quinta-feira, junho 29, 2006

Grande Pedrada Senhor Ruas

O presidente da Câmara Municipal de Viseu e da Associação Nacional de Municípios, Fernando Ruas, propôs, terça-feira, durante uma reunião da Assembleia Municipal, aos presidentes de junta de freguesia do concelho que "corressem à pedrada” os inspectores do Ministério do Ambiente que fiscalizam e multam as obras realizadas pelas juntas de freguesia.
Na altura, Ruas garantiu estar “a medir muito bem aquilo que estava a dizer”, para já esta quarta-feira, o autarca vir explicar que a afirmação pretendia mostrar o seu descontentamento e foi uma força de expressão que não deve ser tomada à letra.
A expressão se calhar é forte de mais, mas toda a gente a entendeu. Serviu para expressar a minha discordância com a forma como as autarquias estão a ser tratadas”, admitindo que deveria ter utilizado outra expressão, como por exemplo, “é preciso dar-lhes uma corrida em pêlo” ou “chegar-lhes o fogo ao rabo”.
.
Muito bem Sr. Ruas, pelos vistos, os ensinamentos do “Jardim da Madeira”, já estão a sem bem aprendidos pelos autarcas deste “jardim”. Correr à pedrada quem anda a realizar o seu trabalho, penalizando quem não cumpre com as regras e normas estabelecidas, é a solução preconizada. Fazer as coisas bem não parece ser algo que considerem como uma opção.
Claro que depois vieram as desculpas, que para quem “estava a medir muito bem aquilo que estava a dizer” parecem um pouco esfarrapadas. Sobretudo, se em alternativa, a solução apresentada passa por “dar-lhes uma corrida em pêlo” ou “chegar-lhes fogo ao rabo”. Seria de bom-tom perguntarem aos inspectores qual dos castigos preferem, já que nenhum deles é assim muito simpático.
Gostaria, porem, de deixar aqui uma pergunta:
Se algum daqueles Senhores ali presentes tivesse saído da Assembleia e apedrejado, um qualquer inspector que por ali tivesse a passar, iria o Sr. Ruas assumir a responsabilidade por esse acto?
Acabo com o conselho para terem muito cuidado com as ideias que dão, já que com as noticias recentes, de serem as autarquias os responsáveis por muita da corrupção que grassa neste país, ainda acabam muitos autarcas a fugir em pêlo, com o rabo a arder e sob uma chuvada de pedras. Quem vos avisa vosso amigo é.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

27 comentários:

  1. Tanta estupidez junta do sr. Ruas, não se aguenta.
    O que terá para dizer o líder do PSD, partido pelo qual concorreu esta "besta" à Câmara de Viseu?
    Há já sei, não diz nada, pois os "jornalistas" estão todos na Alemanha a cobrir o mundial e agora não há condições.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. A mesma ideia, quase à mesma hora :)
    Vou róbare a photo :-)

    ResponderEliminar
  3. Kaos, nunca gostei de dar erros de português, por isso corrijo: em vez de "Há já sei" queria dizer "ah já sei". Mas quando esscrevi "besta", queria mesmo dizer "BESTA".
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Ontem quando ouvi essa até ia caindo da cadeira!
    Até onde irá a nossa capacidade de indignação? Quando será que se vira o feitiço contra o feiticeiro?
    Sabes amigo, há coisas que me dão vontade e dar um salto até aos próprios e...
    Excelente a imagem com que ilustras este artigo. Parabéns.
    Coisas destas tiram-me o sério mesmo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. houve 2 "d" que até foram para dentro com a indignação, por isso é que faltam no comentário.
    Jinhos

    ResponderEliminar
  6. Carminda:
    Embora o ideal fosse ver todos felizes e contentes alegro-me quando vejo reacções zangadas das pessoas como estas que tu escreves. São "raivas" destas que ajudam a criar uma vontade ainda mais forte de mudança. E, mais cedo ou mais tarde todos teremos de ser chamados a fazer algo para mudar esta podridão em que nos estamos a atolar. Já vale tudo.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  7. arrebenta:
    Penso que é uma ideia que passou pela cabeça de todos os que souberam do caso. Simplesmente inexplicável.
    um abraço

    ResponderEliminar
  8. tb:
    Como disse à Carminda é bom sentir toda essa indignação. Temos de a espalhar à nossa volta para ganharmos força para exigir que estas pouca vergonhas acabem de vez. A continuar assim ainda vou eu propor que quando um fiscal das finanças me quizer ver o IRS corre-se à pedrada. Se vale tudo.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  9. Caro Kaos

    E já agora porque não correr à pedrada a maioria dos autarcas deste País?

    Porque continuam a existir politicos que acham que falar "duro" é defender as populações?

    ResponderEliminar
  10. Ao contrário de toda a gente, eu não acho que ele possa ter qualquer opinião e ser apenas inibido de a pronunciar em público. Acho até bom que saibamos o que qualquer (ir)responsável político pensa.
    O que acho lamentável não são as declarações mas sim o facto de uma besta que pensa como ele poder ocupar os cargos que ocupa. Isso é que é preocupante.

    ResponderEliminar
  11. esta deixa-me muito dividido!
    como é que se pode manifestar a indignação? com falinhas mansas, com processos em tribunal?
    se as declarações do sr. ruas foram infelizes (se ele fosse de outra época, teria proposto
    a aplicação de umas bengaladas...) o que dizer da lei (e dos seus feitores) que exige um pedido de licenciamento para a colocação de umas manilhas num rêgo de água?

    e enquanto se fala disto, continuam impunemente as descargas poluentes, os resíduos radioactivos das minas a céu aberto....

