubaram tudo o que tenha algum valor

    ResponderEliminar
  13. kaos: acho que nunca saímos do mar aberto, nem no tempo dos descobrimentos, nem depois. até já deixámos de meter água, estamos comágua até às narinas. não percebo é por que não somos campeões intergalácticos de natação...

    ResponderEliminar
  14. Esteva: :)
    Sempre qua sorte nos sorri esbanjamos tudo o que ganhámos. Isto acontece na politica mas tamb´rm na vida de cada um . Nós somos mesmo assim. E muitos nem sabem nadar
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Este texto está espectacular. Boa.
    Com uma pequena inspiração da "escolina" ? :-)))

    ResponderEliminar
  16. "escolinha"

    Será possivel fazer um botão de "edit"?

    ResponderEliminar
  17. anonimo:
    Quanto ao botão nada posso fazer:)
    A inspiração veio mais da imagem.
    um abraço

    ResponderEliminar