segunda-feira, janeiro 22, 2007

Mais uma sobre o aborto

Por mais anos que passem, não há um dia que não aprenda nada. Recentemente um representante da igreja católica comparou o aborto ao terrorismo, outro ameaçou excomungar quem votasse “Sim” no referendo e agora o pequeno Mendes resolveu compará-lo ao tráfico de drogas e corrupção. O argumento é que todos são crimes e são difíceis de combater, mas isso não deve fazer com que os legalizemos. É isso mesmo, vamos criar a brigada dos incorruptíveis contra o aborto e apanhar todas as criminosas que o pratiquem cá em Portugal. Quem o desejar fazer um é favor de ir a Londres ou a Espanha.

Esta posição de Marques Mendes só prova que ele não entende nada das razões pelas quais se pretende despenalizar a interrupção voluntária da gravidez. Pretende-se despenalizar, não por ser um crime difícil de combater, mas para acabar com uma lei injusta e que vai contra a dignidade da mulher. Quanto à questão que também colocou, de porque razão uma mulher que faz uma aborto nas 10 primeiras semanas de gestação não é penalizada e uma que o faça às 10 semanas e um dia já é, o mínimo que posso dizer é que é ridícula. Pode-se perguntar o mesmo, por exemplo, porque é que se alguém conduzir com uma tenha uma taxa de álcool no sangue de 1,19 g/l não é considerado crime e se for com 1,2 já é. Vocês que fazem as leis na Assembleia da Republica devem saber essas razões melhor que nós, ou será que ainda somos nós que vos vamos ter de explicar aquilo que aprovaram ou reprovaram.

Cresça, Sr. Marques Mendes, ou pelo menos fique calado. Não corre o perigo de dizer asneiras e, até foi por ficar assim que subiu umas décimas nas últimas sondagens.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

26 comentários:

  1. Pá, é apenas mais um que teme os efeitos retroactivos da legislação!

    ResponderEliminar
  2. eles que excomunguem mas é todos os padres católicos que se metem com meninos!

    ResponderEliminar
  3. Esse só quer tentar apanhar alguns votos, mais nada...já ninguém lhe liga!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Ridículos são estes comentários que estes pseudo-políticos proferem. Mais valia fecharem a matraca.

    ResponderEliminar
  5. O MM para crescer...só se calçar saltos altos!!! :o)
    Bom dia e boa semana

    ResponderEliminar
  6. Se a estupidez pagasse impostos não era necessário que o povo pagasse nenhuns....com as sumidades todas que temos no governo.
    bjs

    ResponderEliminar
  7. Lamentável...
    Quando abre a boca ou entra mosca ou sai merda...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  8. mais uma demonstração de que o rectângulo está infestado de cretinos que (não) por acaso, se "alternam" no poder.....
    abraço

    ResponderEliminar
  9. eric:
    Ele vai ser abortado de dentro do seu próprio partido e ~vai ser muito depois das 10 semanas.
    abraço

    ResponderEliminar
  10. Rui:
    Pois, mas esses não engravidam. Gostava de saber que conselho dão os padres às senhoras que engravidam. Que mintam aos maridos ou que se livrem do fardo.
    abraço

    ResponderEliminar
  11. jorge:
    Esse teima em falar quando deve estar calado e estar calado quando tem razões para falar. Coitado.
    abraço

    ResponderEliminar
  12. dae:
    É mesmo isso. Afinal que direito têm eles de se meter numa opção que é de quem produziu o feto.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. é sempre assim, os baixos atacam por baixo e o senhor MM não é excepção! :p

    ResponderEliminar
  14. gi:
    Como dizes podia crescer em altura fisica, porque na moral não vejo maneira.
    bjs e boa semana

    ResponderEliminar
  15. tb:
    Mas tinhas que lhes pagar muito mais. Os seus ordenados nunca chegariam para pagar todos os impostos que deverião.
    bjs

    ResponderEliminar
  16. outsider:
    Nunca vi nenhuma mosca a entrar por ali, portanto..
    abraço

    ResponderEliminar
  17. luikki:
    Só alternando podem garantir que todos nos imaginemos a viver numa bela democracia ocidental.
    abraço

    ResponderEliminar
  18. fábula:
    Isto é abaixo do baixo, é rastejante.
    abraço

    ResponderEliminar
  19. os abortos, por vezes, têm destas pérolas!

    abraço.