    ResponderEliminar
  12. Este gajo dá um bom cromo da política Kaos. ;)

    ResponderEliminar
  13. Eu ouvi as atrapalhadas desculpas na TSF deste pequeno aprendiz de ditador, depois de ter ouvido o arrazoado de disparates que o mesmo proferiu na Assembleia Municipal. Pareceu-me até, que ele teria dito, para arranjarem um grupo que os apedrejasse. Coitado... do povo de Viseu, claro.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  14. Esqueci-me... a imagem que ilustra o post, dificilmente seria melhor.
    Excelente.

    ResponderEliminar
  15. Nuno:
    Eu preferia que a justiça resolvesse esses assuntos de forma rápida e eficaz. Infelizmente não é assim e corre-se o risco de se poder chegar a esses extremos. Se tiver de ser que seja.
    Quanto ao falar duro é algo que pode e deve ser feito, mas de forma correcta.
    um abraço

    ResponderEliminar
  16. Eric:
    Evidentemente que o mal está em se eleger bestas para ocupar cargos que deviam ser desempenhados por gente bem formada e não corrupta. Infelizmente o populismo faz com que muita dessa gente ocupe cargos para os quais não está preparada e depois saiem bujardas inaceitaveis como estas.
    Estranho é o silencio dos partidos no qual estas pessoas foram eleitas. Deviam dizer-lhes, Tu nunca mais és eleito em listas nossas.
    um abraço

    ResponderEliminar
  17. luikki:
    Eu não consigo estar dividido. Se quer reclamar venha dar as tais bengaladas nos ministros, nos deputados e até no lider do seu partido. Não são os fiscais que estão a fazer o seu trabalho que devem ser mal tratados. Quem faz as leis sãos os politicos e é a eles que têm de ser pedidas responsabilidades. Depois, todos os que não cumprem com as normas devem ser castigados quer no caso de licenciamentos quer no caso da poluição. Já basta o estado de republica das bananas em que vivemos

    ResponderEliminar
  18. deu-su oh:
    Já tenho uma ideias para isso, que ele é realamente um grande cromo
    um abraço

    ResponderEliminar
  19. piresf:
    Esse é daqueles que quanto mais fala mais se enterra. Só tinha de se retratar, pedir desculpa e prometer que não falava mais até ao fim do mandato.
    Obrigado, tambem gostei da imagem que consegui
    um abraço

    ResponderEliminar
  20. Como é que alguém vota nisto? É disto mesmo que portugueses querem?
    É assim que vamos sair da cauda da Europa. Que vergonha eu tenho de pertencer a um povo destes, Kaos. Ainda bem que estamos cá nós para que estas coisas sejam divulgadas e a nossa indignação e repulsa bem demonstradas, sim, que os senhores jornalistas lêem blogs, só lamento é que os mesmo tão dados ao jornalismo de "inbestigassom" não se insurjam violentamente de forma a abrirem os olhos ao povo.
    Jornalismo inútil e de memória curta. Lamentável!

    BeijInha

    ResponderEliminar
  21. Cá está uma bela imgem, como te tinha epedido Kaos. Está muito boa!
    O que dizer depois das desculpas esfarrapadas deste senhor... Continuamos compoliticos desbragados, a dizer o que lhes dá na gana, sem pensarem em consequencias e depois ainda por cima dizer para lhes chegarem fogo ao rabo... Hilariante... É arranjar um foguetezito, introduzi-lo no esfincter deste senhor e chegar-lhe o fogo...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  22. Inha:
    Os Portugueses gostam de folcrore e arraial. Com estas frases procura-se dar o ar de que somos muito bons e que a nós não nos enganam (o que acontece todos os dias).
    Quanto aos jornalistas a grande maioria deles não pode escrever o que quer. Já existe censura, não de lapis azul, mas de trabalho percário. Muitos escrevem anonimamente em blogs aquilo que não podem por no jornal. Afinal eles pertencem a quem tem o poder e o dinheiro.
    Enquanto aqui andarem gente como nós ainda vai havendo algumas verdades ditas. Quando nos calarem (e já se fala em regras para a blogosfera) volta a clandestinidade.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  23. Outsider:
    quando encontrei a imagem pensei logo que seria boa para fazer a montagem. Mas, esta não é ainda a do cromo. Essa ainda vou ter de procurar mais.
    Não ia haver dinheiro para tanto foguetezito se desejassemos aviar todos os que mereciam. Já reparaste no silencio do lider do partido desta besta que nada diz. É a "estética João Jardim" a espalhar-se no Continente. estamos bem tramados
    um abraço

    ResponderEliminar
  24. kaos:
    não quero ser mal interpretado, até porque sou um adepto do respeito pela lei....
    nem advogo que se apedrejem os fiscais, simples peões....
    mas, então como se faz para corrigir as iniquidades?

    por outro lado, se a lei fosse seguida à risca, as chaimites não tinham vindo à rua em 74....

    ResponderEliminar
  25. O problema é que muitas câmaras também precisavam de uma boa dose de pedrada e isso ele esqueceu-se de referir...
    Mas podemos sempre pegar na ideia e generalizá-la a todos aqueles que nos governam ( roubam! )... Não sei é se iam haver pedras que chegassem...

    abraço

    ResponderEliminar
  26. luikki:
    Como eu disse se querem atirar pedras seria bom faza-lo contra quem é responsavel, e há muit por onde escolher. Lutar contra a pouca vergonha, contem comigo, agora fazer arruaças como defende o Sr. Ruas (um dos responsáveis pelo estado das coisas) é que não. Bata-se em quem merece.

    ResponderEliminar
  27. sa morais:
    É isso mesmo. Não batam no mensageiro. Querem bater, então vamos ter com os responsáveis. Eu posso começar já aqui pela minha camara e depois passar por Belem e S.Bento. Esses sim são os maiores responsáveis
    um abraço

    ResponderEliminar