sábado, agosto 19, 2006

O Poker partidário do PSD

No dia em que o PSD vai fazer a sua “rentrée” oficiosa, em virtude de o seu Secretário-geral preferir ficar a banhos, aqui fica um retrato da família real que se posiciona no ataque ao trono. Com cartas marcadas como estas não se espera um jogo limpo e ainda falta ver qual os trunfos que cada um tem na manga.
António Borges, joga cautelosamente de Londres e colocando na mesa um bluff de “nomes do melhor que há em Portugal”. Até hoje nada fez que mereça crédito, felizmente, já que é um liberal do piorio.
Manuela Ferreira Leite, muito ligada a Cavaco, joga em conluio com o Borges, mas ainda se está para ver se, quando chegar o dia de mostrarem as cartas, não vão tentar “depenar” o parceiro. É que no fim só um pode ganhar.
Morais Sarmento, um “Barrosista” tem alguns trunfos mas também a fragilidade que o próprio Durão representa ao ter “fugido” para Bruxelas, deixando um “inimaginável” Santana Lopes como primeiro-ministro. Isto não se faz ao país e pode vir a arredá-lo do jogo.
Luís Filipe Menezes, um aprendiz de Santaninha tem contra si, o facto de ter fugido da luta com Marques Mendes no último congresso. Um sinal de fraqueza que lhe pode vir a sair muito caro no futuro. Provavelmente nem irá a jogo na altura de mostrar as cartas.
Helena Lopes da Costa joga actualmente na equipa de Marques Mendes. Se por lá se manterá ou mudará as suas opções de jogo se verá mais tarde.
..
Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

5 comentários:

  1. Claro que esse jogo é jogado por eles entre si...piis que a muitos dos nossos concidadãos escapa.
    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. Os media já começaram a fazer a folha ao anãozinho da floresta. Então vai baldar-se assim à festa da Quarteira, uma coisa tão in? Ai o menino está aqui está out, ai está, está! Olha se os outros fizessem o mesmo, que seria dos fotógrafos das revistas cor-de-rosa? Como captar um ser invisível? Ai não, isto de não aceitar os convites não está com nada. Não me digam que é por não gostar de se ver depois fotografado assim pequenininho em bicos de pés ao pé dos outros, dos grandes, dos que mechem os cordelinhos e que, mesmo invisíveis são mais bem vistos!

    ResponderEliminar
  3. o céu e o mar... Escher

    py

    ResponderEliminar