    ResponderEliminar
  20. Em vez de ser perolas a porcos são pérolas de porcos.
    abraço

    ResponderEliminar
  21. O Mendes é assim uma espécie de máquina pouco inteligente de debitar asneiras. Sempre que aparece um a dizer uma bacorada, ele vem e diz outra maior. Como não prima pela qualidade, opta pela quantidade e quando se cala deve ser só para pensar nas que vai dizer a seguir. Mas, coitado, coloca-se em bicos de pés para ver o nariz no espelho e as pontas dos dedinhos e ensaia as suas intervenções num tom histérico, saltitante que procura dominar, coordenar os gestos das mãozinhas. Enquanto isso vai-se-lhe o melhor do discurso, aquela parte convincente. Porque a bem dizer o Marques Mendes nunca convenceu ninguém, por isso está na política... E então não há dia em que o coitado no final não pense diante do tal espelho, semelhante a um Ribeirinho: "Ó mãezinha porque me tiveste e não deste ouvidos àquele santo padre que, para me ter, não quiseste ouvir? Sim, Mendes o Aborto clandestino é como uma Droga que enriquece os que o sistema continua a proteger; pois, Mendes, o Aborto clandestino é uma corrupção pegada: um aborto raramente pode ser feito por uma só pessoa; há sempre uma rede, um tráfico de influências, lavagens de dinheiros, tal e qual como nos negócios escuros de certas empresas de sucesso. Desta vez falaste bem mas tu, mesmo quando acertas nas palavras, erras no raciocínio e rodeias-te de más influências.

    ResponderEliminar
  22. Kaotica:
    O próprio MM é uma má influência para si próprio,e que se droga com as suas próprias palavras.
    bjs

    ResponderEliminar
  23. Eu também sou a favor do Sim e acho lamentável as posições destes senhores que defendem o Não. Pena é que só surgem a proclamar defesas à Vida nestas alturas de referendo, em que o assunto é abordado em todas as esquinas... pretendem apenas protagonismo. Marques Mendes disse: "Vou manter a mesma opinião que tive no referendo de 98, vou votar não." Por essa lógica de ideias, após o referendo, também se vai calar perante o grave problema que existe (aborto clandestino, mulheres que ficam com graves problemas de saúde devido às condições em que são feitos ou mesmo até morrerem, acusações de homicídio por uma escolha pessoal), pois foi o que todos fizeram! Reclamaram pela Vida, mas o problema persiste e desde então nada vi, nestas personalidades com alguma influência, a actuarem e pressionarem o governo a desenvolverem políticas e estratégias de educação sexual, apoio e, consequentemente, à diminuição do número de abortos clandestinos! Mais uma vez, é uma cambada de hipócritas, que apenas pretendem o seu "show time".

    ResponderEliminar
  24. Lady Susie:
    Concordo com tudo o que dizes. Acrescento que a defesa da actual lei pelos apoiantes do não é uma outra hipocrisia. Se defendem a vida desdo o momento da concepção então como podem aceitar que ela seja retirada se, por exemplo, uma mulher for vitima de violação. Afinal toda a vida é sagrada ou sós alguma? Hipocrisisas.
    bjs

    ResponderEliminar
  25. Mas meu caro em boa verdade o Crime de Aborto mantem-se. A despenalização não altera isso. A despenalização apenas vai deixar de punir a prática do crime, tal como no caso dos consumos de drogas. O consumo não é punido,mas o tráfico e venda sim. Em concreto o que mudou? Continuamos a ter miséria e muita. Ora eu sou defensora de medidas efectivas de liberdade responsável e punição alternativa. Também estou de acordo que a prisão não é solução, então porque não sermos sérios e ponderar uma alternativa mais humana para ambos os envolvidos (mulher e feto)?

    ResponderEliminar
  26. Maria manuel:
    Penso que a mulher pode e deve poder optar por ter ou não uma criança. Efectivamente o que se trata é de despenalizar, mas também de deixar que a mulher pratique a IVG em condições condignas. Essa é efctivamente a unica alternativa possivel que encontro, mas se alguém me mostrar outra estarei aberto a ouvir. Até ao momento não ouvi nenhuma.

    ResponderEliminar

Powered By Blogger